bloguei
  Eu blogo, tu blogas, ele bloga, nós blogamos e todos dão opinião.
bloguei Ribeirão Preto Dicas, Notícias e Muito mais...
 
 VI Festival de Gastronomia Orgânica acontece em São Paulo
Estado de São Paulo é o quarto maior produtor de orgânicos do Brasil

O governador Geraldo Alckmin visitou neste domingo, 18 de outubro, o VI Festival de Gastronomia Orgânica, no Parque da Água Branca. A Secretaria de Agricultura e Abastecimento, por meio da Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (Codeagro) apresentou as principais tecnologias e inovações de segurança alimentar.

Durante o evento, aconteceram oficinas de cozinha de alimentação saudável e de hortas caseiras de ervas frescas, na qual profissionais ensinara técnicas para incentivar a utilização de temperos naturais, além de atividades desenvolvidas para o cultivo agroecológico, em especial a orgânico, como a linha de crédito do Fundo de expansão do Agronegócio Paulista (Feap) para a conversão do cultivo convencional para o orgânico.


"Temos aqui alimentação sem agrotóxico, sem produtos químicos, industriais ou artificiais. O alimento é o melhor remédio e a alimentação de qualidade ainda proporciona uma alternativa econômica para o país e pequenos agricultores. Vejo com muito entusiamo essa feira maravilhosa no Parque da Água Branca  e como cresce essa filosofia de vida mais próxima da natureza". Informa o governador. 


Também houve exposição de sementes orgânicas, desenvolvidas pela Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati), e da fazenda de orgânicos, da Agência Paulista de Tecnologia do Agronegócio (Apta), ambas da Secretaria de Agricultura e Abastecimento.

Secretaria de Agricultura apoia produção orgânica no Estado

Considerado um grande centro consumidor, o Estado de São Paulo é também o quarto maior produtor de orgânicos do Brasil. A Secretaria de Agricultura vem ofertando apoio irrestrito aos produtores de alimentos orgânicos, assim como faz com os da agricultura convencional. A Secretaria da Agricultura é favorável à alimentação de qualidade, produzida com sustentabilidade e com incremento na renda do produtor rural, utiliza da pesquisa, da assistência técnica e da extensão rural para capacitar seu corpo técnico e apoiar os produtores rurais que trabalham com orgânicos. Promove Dias de Campo, Semanas da Agricultura Orgânica, a edição de publicações específicas sobre o tema, bem como financiamentos e seguro rural.


As Unidades de Produção também tiveram um aumento significativo. Passaram de 10.064 em janeiro de 2014 para 13.323 em janeiro deste ano, ou seja, um acréscimo de 32%. A área total de produção orgânica no Brasil já chega a quase 750 mil hectares, sendo o Sudeste a região com maior área produtiva, chegando a 333 mil hectares. Em seguida, estão as regiões Norte (158 mil hectares), Nordeste (118,4 mil hectares), Centro-Oeste (101,8 mil hectares) e Sul, (37,6 mil hectares). 

Feira de Orgânicos
A Secretaria de Agricultura e Abastecimento, por meio da Codeagro, realiza a feira de produtos orgânicos ao lado do Metrô Jabaquara, em São Paulo, todas as sextas-feiras, das 15h às 20h, com entrada gratuita, para aproximar o produtor rural e o consumidor.O objetivo é que a feira sirva de embrião para que outras, nos mesmos moldes, sejam realizadas em diversas regiões do Estado para fomentar o setor de produtos orgânicos e oferecer mais opções de alimentação saudável.

O projeto envolve produtores de Botucatu, Santo André, Suzano, Campinas, Sorocaba, Mogi das Cruzes, São Paulo, Embu Guaçu, Ibiúna e Itapevi. Ele está inserido no Projeto Bom Preço do Agricultor, da Codeagro, que visa articular ações para o desenvolvimento da economia regional, agregando valor à pequena e média produção de hortifrutigranjeiros, produtos agropecuários e agroindustriais. 


Cerca de 30 expositores distribuídos em 800 m² vendendo não apenas frutas e verduras, mas também pães, salgados, café, cosméticos, entre outros produtos. 

O espaço é da própria Secretaria de Agricultura e Abastecimento e já recebe, todos os domingos, das 4h às 13h, uma feira convencional por onde passam 22 mil pessoas, comprando cerca de 190 toneladas de alimentos por domingo.


Apta tem a única unidade que produz batata-semente orgânica

A Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta), por meio da Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento de Itararé, é a única instituição brasileira certificada e cadastrada para a produção de batatas-sementes orgânicas. 

A vantagem para os produtores são segurança fitossanitária do material que será plantado, menores custos e diminuição da dependência por sementes importadas. A expectativa é que as batatas-sementes orgânicas comecem a ser liberadas pela Apta para os produtores rurais em 2016.

A produção inicial será de 360mil quilos de batatas-sementes orgânicas das variedades Ibituaçu, Araci, Araci Ruiva, Itararé e Vitória, todas desenvolvidas pelo Instituto Agronômico (IAC), de Campinas, com excelente qualidade culinária e ideais para a preparação de chips e purê, além da variedade Baraka. 

A UPD da Apta de Itararé é pioneira na produção de batatas-sementes orgânicas para disponibilização a produtores rurais. Para a certificação de 50hectares da Unidade de Pesquisa da Apta foram investidos, aproximadamente, R$ 400 mil, em aquisição de equipamentos e implementos, como tratores, pulverizadores, grade aradora, grade niveladora, plaina e lâmina. Além disso, as câmaras frias da Unidade passaram por revisão e foram identificadas para separar as áreas orgânicas e as convencionais. Um barracão de insumos também foi adequado.


Linha de crédito do FEAP 

O Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (FEAP) possui uma linha de crédito para Agricultura Orgânica. Essa linha foi criada em 2013, para atender a demanda dos produtores rurais convencionais que desejam fazer a conversão para a orgânica, estimulando a produção sustentável. 

O teto de financiamento de até R$200 mil por produtor rural pessoa física ou jurídica, e até R$500 mil por cooperativa e associação de produtores rurais. 

O prazo para pagamento é de 7anos, incluindo a carência de 4 anos. O juro é de 3% ano, com bônus de adimplência de 25% sobre a taxa de encargos de operação.


Fonte: saopaulo.sp.gov.br/
 
 
 
posts bloguei Posts
Setembro de 2010 5  postagens    
Fevereiro de 2011 5  postagens    
Março de 2011 26  postagens    
Maio de 2011 19  postagens    
Julho de 2011 11  postagens    
Agosto de 2011 11  postagens    
Janeiro de 2012 19  postagens    
Julho de 2012 8  postagens    
Outubro de 2012 1  postagens    
Novembro de 2012 8  postagens    
Maio de 2013 4  postagens    
Junho de 2013 16  postagens    
Outubro de 2013 1  postagens    
Novembro de 2013 1  postagens    
Dezembro de 2013 1  postagens    
Janeiro de 2014 4  postagens    
Junho de 2014 9  postagens    
Agosto de 2014 1  postagens    
Setembro de 2014 1  postagens    
Novembro de 2014 1  postagens    
Dezembro de 2014 5  postagens    
Janeiro de 2015 7  postagens    
Fevereiro de 2015 36  postagens    
Março de 2015 19  postagens    
Abril de 2015 17  postagens    
Maio de 2015 29  postagens    
Junho de 2015 16  postagens    
Julho de 2015 44  postagens    
Agosto de 2015 73  postagens    
Setembro de 2015 214  postagens    
Outubro de 2015 238  postagens    
Novembro de 2015 198  postagens    
Dezembro de 2015 125  postagens    
Janeiro de 2016 70  postagens    
Fevereiro de 2016 125  postagens    
Março de 2016 126  postagens    
Abril de 2016 28  postagens    
Junho de 2016 1  postagens    
Todos os Posts
Categorias
0
Cemitérios
Cidades
Ciência
Cultura e Lazer
Dicas
Economia
Educação
Esporte
Gastronomia
Iphone
Meio Ambiente
Moda
Mundo
Natureza
Notícias
Parques
Planeta Bizarro
Política
Prefeituras
Saúde
Tecnologia
windows 10
 
Untitled Document