bloguei
  Eu blogo, tu blogas, ele bloga, nós blogamos e todos dão opinião.
bloguei Ribeirão Preto Dicas, Notícias e Muito mais...
 
 Deputados comparam com 'hospitais de guerra' unidades de saúde do AP
Comissão de Saúde mostrou relatório de vistorias em hospitais estaduais.
Sesa diz que propostas de deputados servem como 'referência' na gestão.

Deputados que compõem a Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Amapá (Alap) apresentaram nesta quinta-feira (22) o relatório parcial de vistorias feitas em hospitais de Macapá, Santana, Porto Grande e Ferreira Gomes. No documento, os parlamentares comparam a “hospitais de guerra” as unidades no estado e fazem 21 propostas para Secretaria de Saúde (Sesa).
O documento foi entregue ao Ministério Público (MP), Tribunal de Contas do Estado (TCE) e conselhos regionais. A Sesa informou que vai considerar as propostas e vai usá-las como “referência”.
O vice-presidente da Comissão de Saúde, deputado Antônio Furlan (PTB), afirmou que o quadro atual do setor no estado é resultado de falta de “prioridade” praticada pelos governos estaduais ao longo do tempo.

“Há um descaso com a saúde pública. Mandamos cem requerimentos aos secretários da pasta, mas não tivemos nenhuma resposta. Então fomos para as vistorias e fizemos 21 propostas que serão encaminhadas aos gestores. Infelizmente, acredito que a saúde no estado não é prioridade. Nossos hospitais são da década de 1950 e não tivemos nada de novo. O Hospital Metropolitano, por exemplo, esbarra em entraves políticos entre a prefeitura de Macapá e o governo”, comentou o deputado.
Entre as propostas elaboradas pelos parlamentares estão a implantação de controle de medicamentos, ações de infraestrutura, políticas de abertura de novos leitos, criação e comitês de trabalho e do Plano Estadual de Saúde.
O secretário adjunto da Secretaria de Saúde, Antônio Teles, afirmou que todos os relatórios de recomendações e propostas enviadas para a pasta servem como “referência para a gestão”.
“Todos os relatórios encaminhados para a Sesa a gente usa como referência para a gestão, mas atualmente, o principal problema da saúde é estrutural. Posso dar como exemplo a atenção primária, na qual o estado não fazia o repasse há quatro anos. Nem no orçamento esses repasses estavam contemplados. Além disso, quase todo o recurso financeiro é com gasto de pessoal”, disse Teles acrescentando que a Sesa trabalha fazendo ações pontuais.

Fonte: g1.globo.com
 
 
 
posts bloguei Posts
Setembro de 2010 5  postagens    
Fevereiro de 2011 5  postagens    
Março de 2011 26  postagens    
Maio de 2011 19  postagens    
Julho de 2011 11  postagens    
Agosto de 2011 11  postagens    
Janeiro de 2012 19  postagens    
Julho de 2012 8  postagens    
Outubro de 2012 1  postagens    
Novembro de 2012 8  postagens    
Maio de 2013 4  postagens    
Junho de 2013 16  postagens    
Outubro de 2013 1  postagens    
Novembro de 2013 1  postagens    
Dezembro de 2013 1  postagens    
Janeiro de 2014 4  postagens    
Junho de 2014 9  postagens    
Agosto de 2014 1  postagens    
Setembro de 2014 1  postagens    
Novembro de 2014 1  postagens    
Dezembro de 2014 5  postagens    
Janeiro de 2015 7  postagens    
Fevereiro de 2015 36  postagens    
Março de 2015 19  postagens    
Abril de 2015 17  postagens    
Maio de 2015 29  postagens    
Junho de 2015 16  postagens    
Julho de 2015 44  postagens    
Agosto de 2015 73  postagens    
Setembro de 2015 214  postagens    
Outubro de 2015 238  postagens    
Novembro de 2015 198  postagens    
Dezembro de 2015 125  postagens    
Janeiro de 2016 70  postagens    
Fevereiro de 2016 125  postagens    
Março de 2016 126  postagens    
Abril de 2016 28  postagens    
Junho de 2016 1  postagens    
Todos os Posts
Categorias
0
Cemitérios
Cidades
Ciência
Cultura e Lazer
Dicas
Economia
Educação
Esporte
Gastronomia
Iphone
Meio Ambiente
Moda
Mundo
Natureza
Notícias
Parques
Planeta Bizarro
Política
Prefeituras
Saúde
Tecnologia
windows 10
 
Untitled Document