bloguei
  Eu blogo, tu blogas, ele bloga, nós blogamos e todos dão opinião.
bloguei Ribeirão Preto Dicas, Notícias e Muito mais...
 
 Conselho de Ética deve receber nesta semana representação contra Cunha
Presidente da Câmara tem de enviar processo após três sessões ordinárias.
PSOL e Rede pedem cassação de Cunha por contas secretas na Suíça.


O prazo de três sessões ordinárias para que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), envie ao Conselho de Ética representação por quebra de decoro parlamentar contra ele próprio, protocolada por PSOL e Rede, deve terminar nesta semana.
O documento que pede a cassação do mandato do peemedebista foi protocolado no último dia 13, mas ainda não foi enviado ao conselho.
No Código de Ética da Câmara, o prazo limite para que esse despacho ocorra é de três sessões ordinárias no plenário da Casa.
Cunha decidiu que só enviará o documento depois de esgotado esse prazo. Até o final da semana passada, tinham sido realizadas duas sessões. A terceira está marcada para as 14h desta terça-feira (27).

Transcorrido esse prazo, a Mesa Diretora, presidida por Cunha, tem até o dia seguinte para entregar a representação ao Conselho de Ética, que poderá, então, instaurar procedimento de investigação.
Na representação contra o presidente da Câmara, PSOL e Rede argumentam que ele mentiu em depoimento à CPI da Petrobras, em março, quando disse que não tinha contas no exterior.
Em documento enviado pela Procuradoria Geral da República, o procurador-geral, Rodrigo Janot, confirmou que Cunha tem contas na Suíça.
Quando a representação contra Cunha chegar ao Conselho de Ética, será marcada uma reunião para escolha do relator, que deverá elaborar um relatório preliminar.
Nessa fase, o relator só analisa se foram cumpridos requisitos formais e se o autor da representação apresentou uma denúncia bem fundamentada.
O relatório preliminar, pela continuidade ou não do processo, é apresentado e votado no colegiado.
Se aprovada a continuidade, o relator abrirá prazo de dez dias para a defesa do deputado acusado e, depois, elabora um parecer recomendando absolvição, censura, suspensão ou cassação do mandato.
O relatório é, então, votado no Conselho de Ética. Toda essa tramitação no colegiado deve durar, no máximo, 90 dias.
Se aprovada alguma punição, o processo segue para o plenário. Eventual cassação do mandato precisa dos votos de pelo menos 257 dos 513 deputados.


Plenário da Câmara
No plenário, os deputados podem discutir o projeto de lei para regularizar recursos e imóveis não declarados no exterior para o Brasil, uma das medidas do pacote de ajuste fiscal do governo.
Também na pauta de votação há uma proposta para se estender o Bolsa Família para a adolescente gestante e solteira em situação de pobreza ou extrema pobreza.
O texto original fixava o pagamento mensal de R$ 50 para a gestante, que subiria para R$ 100 se ela comprovasse estar regularmente matriculada na escola.
A relatora da proposta, deputada Teresa Surita (PSB-MS), entendeu, porém, que a medida poderia ser “um incentivo à gravidez precoce” e retirou essa parte do texto.
Ela acabou acolhendo uma sugestão de outro projeto que tramitava junto e propôs em seu texto incluir a realização do exame citopatológico do colo do útero, conhecido como Papanicolau, entre as exigências para a concessão do benefício.
Atualmente, o Bolsa Família exige a comprovação, quando for o caso, de acompanhamento nutricional e de saúde, incluindo pré-natal, e a frequência escolar de 85% em estabelecimento de ensino regular.



Plenário do Senado
O primeiro item na pauta de votação dos senadores é a medida provisória que permite que empresas com dificuldades financeiras temporárias reduzam a jornada de trabalho dos funcionários, com a respectiva diminuição de salário.
O texto, já aprovado pela Câmara dos Deputados, cria o Programa de Proteção ao Emprego (PPE) e prevê que a jornada de trabalho pode ser reduzida em até 30% com a redução proporcional do salário pago pelo empregador.
Se os senadores aprovarem da forma como foi votado pela Câmara, o texto vai à sanção presidencial. Se houver mudança, a medida provisória deverá voltar para análise dos deputados.
O trecho mais polêmico do texto foi retirado pelos deputados. É o que estabelecia que as condições de trabalho combinadas em convenção ou acordo coletivo prevaleceriam sobre a legislação trabalhista, desde que não contrariassem ou inviabilizassem direitos previstos na Constituição e nas convenções da Organização Internacional do Trabalho (OIT).
Depois de os senadores votarem a medida provisória, pode ser colocado em votação o projeto que define crimes de terrorismo. Hoje a legislação brasileira não prevê esse crime.
Em caso de eventual atentado, os atos praticados seriam enquadrados com base em outros crimes, como homicídio doloso (intencional) e porte de arma de uso restrito, por exemplo.
No texto aprovado pela Câmara dos Deputados, um trecho gerou discordância entre os senadores – o que destaca que a proposta não se aplica a manifestações políticas, movimentos sociais, sindicais, religiosos, que tenham com o objetivo de defender direitos, garantias e liberdades constitucionais.
Na semana passada, o relator da proposta no Senado, senador Aloysio Nunes (PSDB-SP), apresentou seu relatório e retirou esse trecho. Ele argumenta, no documento, que, ao explicitar os conceitos de terror generalizado e de extremismo político, o projeto já "afasta por completo os temores de eventual criminalização de movimentos sociais com propósito legítimo".
Se a versão do senador for aprovada, o texto tem de retornar para nova votação na Câmara dos Deputados.


Fonte: g1.globo.com
 
 
 
posts bloguei Posts
Setembro de 2010 5  postagens    
Fevereiro de 2011 5  postagens    
Março de 2011 26  postagens    
Maio de 2011 19  postagens    
Julho de 2011 11  postagens    
Agosto de 2011 11  postagens    
Janeiro de 2012 19  postagens    
Julho de 2012 8  postagens    
Outubro de 2012 1  postagens    
Novembro de 2012 8  postagens    
Maio de 2013 4  postagens    
Junho de 2013 16  postagens    
Outubro de 2013 1  postagens    
Novembro de 2013 1  postagens    
Dezembro de 2013 1  postagens    
Janeiro de 2014 4  postagens    
Junho de 2014 9  postagens    
Agosto de 2014 1  postagens    
Setembro de 2014 1  postagens    
Novembro de 2014 1  postagens    
Dezembro de 2014 5  postagens    
Janeiro de 2015 7  postagens    
Fevereiro de 2015 36  postagens    
Março de 2015 19  postagens    
Abril de 2015 17  postagens    
Maio de 2015 29  postagens    
Junho de 2015 16  postagens    
Julho de 2015 44  postagens    
Agosto de 2015 73  postagens    
Setembro de 2015 214  postagens    
Outubro de 2015 238  postagens    
Novembro de 2015 198  postagens    
Dezembro de 2015 125  postagens    
Janeiro de 2016 70  postagens    
Fevereiro de 2016 125  postagens    
Março de 2016 126  postagens    
Abril de 2016 28  postagens    
Junho de 2016 1  postagens    
Todos os Posts
Categorias
0
Cemitérios
Cidades
Ciência
Cultura e Lazer
Dicas
Economia
Educação
Esporte
Gastronomia
Iphone
Meio Ambiente
Moda
Mundo
Natureza
Notícias
Parques
Planeta Bizarro
Política
Prefeituras
Saúde
Tecnologia
windows 10
 
Untitled Document