bloguei
  Eu blogo, tu blogas, ele bloga, nós blogamos e todos dão opinião.
bloguei Ribeirão Preto Dicas, Notícias e Muito mais...
 
 Catedral X Ônibus
Catedral e ônibus podem andar juntos?

Prefeitura de Ribeirão enfrenta resistência de 22 instituições à construção de estação de ônibus no quadrilátero da Igreja

A FAVOR

Transerp diz ter embasamento técnico e quer ‘seduzir’ usuários com conforto A rua Florêncio de Abreu é vista como estratégica para o trânsito de Ribeirão Preto pelos técnicos da Transerp. Por isso, o poder público persiste em, apesar da pressão, manter a estação em frente à Catedral.

“Não é teimosia, não é birra. É priorizar o transporte coletivo e a população. São questões técnicas, mas que estão sendo atacadas por interesses políticos”, diz o diretor de Transporte da Transerp, José Mauro de Araújo.

Ele ressalta que as obras em frente à igreja são “somente reforma e melhoria do abrigo de ônibus para dar maior conforto à população, sem aumentar o fluxo de veículos”. Atualmente, 38 linhas passam pelo local e, nos horários de pico, circulam 112 ônibus em uma hora - uma média de quase dois por minuto.

Tanto José Mauro quanto o analista de transporte da Transerp, Reinaldo Lapate, dizem que a mudança da estação para a Praça Carlos Gomes, como sugerido pela Ferp e igreja católica, causaria prejuízos aos usuários. “Aumentaria o tempo de percurso para quem vai em direção à avenida 9 de Julho”, dizem.

Ambos lembram, também, que o relatório da empresa Falcão Bauer, contratada pela própria igreja, não apontou que as vibrações dos ônibus causam danos à Catedral. Além disso, negam a falta de transparência da prefeitura, afirmando que a estação Catedral está prevista desde 2011, no contrato de concessão do transporte.

Apesar disso, nos bastidores, membros da prefeitura reconhecem que, por hora, estão perdendo a “guerra da propaganda” em relação à Estação da Catedral.

O Palácio Rio Branco aposta, entretanto, que a maré irá virar quando as estações das ruas Américo Brasiliense e Visconde de Inhaúma forem inauguradas.

Com elas, haverá maior segurança e rapidez no embarque, pois o pagamento será antes de subir ao ônibus e a entrada será, também, pelas portas laterais traseiras - a previsão é que cada passageiro leve dez segundos para embarcar hoje, tempo que seria reduzido para apenas um segundo.

As estações da rua Florêncio de Abreu continuarão com o embarque normal - pois o fluxo de passageiros é menor -, mas a Transerp aposta que o maior conforto seduzirá os usuários.

CONTRA
Entidades pedem transferência da estação para a praça Carlos Gomes
A união da igreja católica com as 22 entidades que compõem a Ferp (Fórum das Entidades de Ribeirão Preto), balizadas por um relatório da CEE (Comissão Especial de Estudos) da Câmara, tem mostrado força contra a construção da Estação Catedral.

“Se existem alternativas, por que não abraçá-las?” questiona José Anibal Laguna, diretor da Associação de Engenharia e Arquitetura de Ribeirão Preto e ex-secretário de Obras na última gestão de Welson Gasparini.

Ele foi o responsável por um relatório, entregue pela Ferp à Câmara e ao Ministério Público, no qual pede a mudança da Estação Catedral para a praça Carlos Gomes - onde existiu um Terminal até 1999.

Laguna explica que o tráfego de veículos pesados, em especial os ônibus, em frente à Catedral podem “não agravar tanto quanto tememos as estruturas da igreja, mas com certeza trará impactos negativos ao longo do tempo”.

Ele cita que todas as condições são desfavoráveis à Catedral, como o solo no qual está assentada, sua proximidade com a rua, as infiltrações e o peso da torre. “Nesse contexto, tirar as vibrações decorrentes dos ônibus é essencial”, explica.

O relatório da CEE da Catedral na Câmara, que foi presidido pelo vereador Rodrigo Simões (PP), também é contrário ao fluxo de ônibus no local. “Esta Comissão manifesta-se contrariamente ao projeto em referência, por entender que o local indicado é indubitavelmente inadequado para tal fim”, cita o documento.

O padre Francisco Jaber Zanardo Moussa ressalta que a igreja não é contra o transporte coletivo. “Queremos, apenas, que seja feito um planejamento adequado e transparente por parte da prefeitura”, diz, lembrando que, inicialmente, o Palácio Rio Branco anunciou que seria um terminal, e não uma estação de embarque de ônibus.

Além das vibrações, outros motivos são levados em consideração. No relatório da Ferp, há até menção de que a “emanação de gases e vapores dos escapamentos dos motores poderão corroer as pinturas e afrescos inestimáveis à história de Ribeirão”. “É uma agressão, uma irresponsabilidade, o poder público arriscar manter a circulação de ônibus”, diz Laguna.

Fonte: Jornal A Cidade.
 
 
 
posts bloguei Posts
Setembro de 2010 5  postagens    
Fevereiro de 2011 5  postagens    
Março de 2011 26  postagens    
Maio de 2011 19  postagens    
Julho de 2011 11  postagens    
Agosto de 2011 11  postagens    
Janeiro de 2012 19  postagens    
Julho de 2012 8  postagens    
Outubro de 2012 1  postagens    
Novembro de 2012 8  postagens    
Maio de 2013 4  postagens    
Junho de 2013 16  postagens    
Outubro de 2013 1  postagens    
Novembro de 2013 1  postagens    
Dezembro de 2013 1  postagens    
Janeiro de 2014 4  postagens    
Junho de 2014 9  postagens    
Agosto de 2014 1  postagens    
Setembro de 2014 1  postagens    
Novembro de 2014 1  postagens    
Dezembro de 2014 5  postagens    
Janeiro de 2015 7  postagens    
Fevereiro de 2015 36  postagens    
Março de 2015 19  postagens    
Abril de 2015 17  postagens    
Maio de 2015 29  postagens    
Junho de 2015 16  postagens    
Julho de 2015 44  postagens    
Agosto de 2015 73  postagens    
Setembro de 2015 214  postagens    
Outubro de 2015 238  postagens    
Novembro de 2015 198  postagens    
Dezembro de 2015 125  postagens    
Janeiro de 2016 70  postagens    
Fevereiro de 2016 125  postagens    
Março de 2016 126  postagens    
Abril de 2016 28  postagens    
Junho de 2016 1  postagens    
Todos os Posts
Categorias
0
Cemitérios
Cidades
Ciência
Cultura e Lazer
Dicas
Economia
Educação
Esporte
Gastronomia
Iphone
Meio Ambiente
Moda
Mundo
Natureza
Notícias
Parques
Planeta Bizarro
Política
Prefeituras
Saúde
Tecnologia
windows 10
 
Untitled Document