bloguei
  Eu blogo, tu blogas, ele bloga, nós blogamos e todos dão opinião.
bloguei Ribeirão Preto Dicas, Notícias e Muito mais...
 
 Ribeirão Preto é a 6ª cidade do estado que mais consumirá em 2015
Cada morador deve gastar R$ 26 mil até o final deste ano em diversos segmentos, despesas com a casa são as maiores
Até o final deste ano, cada ribeirão-pretano, como a funcionária pública Jacqueline Roberta Spina Caixe, 35, deverá gastar R$ 26.208,40, em consumo de produtos, alimentação, lazer e despesas da casa.

“É difícil ter esse controle rígido dos gastos antecipados, vamos consumindo conforme a necessidade e a capacidade”, diz Jacqueline, que junto com o marido administra as despesas da casa e dos dois filhos, de 13 e cinco anos. “Somos em quatro, então o consumo é alto mesmo.”

Esse potencial de consumo foi calculado pela pesquisa IPC Maps 2015, da IPC Marketing Editora, que traça o perfil dos consumidores em todo País.

Para este ano, Ribeirão tem um potencial de consumo de R$ 17,44 bilhões, 7% a mais do que no ano passado. Quanto ao ranking nacional e estadual, neste ano, o município manteve as posições, 21ª e 6ª, respectivamente.

De acordo com Marcos Pazzini, diretor da IPC Marketing e responsável pelo estudo, o crescimento de Ribeirão está diretamente ligado aos investimentos. “Ribeirão é uma das cidades-polo do interior, com características que têm atraído a atenção de investimentos e abertura de empresas, que tentam ‘fugir’ dos custos das capitais.”

A pesquisa IPC Maps mostra ainda que o potencial de consumo por habitante urbano de Ribeirão é maior do que o potencial de todo o Estado (R$ 22,9 mil), e também do Brasil (R$ 20 mil).

Para Pazzini, os valores mais altos em Ribeirão mostram que a cidade tem uma maior concentração de domicílios das classes A e B e uma maior propensão à aceitação de produtos mais caros.

Números

Ainda segundo o estudo do IPC Maps 2015, a potencialidade de consumo dos brasileiros deve chegar a R$ 3,730 trilhões neste ano, apresentando um crescimento de cerca de 14,3% nominais sobre 2014, quando registrou R$ 3,262 trilhões. Já no Estado de São Paulo, essa previsão é que ultrapasse R$ 1 trilhão.

Análise - Ribeirão atrai consumo de alto padrão

Ribeirão Preto é uma cidade que atrai muito consumo e tem o predomínio de domicílios nas classes A e B. Tudo isso favorece seu crescimento, pois significa que a população tem uma predisposição maior à aceitação de produtos de maior valor agregado, de alto padrão. Além disso, Ribeirão é uma cidade pouco industrial, mas que favorece o setor de comércio e serviços.

Assim, ela atrai não só os consumidores da cidade, mas também de toda a região. De certa forma, Ribeirão tem absorvido com muita frequência novas formas de pensar o consumidor. Com isso, ela se torna, cada vez mais, uma cidade forte e com potencial de crescimento e em que se mantém um nível de investimento satisfatório. Sem dúvidas, o município tem força para atrair investimentos e tende a ser uma economia ideal. Fred Guimarães, economista da Acirp

Gastos com a casa e alimentação lideram

Segundo a pesquisa IPC Maps 2015, a manutenção do lar assume o primeiro lugar no ranking dos gastos gerais dos ribeirão-pretanos, o que inclui despesas com prestação do imóvel, aluguel, água, luz, gás e impostos como IPTU.

Para a funcionária pública Jacqueline Roberta Spina Caixe, o marido e os dois filhos não são diferentes. “São as contas fixas que mais pesam.”

Em segundo lugar dos gastos, tanto na pesquisa quanto para a família de Jacqueline, estão os gastos com alimentação, tanto em domicílio quanto fora.

“Mas temos de colocar em uma balança esses gastos. São programas para o final se semana e sempre avaliamos se cabe no orçamento”, explica ela.

Juntos, esses setores devem movimentar mais de R$ 7,6 bilhões este ano em Ribeirão. Além do lazer, que tem potencial para movimentar R$ 557 milhões neste ano. “Os gastos com lazer também são avaliados, muitas vezes a melhor opção é um programa ao ar livre.”

Tendência

Para Marcos Pazzini, diretor da IPC Marketing, Ribeirão é uma cidade que está em constante crescimento. “E ao persistir esse cenário de deslocamento de investimentos e abertura de novas empresas nas cidades-polo do interior, Ribeirão tem condições de alcançar posição de destaque no ranking nesses próximos anos”, conclui.
 
 
 
posts bloguei Posts
Setembro de 2010 5  postagens    
Fevereiro de 2011 5  postagens    
Março de 2011 26  postagens    
Maio de 2011 19  postagens    
Julho de 2011 11  postagens    
Agosto de 2011 11  postagens    
Janeiro de 2012 19  postagens    
Julho de 2012 8  postagens    
Outubro de 2012 1  postagens    
Novembro de 2012 8  postagens    
Maio de 2013 4  postagens    
Junho de 2013 16  postagens    
Outubro de 2013 1  postagens    
Novembro de 2013 1  postagens    
Dezembro de 2013 1  postagens    
Janeiro de 2014 4  postagens    
Junho de 2014 9  postagens    
Agosto de 2014 1  postagens    
Setembro de 2014 1  postagens    
Novembro de 2014 1  postagens    
Dezembro de 2014 5  postagens    
Janeiro de 2015 7  postagens    
Fevereiro de 2015 36  postagens    
Março de 2015 19  postagens    
Abril de 2015 17  postagens    
Maio de 2015 29  postagens    
Junho de 2015 16  postagens    
Julho de 2015 44  postagens    
Agosto de 2015 73  postagens    
Setembro de 2015 214  postagens    
Outubro de 2015 238  postagens    
Novembro de 2015 198  postagens    
Dezembro de 2015 125  postagens    
Janeiro de 2016 70  postagens    
Fevereiro de 2016 125  postagens    
Março de 2016 126  postagens    
Abril de 2016 28  postagens    
Junho de 2016 1  postagens    
Todos os Posts
Categorias
0
Cemitérios
Cidades
Ciência
Cultura e Lazer
Dicas
Economia
Educação
Esporte
Gastronomia
Iphone
Meio Ambiente
Moda
Mundo
Natureza
Notícias
Parques
Planeta Bizarro
Política
Prefeituras
Saúde
Tecnologia
windows 10
 
Untitled Document