bloguei
  Eu blogo, tu blogas, ele bloga, nós blogamos e todos dão opinião.
bloguei Ribeirão Preto Dicas, Notícias e Muito mais...
 
 Cemitério Santo Amaro de Pernambuco
 O plano urbanístico do atual Cemitério Santo Amaro é de autoria do engenheiro, arquiteto e urbanista francês Louis Léguer Vauthier que esteve no Brasil de 1840 a 1846 e tornou-se engenheiro da Repartição de obras públicas da cidade de Recife. Foi responsável por várias obras, dentre elas: Teatro Santa Isabel; Mercado São José; Prefeitura de Recife; Fundação Joaquim Nabuco. A planta do cemitério é composta por alamedas que convergem para a praça, onde está sediada uma grande capela. Está sediado na Av. Marquês Pombal nº 1851. Formam-se, assim, quadrados poligonais e triangulares cujas orlas são ocupadas pelo loteamento de jazigos nobres e por mausoléus coletivos de irmandades, ficando as áreas centrais reservadas para as covas rasas. O seu paisagismo geometrizado é composto por arvores nativas e palmeiras imperiais, plantadas de tal forma que se pode detectar o contraste entre as grandes massas de verdes com os túmulos monumentais e as sepulturas caiadas (Valladares, 1972, p.1103). 

Aqui estão enterrados barões, políticos, “novos ricos”, escravos e pessoas menos abastadas do estado de Pernambuco. Dentre estes citamos: Joaquim Nabuco, Barão D´Ouricury, Barão de Itamaracá, Barão de Mecejana, Comendador Manoel Bernardo da Silva, Família Moreira Alves, Manoel Borba, Gaspar de Menezes Vasconcellos de Drummond, Agamenon Magalhães, Othon Bezerra de Mello. 

Trata-se de um dos poucos cemitérios brasileiros instalados no século XIX que seguiu um plano urbanístico bem elaborado, idealizado conforme o padrão europeu. Adotou-se um paisagismo peculiar, plantando por entre as alamedas árvores nativas como a mangueira e o jambeiro. Dentre as várias e belas esculturas datadas do século XIX e XX, atentar para A Virtude – escultura de bronze, mulher altiva, tem como um dos atributos o cacto – planta típica do nordeste. Ela está instalada no tumulo da Família Magalhães. Destacamos também a instalação de vários mausoléus coletivos para atender necessidades de ordens religiosas e civis. Ali existe um “Museu a céu aberto” completo de arte funerária que apresenta desde modelos neoclássicos e góticos importados da Europa , perpassando pelos estilos art nouveau, art déco e moderno, até chegar nos túmulos de feitura simples, decorados com flores de plástico. Diante desta riqueza arquitetônica, urge restaurar e preservar esta memória recifense. 
 
 
 
posts bloguei Posts
Setembro de 2010 5  postagens    
Fevereiro de 2011 5  postagens    
Março de 2011 26  postagens    
Maio de 2011 19  postagens    
Julho de 2011 11  postagens    
Agosto de 2011 11  postagens    
Janeiro de 2012 19  postagens    
Julho de 2012 8  postagens    
Outubro de 2012 1  postagens    
Novembro de 2012 8  postagens    
Maio de 2013 4  postagens    
Junho de 2013 16  postagens    
Outubro de 2013 1  postagens    
Novembro de 2013 1  postagens    
Dezembro de 2013 1  postagens    
Janeiro de 2014 4  postagens    
Junho de 2014 9  postagens    
Agosto de 2014 1  postagens    
Setembro de 2014 1  postagens    
Novembro de 2014 1  postagens    
Dezembro de 2014 5  postagens    
Janeiro de 2015 7  postagens    
Fevereiro de 2015 36  postagens    
Março de 2015 19  postagens    
Abril de 2015 17  postagens    
Maio de 2015 29  postagens    
Junho de 2015 16  postagens    
Julho de 2015 44  postagens    
Agosto de 2015 73  postagens    
Setembro de 2015 214  postagens    
Outubro de 2015 238  postagens    
Novembro de 2015 198  postagens    
Dezembro de 2015 125  postagens    
Janeiro de 2016 70  postagens    
Fevereiro de 2016 125  postagens    
Março de 2016 126  postagens    
Abril de 2016 28  postagens    
Junho de 2016 1  postagens    
Todos os Posts
Categorias
0
Cemitérios
Cidades
Ciência
Cultura e Lazer
Dicas
Economia
Educação
Esporte
Gastronomia
Iphone
Meio Ambiente
Moda
Mundo
Natureza
Notícias
Parques
Planeta Bizarro
Política
Prefeituras
Saúde
Tecnologia
windows 10
 
Untitled Document