bloguei
  Eu blogo, tu blogas, ele bloga, nós blogamos e todos dão opinião.
bloguei Ribeirão Preto Dicas, Notícias e Muito mais...
 
 História do Cemitério São Pantaleão de Maranhão
 A cidade de São Luís foi fundada por franceses, depois invadida por holandeses e finalmente colonizada por portugueses. O resultado foi uma mistura única de influências que gerou um mosaico histórico como poucos outros no Brasil. Reconhecida pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade, esta cidade é um museu ao ar livre, uma viagem de volta ao passado, e a certeza de um passeio memorável.

Até o final do século passado, São Luís era apelidada de Atenas Brasileira, graças ao alto nível cultural de sua população. Ela guarda como herança da forte colonização lusitana a maior área de arquitetura colonial portuguesa existente no Brasil. São mais de 3500 edificações dos séculos XVIII e XIX na parte histórica da cidade.

O primeiro cemitério de São Luís, nos moldes europeus de sepultamentos próximos às igrejas, foi estabelecido pela Irmandade da Misericórdia que era responsável pelo auxilio aos doentes, e pelo sepultamento de negros, escravos, miseráveis e condenados à morte, desde 1623. Os sepultamentos de comerciantes e de pessoas ligadas ao poder administrativo se davam, dentro das igrejas, ou no máximo nas suas proximidades.

A partir do século XIX houve uma sucessão de construções de cemitérios na cidade, administrados por ordens religiosas e pelo município. Somente após a Proclamação da República com a obrigatoriedade da secularização dos cemitérios é que a administração pública assumiu em definitivo o Cemitério do Gavião (1855), oficialmente Cemitério de São Pantaleão.
Pode-se considerar o Cemitério de São Pantaleão como um exemplo de “Museu a céu aberto”. Lá encontramos a Capela São José; uma série de esculturas em mármore de Carrara decorrentes dos estilos Neoclássico, Realismo, Art Nouveau, e Art Déco. O turista atento deve visitá-lo para descobrir o quanto a arte funerária deste local nos ajuda a compreender nossa própria existência de vida.

Cronologia:

1535 - A divisão do país em capitanias hereditárias deu ao tesoureiro João de Barros a primeira oportunidade de colonizar a região.

1550 - Fundada a cidade de Nazaré, provavelmente onde hoje é São Luís, que acabou sendo abandonada devido à resistência dos índios e a dificuldade de acesso à ilha.

1612 - Daniel La Touche, conhecido como Senhor de La Ravardière, acompanhado de cerca de 500 homens, chegou à região para fundar a França Equinocial e realizar o sonho francês de se instalar na região dos trópicos. Uma missa rezada por capuchinos e a construção de um forte marcaram a data de fundação da nova cidade: 8 de setembro.

1615 - Comandada por Alexandre de Moura, a tropa lusitana expulsou os franceses e Jerônimo de Albuquerque foi destacado para comandar a cidade. Dos fundadores restou o nome de São Luís, uma homenagem ao rei francês Luís XIII, estranhamente mantida pelos portugueses.

1620 - Açorianos chegaram à cidade. A plantação da cana-de-açúcar para produção de açúcar e aguardente tornou-se então a principal atividade econômica na região.

1623 – A irmandade da Misericórdia administrava a morte de seus fiéis que eram enterrados próximos à Igreja da Misericórdia, atual Praça Pedro II. Este foi o primeiro cemitério da cidade.

1641 - Foi a vez dos holandeses de Maurício de Nassau, que já comandavam Pernambuco, tomarem a cidade. Preocupado com o isolamento geográfico e os constantes ataques à região, o governo colonial decidiu então fundar o Estado do Maranhão e Grão Pará, independente do resto do país.

1682 - A criação da Companhia de Comércio do Estado do Maranhão integrou a região ao grande sistema comercial mantido por Portugal. As plantações de cana-de-açúcar, cacau e tabaco eram agora voltadas para exportação. Tornou-se viável a compra de escravos africanos.

1690 – Construção da Igreja Matriz.

1699 – Construção da Igreja do Desterro, erguida no mesmo local onde os primeiros colonizadores fizeram uma capela em devoção a Nossa Senhora do Desterro.

1755 - Fundação da Companhia Geral do Comércio do Grão Pará. Com a proibição do uso de escravos indígenas e o aumento das plantações, sobe muito o número de escravos negros.

1755-77 - Canalização da rede de água e esgotos e a construção de fontes pela cidade.

1780 – Construção da Praça do Comércio, na Praia Grande, que se torna centro da ebulição econômica e cultural de São Luís. Tecidos, móveis, livros e produtos alimentícios, como o azeite português e a cerveja da Inglaterra, eram algumas das novidades vindas do velho continente.

1801 – Instalação do segundo cemitério no Canto da Viração, administrado pelos órgãos públicos.

1804 – O Cemitério Municipal Canto da Viração, passou a ser administrado pela Irmandade de Misericórdia.
1805 – Instalação do terceiro cemitério: Cemitério Novo da Misericórdia, atrás da Igreja São José.

1815 – Fechamento do Cemitério Velho da Misericórdia.

1817 – Instalação do quarto cemitério: Cemitério dos Ingleses não-católicos, financiado pela Coroa Britânica.

1841 – Inauguração do quinto cemitério: Cemitério da Santa Cruz dos Passos de Nosso Senhor Jesus Cristo, localizado na Quinta do Machadinho.

1855 – Fundação do sexto cemitério: Cemitério de São José da Misericórdia, na Quinta do Gavião, atual Cemitério de São Pantaleão. Neste mesmo ano foi desativado o Cemitério Novo da Misericórdia.

1997 – São Luis foi reconhecido pela UNESCO (órgão das Nações Unidas) como Patrimônio Histórico da Humanidade.
 
 
 
posts bloguei Posts
Setembro de 2010 5  postagens    
Fevereiro de 2011 5  postagens    
Março de 2011 26  postagens    
Maio de 2011 19  postagens    
Julho de 2011 11  postagens    
Agosto de 2011 11  postagens    
Janeiro de 2012 19  postagens    
Julho de 2012 8  postagens    
Outubro de 2012 1  postagens    
Novembro de 2012 8  postagens    
Maio de 2013 4  postagens    
Junho de 2013 16  postagens    
Outubro de 2013 1  postagens    
Novembro de 2013 1  postagens    
Dezembro de 2013 1  postagens    
Janeiro de 2014 4  postagens    
Junho de 2014 9  postagens    
Agosto de 2014 1  postagens    
Setembro de 2014 1  postagens    
Novembro de 2014 1  postagens    
Dezembro de 2014 5  postagens    
Janeiro de 2015 7  postagens    
Fevereiro de 2015 36  postagens    
Março de 2015 19  postagens    
Abril de 2015 17  postagens    
Maio de 2015 29  postagens    
Junho de 2015 16  postagens    
Julho de 2015 44  postagens    
Agosto de 2015 73  postagens    
Setembro de 2015 214  postagens    
Outubro de 2015 238  postagens    
Novembro de 2015 198  postagens    
Dezembro de 2015 125  postagens    
Janeiro de 2016 70  postagens    
Fevereiro de 2016 125  postagens    
Março de 2016 126  postagens    
Abril de 2016 28  postagens    
Junho de 2016 1  postagens    
Todos os Posts
Categorias
0
Cemitérios
Cidades
Ciência
Cultura e Lazer
Dicas
Economia
Educação
Esporte
Gastronomia
Iphone
Meio Ambiente
Moda
Mundo
Natureza
Notícias
Parques
Planeta Bizarro
Política
Prefeituras
Saúde
Tecnologia
windows 10
 
Untitled Document