bloguei
  Eu blogo, tu blogas, ele bloga, nós blogamos e todos dão opinião.
bloguei Ribeirão Preto Dicas, Notícias e Muito mais...
 
 Bosque de Ribeirão Preto inaugura aquário com 56 espécies brasileiras
Nove tanques levaram quatro anos para serem construídos no zoológico.
Local está aberto para visitação de quarta-feira a domingo das 9h às 17h.

Após quatro anos em construção, o áquario do Bosque e Zoológico Municipal Fábio Barreto em Ribeirão Preto (SP) foi inaugurado nesta quarta-feira (16). Os tanques têm juntos 300 metros quadrados e abrigam cerca de mil peixes de 56 espécies. A visitação é gratuita e acontece de quarta a domingo, das 9h às 17h.
O diretor do bosque, Alexandre Gouvêa, afirma que o aquário comporta 186,5 mil litros de água e será utilizado em programas de educação ambiental, para tratar de temas como biodiversidade, destruição de matas ciliares e queimadas próximas a rios.

“Nós temos que conhecer para preservar, este é o objetivo. Vamos oferecer conhecimento aos alunos que venham ao bosque através das escolas e para a população em geral, para que em um futuro próximo a gente consiga preservar nossas águas também”, diz.

Ao todo, o aquário conta com recinto para jacaré do Pantanal, sucuris da Amazônia, peixes de água doce das bacias Amazônica, do Prata e do Araguaia/Tocantins, peixes carnívoros, ornamentais acarás amazônicos e ciclídeos das américas.

Gouvêa afirma que foi necessário estruturar o novo local com bombas, sistema de filtragem e temperatura da água, além de instalação de ventiladores nas áreas técnica e de visitação.

“Nós obtivemos autorização de manejo a partir do mês de setembro. Cada tanque é um ecossistema e há alguns parâmetros para serem cumpridos, desde oxigênio dissolvido na água, PH, temperatura e índices de amônia, nitrito e nitrato”, explicou Gouvêa.

Serviço - Aquário do Bosque e Zoológico Municipal Fábio Barreto
Local: Rua da Liberdade, s/n - Campos Elísios
Funcionamento: de quarta a domingo, das 9h às 17h
Entrada: Gratuita


Fonte: http://g1.globo.com/
 
 
 Operação Emergencial de Tapa Buracos tem início nesta sexta em Ribeirão Preto
A Secretaria de Infraestrutura dá início nesta sexta-feira (18), a operação emergencial Tapa-Buracos, que tem como objetivo melhorar a malha viária, assegurando a fluidez no trânsito e mais segurança aos motoristas. A operação atenderá inicialmente regiões como a marginal da avenida Bandeirantes, avenidas Marechal Costa e Silva, Thomaz Alberto Whately, Presidente João Goulart, Áurea Bragheto (City Ribeirão), além de ruas do bairro Jardim Nova Aliança e Centro.

Os reparos vão priorizar os buracos ocasionados pelas chuvas ou ainda pelo tempo de vida útil do asfaltamento da cidade, em alguns casos, comprometidos devido ao longo período de utilização, cerca de 40 anos. Serão sete equipes envolvidas na operação, que terá continuidade no final de semana. Conforme explica o secretário de Infraestrutura, Osvaldo Braga, na operação será utilizada a massa asfáltica de Concreto Betuminoso Usinado à Quente, que garante a durabilidade do serviço. O material é utilizado a uma temperatura de 160 C°, o que permite uma melhor fixação da massa na via.

“O objetivo é intensificar as ações, já que o asfalto antigo e as chuvas contribuem para que novos buracos se abram nas vias. A aplicação da massa asfáltica quente garante a secagem mais rápida, o que permite melhor qualidade do serviço realizado e maior agilidade em cada etapa do processo”, explicou Braga, lembrando que a operação Tapa Buracos é uma ação permanente e atende todas as regiões do município.

Desenvolve São Paulo

Em audiência com o presidente da Desenvolve SP, Milton Luiz de Melo, no último dia 10 de dezembro, a prefeita Dárcy Vera (PSD) conseguiu a prorrogação do prazo do projeto de recapeamento das ruas e avenidas. A prorrogação foi necessária, segundo a prefeita, porque a empresa não conseguiu terminar a obra. “Nós conseguimos prorrogar o contrato por mais 90 dias e com isso poderemos atender várias regiões da cidade”, explicou ela. O contrato com a Desenvolve SP prevê o recapeamento de 76 quarteirões em várias regiões da cidade. A empresa que estava executando a obra fez apenas 14 quarteirões, o que representa 19,76% do total. Uma nova licitação já está em andamento.

Fonte: Prefeitura de Ribeirão Preto
 
 
 Promotor propõe TAC contra lucro abusivo em postos de Ribeirão Preto
Sincopetro tem 30 dias para dar resposta, mas considera redução inviável.
Mesmo sem acordo, alguns postos já serão alvos de ações, segundo MP.

Representantes do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado de São Paulo (Sincopetro) de Ribeirão Preto (SP) têm 30 dias para confirmar se assinarão um termo de ajustamento de conduta (TAC) proposto pelo Ministério Público para reduzir os preços dos combustíveis na cidade.
O acordo foi apresentado nesta quarta-feira (16) pelo promotor do Consumidor Carlos Cézar Barbosa durante uma audiência sobre o lucro excessivo praticado pelos postos da cidade em comparação com outros municípios, segundo investigação do próprio Ministério Público.
Com ou sem acordo, alguns dos estabelecimentos serão alvos de ações civis públicas devido à cobrança considerada abusiva. 

O inquérito foi concluído por Barbosa no início de dezembro após quase dois anos de uma investigação que apontou uma diferença de até R$ 0,70 entre o preço de custo e o de revenda no etanol e na gasolina, além de indícios de um cartel organizado supostamente mantido para alinhar os preços na cidade.
A apuração criminal sobre esse alinhamento é conduzida pela Polícia Civil, que investiga a prática de crimes contra a ordem econômica, bem como a suspeita de coação.

Uma lista protocolada pelo Procon nesta quarta-feira ao MP corrobora a existência de cartel, ao relacionar ao menos 40 postos da cidade praticando o mesmo preço para os combustíveis.

O sindicato, que nega o alinhamento de preços, informou que apresentará aos donos de postos a proposta do Ministério Público, mas de antemão confirmou que a redução é inviável.
Ajustamento de conduta
Barbosa explica que realizou a audiência com a intenção de ouvir dos representantes as razões para o lucro abusivo nos postos.

Segundo ele, um levantamento do Ministério Público feito em 15 cidades com mais de 200 mil habitantes do Estado mostrou que a margem de ganho em Ribeirão Preto é de 23% a 24%, quando em outras localidades a média não ultrapassa os 15,5%.
Na reunião, de acordo com o promotor, o Sincopetro culpou os custos operacionais e a qualidade do serviço prestado na cidade.
"Não nos convencemos com essa explicação, obviamente porque não acreditamos que em outros municípios os postos não têm o mesmo conforto que em Ribeirão Preto. Não acreditamos que em municípios como Campinas (SP), Santos (SP), São Paulo (SP), Sorocaba (SP), Piracicaba (SP) os postos não tenham atendimento tão bom quanto daquele prestado aqui", afirmou.
Diante disso, o promotor propôs a assinatura de um termo de ajustamento de conduta em que os proprietários dos postos se comprometam a reduzir os valores cobrados. A margem seria reduzida para 18%, de acordo com o Sincopetro.

O sindicato tem até 15 de janeiro para dar uma resposta. Caso o TAC não seja assinado, o promotor pretende ajuizar ações.
"Haverá um agravante em desfavor dos comerciantes que é o dano moral à coletividade. Será um dos pedidos além daquele de redução da margem de lucro."
Independente da assinatura do TAC, alguns postos da cidade, segundo o promotor, deverão ser acionados judicialmente devido aos valores constatados.
"O prazo estipulado para comprovação de que o sindicato fez esse trabalho de comunicação é um prazo um pouco elástico. Então vamos iniciar o ajuizamento de algumas ações contra postos que estão tendo lucro exagerado, como por exemplo R$ 0,85 em um litro de etanol. Isso é inadmissível. Esses nós já vamos reprimir desde logo."
Procon denuncia alinhamento
Também durante a tarde desta quarta-feira, o coordenador do Procon de Ribeirão Preto, Paulo Garde, entregou ao promotor do Consumidor um levantamento que relaciona grupos de postos que praticam os mesmos valores dos combustíveis.

Em um deles, foram listados 40 estabelecimentos com as mesmas tarifas. Para Garde, a relação comprova que existe um alinhamento na cidade, prejudicial ao consumidor.
"Encontramos essa igualdade de preços, é muito estranho. A gente percebe que não há uma concorrência efetiva na venda dos combustíveis, isso pra nós não é muito bom."
Segundo o promotor, a questão relacionada à suspeita de cartel e suas consequências criminais ficarão a cargo da polícia, para que o MP centre as atenções na redução dos valores.
"Nós fizemos uma força-tarefa agora. Deixamos essa investigação a respeito do cartel por conta das autoridades policiais", afirmou Barbosa.

Sincopetro
Após a audiência, o diretor regional do Sincopetro, Adolfo Silvério de Oliveira Neto, confirmou que repassará a proposta de TAC aos postos, mas não garantiu que haverá acordo.
"Vai depender de cada revendedor, de seu custo operacional. O sindicato simplesmente vai levar a informação aos revendedores", disse.
Sustentando o argumento de que os custos operacionais em Ribeirão Preto são maiores do que em outras cidades, ele diz a redução para a margem bruta de 18% não é possível. "Não dá para pagar os custos. Não é viável."
Questionado sobre a suspeita de alinhamento levantada pelo MP e pelo Procon, Oliveira Neto negou a existência de um cartel na cidade e atribuiu os preços similares a possíveis gastos semelhantes.
"Isso não é verdade. Há vários postos em Ribeirão Preto, há várias opções de preços de acordo com custo operacional de cada um."

Fonte: http://g1.globo.com/
 
 
 Buracos em avenida de Ribeirão Preto desafiam até ex-piloto profissional
Atleta afirma que é difícil enfrentar 'crateras' na marginal da Bandeirantes.
Problemas no asfalto foram apontados por reportagem da EPTV em março.

As “crateras” na marginal da Avenida Bandeirantes, na zona oeste de Ribeirão Preto (SP), são alvos de reclamações recorrentes dos motoristas há pelo menos nove meses. Nem mesmo o ex-piloto de acrobacias automotivas Noel de Carvalho, que utiliza o trecho diariamente, diz ser possível enfrentar os buracos no asfalto.
“Trabalhei oito anos como piloto e é difícil pilotar aqui. Eu fazia acrobacia, derrapagem com carros, andava em duas rodas, trabalhei muitos anos com isso e, realmente, é difícil passar aqui. O negócio é 'punk'”, reclamou.

Em março, a reportagem da EPTV já havia mostrado que os veículos invadem a contramão, já que o trecho é de mão dupla, para desviar de buracos e vazamentos, o que aumenta o risco de acidentes no local, que é uma das principais entradas da cidade.
Na época, a Secretaria de Infraestrutura informou que tomaria as providências necessárias. Nesta quarta-feira (16), a pasta comunicou por meio de nota que o endereço será incluído na programação das ruas que receberão manutenção.

Situação crítica
Após nove meses da primeira cobrança, a situação do asfalto na marginal da Bandeirantes piorou muito. Pelo menos é o que afirmaram os motoristas entrevistados, que trafegam pelo local diariamente, como o ex-piloto.
Carvalho disse que já testemunhou acidentes no trecho provocados pelos buracos e que, em uma ocasião, quase atropelou um motociclista, ao tentar desviar de uma “cratera” que ocupava as duas faixas da via.
“Meu carro está cheio de barulho, amortecedor estourado, estoura pneu, suspensão. E quem fica com o prejuízo sou eu. Essa prefeita é nota zero”, criticou o ex-piloto, que há 30 anos mora em Ribeirão Preto e, atualmente, trabalha como comerciante.
A reclamação de Carvalho é compartilhada pelo auxiliar de serviços gerais Paulo Souza, que vai para o trabalho todos os dias de bicicleta e contou que quase foi atropelado por um motorista, que tentava desviar de um buraco no asfalto e invadiu a contramão.
“Os carros desviam e, para não cair no buraco, preferem atropelar a gente. Um dia, um cara desviou do buraco, para não bater no buraco, jogou o carro em cima de mim, eu podia até ser atropelado”, afirmou.

Outros problemas
Além dos buracos, outros problemas apontados pelos motoristas são o mato alto no canteiro e vazamentos de água e esgoto, que acabam encobrindo os defeitos no asfalto. O resultado é um “zigue-zague” constante de veículos na marginal, no sentido bairro-Centro.
“Se bobear, quebra até o ônibus nesses buracos. Tem que passar com cuidado, desviando, não está fácil. Sem contar o risco de acidente, porque a gente tem que sair na contramão para desviar”, disse o motorista Arcangelo Resende de Souza.

Serviço programado
Em nota, a Secretaria de Infraestrutura informou que a operação emergencial de "tapa-buracos" iniciada esta semana priorizará corredores de ônibus e avenidas. Somente depois disso, o trabalho será direcionado aos bairros. Entretanto, a marginal da Bandeirantes será incluída entre os endereços programados para receber manutenção asfáltica.
Em relação aos vazamentos apontados na reporagem, o Departamento de Água e Esgoto de Ribeirão Preto (Daerp) informou que será feito um coletor no local "no início do próximo ano".
O mesmo comunicado informou também que uma equipe da Coordenadoria de Limpeza Urbana irá ao local nesta quarta-feira (16) para analisar a situação.
"Como neste momento outras áreas de maior circulação de motoristas e de pedestres, que estavam na programação estão tendo prioridade, a previsão para podar o mato alto é até a primeira quinzena de janeiro", consta na nota.


Fonte: http://g1.globo.com/
 
 
 Ribeirão Preto ganha maior aquário municipal do interior do Estado
Uma nova atração já pode ser conferida pelos visitantes do Bosque Zoológico Fábio Barreto. Foi inaugurado na manhã desta quarta-feira, dia 16, o aquário municipal com mais de mil peixes de 56 espécies, distribuídos em nove tanques. O espaço servirá de apoio para projetos de educação ambiental desenvolvidos no município, levando conhecimento das características culturais e ambientais.

Os recursos investidos são oriundos da Secretaria Municipal de Educação, por meio do Programa Integrado de Educação Ambiental, que capacita professores e educadores quanto à ecologia, contribuindo com a preservação dos ambientes aquáticos. “Trata-se de mais um investimento nas ações de incremento à educação do município. Uma conquista, não somente para a rede municipal de educação, mas para toda a cidade que passa a contar com uma ampla estrutura que garante o conhecimento da biodiversidade aquática”, destacou a prefeita Dárcy Vera.

Estrutura - Juntos, os tanques somam 300 metros quadrados e armazenam 186,5 mil litros de água. Os tanques abrigarão: o recinto do Jacaré do Pantanal, o recinto das Sucuris da Amazônia, os tanques Amazônico, de água doce para peixes da Bacia Amazônica, de Peixes da Bacia do Prata, de Peixes Bacia do Araguaia /Tocantins, de Água Doce para Peixes Carnívoros Predadores dos Rios Brasileiros, Peixes Ornamentais Acarás Amazônicos e Peixes Ornamentais Ciclídeos das Américas.

“A expectativa é muito positiva quanto ao fomento do Programa Integrado de Educação Ambiental, capacitando os educadores, além de trabalharmos com os ecossistemas e os impactos das ações do homem sobre o meio ambiente”, destacou o chefe de seção do Bosque Zoológico Municipal Ribeirão Preto, Alexandre Gouvêa, acompanhado pelos secretários de Meio Ambiente, Daniel Gobbi; Educação, Ângelo Invernizzi; Obras, Abranche Fuad Abdo e pelos vereadores Capela Novas, Cícero Gomes, André Luiz da Silva, Maurílio Romano e Walter Gomes.

“O bosque zoológico é um laboratório a céu aberto, que permite muitas novas experiências aos alunos”, destacou Invernizzi, lembrando que o PIEA - Programa Integrado de Educação Ambiental- é considerado referência no Estado de São Paulo.

Adaptação - Para a implantação dos tanques foi necessário estruturar o local com bombas, sistema de filtragem de água, instalação de ar condicionado, devidamente dimensionado, na administração, na área técnica e área de visitação, visando promover a manutenção da temperatura da água e o bom funcionamento dos equipamentos elétricos e o conforto dos visitantes. Tanques para apoio também foram instalados na área interna do aquário. Esses tanques serão usados para a quarentena dos peixes que necessitarem, antes de serem colocados junto aos demais no tanque.

Estabilização - Após a entrega das obras do aquário municipal, o local passou pelo processo de estabilização e biologia da água, medida necessária para que os tanques pudessem receber os peixes.


Fonte: Prefeitura de Ribeirão Preto
 
 
 Toque de Coragem será exposta na Unimed Ribeirão Preto
“Toque de Coragem” será exposta na Unimed Ribeirão Preto

Exposição produzida pela Revide recebeu milhares de pessoas no Shopping Iguatemi e mostra mulheres que venceram a batalha contra o câncer de mama

A mostra de fotografia “Toque de Coragem”, produzida pela Revide, recebeu milhares de visitantes no Shopping Iguatemi, no mês de novembro. Mas quem não teve a oportunidade de conferir as fotos de Lídia Muradás que retratam mulheres que venceram a batalha contra o câncer de mama, agora há outra oportunidade: as imagens serão expostas na Unimed Ribeirão Preto, localizada na Avenida Itatiaia, 1150. 

Composta por 22 imagens e histórias diferentes, a mostra traz garra e grandeza de mulheres que enfrentaram o difícil tratamento da doença. Com força de vontade e fé, elas foram vitoriosas nessa batalha contra o câncer de mama e hoje se transformaram em inspirações para outras mulheres que passam pelo mesmo tratamento.

Além da exposição, a Revide também promoveu um caderno especial sobre o câncer de mama e seu tratamento, em que especialista falam da prevenção, diagnóstico e cura da doença.  A revista traz também as fotos da exposição e as histórias de cada uma das mulheres.

O coquetel de lançamento da exposição na Unimed Ribeirão Preto será realizado nesta quarta-feira, 16, às 19h30. As fotos estarão expostas até o fim de dezembro. Em janeiro, a mostra irá para o Hospital São Lucas.

Fonte: revide.com.br
 
 
 CEU das Artes completa um ano em Ribeirão Preto
O CEU das Artes de Ribeirão Preto (Centro de Arte e Esporte Unificado) completa um ano de funcionamento e já mudou a vida da comunidade. O local oferece aulas gratuitas de informática, teatro, violão, teclado, musicalização, dança de rua, cursos profissionalizantes, artesanato e futebol, além de uma grande estrutura física para prática de exercícios, leitura, etc.

São atendidas cerca de 200 pessoas diariamente, nas mais diversas atividades. A gestão do equipamento é feita por um Grupo Gestor eleito e composto por 15 pessoas divididas em Sociedade Civil Organizada, Comunidade do entorno e Governo Municipal. Todas as decisões relacionadas à ocupação do espaço são decididas em reuniões mensais.

As atividades do CEU são possíveis graças à presença de ONGs, associações e entidades, que utilizam de ampla estrutura para atuar no equipamento. O local possui, ainda, um prédio dedicado ao CRAS (Centro de Referência de Assistência Social), centralizando as ações contínuas da pasta para aquela população.

A Secretaria da Cultura, mantenedora do prédio e colaboradora na administração do local, via gestão compartilhada, deve permitir, nos próximos dias, a entrega de mobiliário adicional, suprindo algumas necessidades apontadas pela população, como bebedouro, mural de recados, instrumentos musicais, livros, ar condicionado, materiais para manutenção e sistema de vigilância.

Estrutura

O prédio possui dois blocos, sendo que o primeiro conta com biblioteca, auditório, sala de informática, sanitários e administração. Já o segundo é composto de salas multiuso, sendo que uma delas é dedicada ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). O Centro de Arte e Esportes Unificados também conta com quadra de esportes coberta. O equipamento foi construído com recursos do Ministério da Cultura da ordem de R$ 1.560.537,37, mais contrapartida do município de R$ 139 mil.

Fonte: Prefeitura de Ribeirão Preto
 
 
 Incidência de dengue em Ribeirão Preto é 18 vezes maior que em 2014
Em novembro, cidade confirmou 181 pacientes, contra 10 no ano passado.
Acumulado chega a 3,9 mil registros; Saúde vê risco de epidemia em 2016.

Balanço oficial divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde nesta terça-feira (15) registra que foram confirmados 181 casos de dengue em Ribeirão Preto (SP) em novembro.
Número 18 vezes maior na comparação com o mesmo período do ano passado, com 10, e superior ao dobro no paralelo com outubro, quando houve 76 registros - na divulgação anterior, o município informou que tinham sido 63.

A divulgação foi feita dias depois de o secretário municipal de Saúde, Stênio Miranda, vir a público anunciar preocupação para uma possível epidemia em 2016.
Como antecipado, o levantamento não tem confirmação de zika vírus nem de microcefalia associada à doença.
Alta acumulada de 882%
No acumulado entre janeiro e novembro, a cidade registrou 3.929 pacientes diagnosticados com dengue, diante de 400 computados em todo o ano passado, resultando em uma diferença de 882,25%.
O resultado obtido apenas em novembro supera registros do mesmo mês em anos anteriores, incluindo 2010, 2011 e 2013, que fecharam com números mais alarmantes de dengue.

Se no acumulado de 12 meses estes fecharam bem acima do registrado este ano - respectivamente com 29.637, 23.384 e 13.179 ocorrências, por outro lado, na comparação relacionada apenas a novembro apresentaram resultados mais baixos - respectivamente 68, 8 e 14 casos.
Este ano, ao menos duas pessoas morreram em função da doença e uma terceira morte está sob suspeita. Do total de 3.929 casos, a zona oeste é a que mais concentra registros, com 1.274, seguida da leste, com 923.
O aumento está diretamente ligado aos criadouros do mosquito Aedes aegypti, cuja incidência colocou Ribeirão Preto entre as quatro cidades da região consideradas em situação de alerta pelo Ministério da Saúde.
No Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa), o ideal seria estar com incidência do mosquito abaixo de 1%, mas o município aparece com 1,6%. De acordo com a Vigilância em Saúde, 80% dos criadouros estão dentro de casa.

Zika vírus e febre chikungunya
O balanço divulgado nesta terça-feira pela Secretaria de Saúde ainda cita oito casos suspeitos de zika vírus na cidade, todos eles constatados em novembro, mas não registra nenhuma confirmação.
Desde o início de 2015, a cidade já confirmou cinco pacientes com microcefalia, mas nenhum deles foi associado ao zika vírus. Um caso suspeito está sob investigação do Estado.
Também associada à transmissão pelo mosquito Aedes aegypti, a febre chikungunya motivou 19 suspeitas ao longo de 2015 - duas delas em novembro -, das quais duas foram confirmadas em julho e setembro, mas de pacientes que não eram do município.



Fonte:http://g1.globo.com/
 
 
 Ribeirão Preto tem 181 casos confirmados de dengue em novembro
Até o dia 30 de novembro, o município de Ribeirão Preto registrou 181 casos de dengue. Os dados constam no Boletim Epidemiológico emitido mensalmente pela Secretaria da Saúde. O número de casos confirmados em novembro é superior ao de outubro, quando foram notificados 76 casos. “A tendência é de alta em função do clima chuvoso e quente”, afirma o secretário da Saúde, Stenio Miranda.

A região oeste é a que concentra o maior número de casos com 1274, seguida pela região leste com 923. Outros 788 casos foram notificados na região norte, 543 na central e 349 na região sul. Outros 52 casos estão em confirmação de distrito.

Zika Vírus

O Boletim Epidemiológico aponta ainda que Ribeirão Preto registrou oito casos suspeitos de zika vírus no mês de novembro, mas nenhum foi confirmado até o momento.

Com relação à microcefalia, doença que afeta recém- nascidos, a Secretaria da Saúde informa que todo ano o município de Ribeirão Preto registra casos suspeitos de microcefalia. Este ano foram registrados cinco casos, sendo um em agosto, um em  outubro, dois em novembro e um em dezembro. Desse total, três deles foram notificados conforme normas do Ministério da Saúde. Outros dois foram notificados, de acordo com o protocolo, relacionados à infecção pelo Zika Vírus. “Um deles já foi descartado e o outro é o caso de uma mulher que veio de uma cidade a 600 km de Recife (PE). No terceiro mês de gestação, ela fez um ultrassom que detectou que o bebê estava com microcefalia e, como tem parentes em Ribeirão Preto, ela decidiu vir fazer tratamento no município”, explica a diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, Maria Luiza da Silveira Santa Maria. O município de Ribeirão Preto ainda não registrou a circulação do zika vírus.

Febre Chikungunya

O mosquito Aedes Aegypti, além de transmitir dengue e o zika vírus, também transmite a febre chikungunya. Em Ribeirão Preto foram registrados dois casos suspeitos dessa febre, elevando para 19 os suspeitos no ano. Até o momento foram confirmados dois casos: um em julho e outro em setembro.

O Boletim Epidemiológico também informa que no mês de novembro foi registrado um caso de Síndrome Respiratória Aguda Grave, elevando para 70 pessoas atingidas no ano.

Fonte: Prefeitura de Ribeirão Preto
 
 
 Mapa racial mostra diferenças em regiões de Ribeirão Preto
Baseado em dados do IBGE, o infográfico mostra concentrações variadas nas regiões do município

Um mapa racial tem chamado bastante atenção por exemplificar de maneira simples as diferenças raciais presentes em cada local do Brasil.

Não é novidade que o Brasil possui ampla variedade cultural e étnica. Já existem pesquisas que exemplificam as diferenças presentes no cotidiano nacional. Em Ribeirão Preto não é diferente, de acordo com dados apresentados no IBGE ainda há uma centralização racial presente em determinadas regiões.

O mapa aponta que a Zona Sul da cidade possui grande parte dos brancos moradores do município. Já os outros locais são apontados por uma certa divisão entre brancos e pardos. Os negros, asiáticos e indígenas representam a menor parte da população ribeirãopretana.

De acordo com o sociólogo Wlaumir Souza a etnia, gênero e classe foram um nó de sustentação da sociedade capitalista em que negros, pardos e mulheres tendem a compor as frações de classe mais baixas, exploradas e dominadas.

“Todavia, é um equivoco pensar que negros, pardos e mulheres são os mais explorados e excluídos devido à posição de classe, ou seja, por serem mais pobres. Temos de entender que é exatamente o contrário. Negros, pardos e mulheres são os mais explorados devido ao racismo e ao machismo. Ou seja, os negros tendem a ser mais pobres por serem os mais explorados socialmente com salários mais baixos devido à cor da pele e independentemente da qualificação, o que ocorre também com a mulher por ser mulher. Nesta hierarquia histórica e socialmente construída, o pardo fica como intermediário e por isto é mais aceito que o negro e menos integrado que o branco. Triste ver que em pleno século XXI isto seja uma verdade comprovada pelo mapa racial de Ribeirão Preto”, afirma o sociólogo.

O mapa racial interativo brasileiro permite zoom que mostra até o bairro de cada cidade, mostra a distribuição, com dados retirados do IBGE de 2010. Os detalhes aparecem descaradamente e comprovam que a segregação racial no Brasil ainda é bem forte.


Fonte: revide.com.br
 
 
 Tradicional coral natalino de Ribeirão Preto é no domingo
Evento ocorre nas janelas da Choperia Pinguim, no Centro; Milhares são aguardados

Por mais uma vez, a Companhia Minaz realiza o tradicional concerto natalino nas janelas da Choperia Pinguim, no centro de Ribeirão Preto. A apresentação ocorre às 20h do dia 20 deste mês.

Como já é tradição do calendário natalino de Ribeirão Preto, dia 20 de dezembro os Meninos Cantores da Cia Minaz realizarão o esperado concerto de Natal nas Janelas do Pinguim. A apresentação, que tem como público milhares de pessoas de Ribeirão e região, está em sua 18ª edição.

Os concertos de Natal dos Meninos Cantores ocorrem desde 1997 no quarteirão paulista. Essa parceria entre ambos os locais já rendeu a gravação de um CD com peças sacras e natalinas no ano de 2003.

Na apresentação, serão executadas canções tradicionais, como "Noite Feliz", "Boas Festas", "Jingle Bell Rock" entre outras. Haverá ainda a participação do “Papai Noel” em intervenções cênicas durante o evento.

O concerto é regido pela maestrina Gisele Ganade. 

Fonte: revide.com.br/
 
 
 Sandy volta a Ribeirão Preto com show inédito
Sandy volta a Ribeirão Preto com show inédito

Após esgotar ingressos em todas as praças da nova turnê, cantora se apresenta no Centro de Convenções do Ribeirão Shopping neste sábado, 19

A cantora Sandy se apresenta em Ribeirão Preto, com conteúdo extra, para um show inédito de sua turnê. A apresentação ocorre neste sábado, 19, às 22h, no Centro de Eventos do Ribeirão Shopping.

No set list do show, que conta com direção geral de Raoni Carneiro e direção musical de Lucas Lima, Sandy revisitará um pouco do repertório dos álbuns solo "Manuscrito" (Pés Cansados, Quem Eu Sou, Ela Ele) e "Sim" (‘Aquela dos 30’, ‘Escolho Você’, ‘Ponto Final’); fará releituras de sucessos de artistas consagrados como, por exemplo, a romântica ‘Só Hoje’ do grupo Jota Quest; alguns clássicos de ‘Sandy e Junior’ e canções inéditas.

Toda concepção cenográfica tem a assinatura do experiente e renomado Zé Carratu e segue dentro do perfil intimista já característico de Sandy em sua fase solo, cujo objetivo central é trazer sempre em primeiro plano a música, o ‘ao vivo’, a performance e o show em si.

Para os fãs de outras cidades, a nova turnê estreia em 2016 e segue por novas praças logo após o lançamento do DVD, no primeiro semestre do ano.

Serviço

Quando: 19 de dezembro às 22h
Onde: Centro de Convenções do Ribeirão Shopping
Classificação: 18 anos
Valor: A partir de R$ 75,00
Ponto de venda: Bilheteria do Centro de Convenções do Ribeirão Shopping

Fonte: revide.com.br
 
 
 Aeroporto de Ribeirão Preto é alvo de segundo furto em menos de uma semana
Aparelho de R$ 1 milhão foi levado no sábado (12); PF investigará o caso.
Piloto e moradores denunciam facilidade para invadir o Leite Lopes.

O Aeroporto Estadual Leite Lopes, em Ribeirão Preto (SP), foi alvo de um furto pela segunda vez em menos de uma semana.
Dias depois de levarem cabos de radiofrequência e energia, no último sábado (12) ladrões saíram do local com um aparelho de ar condicionado e um equipamento utilizado para orientação de rota avaliado em R$ 1 milhão.
A perícia esteve no aeroporto na tarde desta segunda-feira (14). Nenhum suspeito foi preso. Como o aeroporto é um espaço de responsabilidade da União, as investigações ficarão a cargo da Polícia Federal, apurou a EPTV.

Um piloto que prefere não ser identificado e uma associação de moradores da zona norte denunciam a vulnerabilidade do aeroporto.
No início deste mês, um adolescente invadiu a pista do aeroporto e impediu a decolagem de um voo porque pretendia tirar fotos de aviões.
O Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (Daesp) informou que a área do furto é de responsabilidade da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). Em nota, esta não falou sobre a segurança do aeroporto, mas comunicou que a operação de voos no Leite Lopes não será prejudicada.

Vulnerável a invasões
A vulnerabilidade do aeroporto é denunciada por um piloto que prefere não ser identificado. Segundo ele, os arredores deveriam ser mais bem monitorados.
"Para mim a segurança do aeroporto é uma coisa absurda das portas para dentro. Mas o entorno é completamente abandonado. Você não vê uma vigilância, isso aí já tem precedente. Se tem precedente tinha que ter um sistema de alarme, tinha que ter alguma coisa de aproximação que tocasse em algum lugar lá dentro do aeroporto", reclama.
Segundo ele, o equipamento levado no sábado - um VOR, usado na navegação aérea - já está obsoleto e inoperante, além de sua falta não atrapalhar as atividades do aeroporto. No entanto, somente poderia ser levado por alguém que sabe como desmontá-lo e conhece seu valor de mercado.
"Acho que isso é uma negligência dos administradores do aeroporto. É uma coisa que teria que ser mais cuidada. Se o aparelho lá vale milhões, o que ia custar um aparelho detector de presença ali para avisar, uma sirene?", questiona.

A fragilidade da segurança do Leite Lopes também é denunciada por Marcos Valério Sérgio, secretário da Associação de Moradores do Jardim Aeroporto e morador do bairro há 20 anos.
As telas que fecham o entorno do aeroporto são facilmente danificadas, principalmente por adolescentes que invadem a pista a qualquer hora do dia.
"Cai uma pipa lá dentro a molecada vai lá buscar. O guarda chama a atenção, mas nem toda ocorrência fica oficial por causa do marketing do aeroporto internacional. Eles fazem um remendo, uma gambiarra aqui, passa um tempo, a cerca é novamente danificada. Qualquer um com alicate chega, corta e entra. Aqui é totalmente vulnerável", diz.
A facilidade de invasão também propicia a ação de criminosos, segundo Sérgio, que sugere a construção de um muro no local.
"Do lado da cerca à noite não se enxerga nada. É cheio de mato, cheio de árvore, essa cerca nesse estado esconde o marginal. O marginal pula e está dentro do aeroporto e rouba equipamento."
Daesp e Infraero
O Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo, responsável pelo aeroporto, informou que a competência da área do furto é exclusiva da Infraero, mas confirmou que possui sistema de segurança e equipe reforçada no local.
"Apesar de a área estar localizada no Aeroporto Leite Lopes, a vigilância, as medidas e o sistema de segurança dos equipamentos e de suas dependências destinadas à navegação aérea do aeródromo cabem única e exclusivamente à Infraero", comunicou, em nota.
Por outro lado, a Infraero informou que a falta do VOR não interfere nas operações de voos, porque o aeroporto possui outros equipamentos de navegação.
"Ainda não há prazo definido para o reestabelecimento do equipamento. A Infraero e o administrador do aeroporto avaliarão quais as medidas necessárias para que o sistema volte a operar", anunciou.

Fonte: http://g1.globo.com/
 
 
 Creches de Ribeirão Preto abertas nas férias são reduzidas de 75 para 21
Prefeitura alegou ociosidade; acordo foi assinado com Defensoria Pública.
Ajuste está condicionado à garantia de vagas compatíveis com demanda.

Um acordo assinado pela Prefeitura de Ribeirão Preto (SP) e a Defensoria Pública do Estado de São Paulo prevê uma redução de quase dois terços nas unidades de educação infantil abertas durante o recesso escolar a partir de 2016.
Dos 75 centros de educação infantil (CEIs) e escolas municipais de educação infantil (Emeis) que desde 2009 ficam abertos nas férias de janeiro e julho - em função de um termo de ajustamento de conduta (TAC) de 2009 -, 21 serão mantidos em funcionamento para atender uma demanda estimada em 2,5 mil crianças por dia pela administração municipal.
A Prefeitura anunciou que concentrará as atividades nessas unidades (confira a relação nesta matéria) justificando querer cortar gastos e evitar que parte das escolas fique ociosa.
"As famílias já foram orientadas pelas unidades escolares onde os filhos estão matriculados", confirmou o Executivo, por meio de sua assessoria de imprensa.


Transporte gratuito
A medida, segundo a defensora da área da Infância e Juventude Natália da Costa Nora Bügner, pressupõe a garantia de transporte gratuito para crianças e responsáveis - quando necessário - até as unidades que ficarão em funcionamento.
"Os pais foram esclarecidos sobre a possibilidade de organização em polos, concordaram e assim declararam em fichas do controle para que a Prefeitura pudesse também controlar a questão do transporte", disse.
Além disso, mais escolas deverão ser abertas caso as vagas sejam insuficientes para a demanda.
"O município tem cumprido as imposições que colocamos, com número mínimo de 11 CEIs e dez Emeis. A Prefeitura se comprometeu que, ao verificar que esse número é insuficiente, novos polos devem ser abertos."
A mudança, no entanto, não se aplica ao período compreendido entre 18 e 24 de dezembro - quando as 75 unidades da rede ainda deverão estar abertas - e entre 24 de dezembro e 1º de janeiro de 2016 - único período do ano em que, segundo o TAC, todas as escolas fecham.
Procurada pelo G1, a Prefeitura informou que não há previsão de aumento no número de profissionais nas escolas em função da mudança e que não tem ainda uma previsão de quanto deve economizar. "O cálculo só será possível após o transcorrer do período de janeiro", comunicou.


Confira quais unidades de educação infantil ficarão abertas no recesso escolar a partir de 2016 em Ribeirão Preto:

CEI João Pedro Castroviejo (Jardim Heitor Rigon)
CEI Cloresdith Ferlin Ferreira (Bairro Adelino Simioni)
CEI Sebastião Martins de Moura (Vila Albertina)
CEI Hortêncio Pereira da Silva (Jardim Aeroporto)
CEI Ana Franco do Amaral (Jardim Helena)
CEI Leonor Mertília Costa (Jardim Diva Tarlá de Carvalho)
CEI Deolinda Gasparini (Vila Virgínia)
CEI Maria Regina Cavalcanti (Jardim Progresso)
CEI Quintino Vieira (Jardim Paiva I)
CEI Victor Youssef Darkoubi (Planalto Verde)
CEI Thomaz Urbinatti (Bonfim Paulista)
Emei Ruy Escorel (Jardim Heitor Rigon)
Emei Elza Guazzelli da Costa (Bairro Avelino Palma)
Emei Áurea Ap. Braghetto Machado (Vila Lobato)
Emei Hilda Maria Sobral Barbosa Mandarino (Jardim Procópio)
Emei José Carlos Sobral (Jardim Prof. Antonio Palocci)
Emei Nicolau Dinamarco Spinelli (Pq. Residencial Cândido Portinari)
Emei Carmem Massarotto (Campos Elíseos)
Emei Wanda Princivalli Marçal (Jardim Helena)
Emei José Pedro Moreira (Parque Ribeirão Preto)
Emei Zilda Cossa D’Ávila (Jardim João Rossi)

Entenda o caso
Em 2008, a Defensoria Pública ajuizou uma ação civil pública contra a Prefeitura em defesa de pais que se sentiam desassistidos pelo fechamento das creches nas férias escolares.
Em função disso, a administração municipal concordou em assinar um TAC em 2009, se comprometendo em manter abertas as 75 CEIs e Emeis da rede.
Porém, este ano, segundo a defensora Natália da Costa, a Prefeitura pediu alterações no termo de ajustamento, alegando ociosidade. Em nota divulgada por sua assessoria de imprensa, o Executivo citou baixa frequência de alunos e informou que a experiência foi "extremamente dispendiosa ao município".
Depois de uma audiência pública na Câmara, em 16 de novembro, com pais, alunos e professores, e diante de levantamentos da Secretaria Municipal de Educação que mostram a capacidade de atender a demanda, o órgão concordou com as mudanças, prevendo a abertura mínima de 10 CEIs e 11 Emeis.
"Todos os interessados foram ouvidos. Dessa audiência concluímos ser possível sim organizar o atendimento no sistema de polos, desde que com condições impostas ao município", afirmou Natália.
A defensora confirmou que vai acompanhar o andamento das atividades nas creches para verificar eventuais problemas.
"Pais e mães não têm férias porque as crianças estão de férias. A mãe precisa trabalhar e não tem onde deixar essa criança. Esse é o mote de atuação. A nós pouco importa se isso é Secretaria de Educação ou Promoção Social. Há um caráter assistencial de pessoas carentes, cujos pais precisam trabalhar e não têm com quem deixar. É uma causa muito cara à Defensoria", diz.

Fonte: http://g1.globo.com/
 
 
 População da região de Ribeirão Preto tem maior alta em 8 anos
De 2006 a 2014, número subiu 11,7%, aponta USP; emprego gera migração.
Campinas e São Carlos também se destacam, com índices acima da capital.

Um estudo conduzido por pesquisadores da Universidade de São Paulo aponta que a região administrativa de Ribeirão Preto (SP) foi a que registrou maior crescimento populacional em oito anos no Estado. De 2006 a 2014, a área teve um aumento de 11,7% no número de pessoas, principalmente atraídas por oportunidades no setor sucroalcooleiro, serviços e comércio.

Entre as 15 regiões analisadas, o Boletim Estrutura Produtiva do Centro de Pesquisa em Economia Regional (Ceper/Fundace) também destaca Campinas (SP) e São Carlos (SP) que respectivamente ficaram na segunda e sexta posições e, assim como a primeira colocada, superam o índice demográfico da região metropolitana de São Paulo, de 6,81%.

Em todo o Estado, o índice registrado foi de 7,71%, com 42.673.386 habitantes em 2014 diante de 39.620.277 em 2006.
Se por um lado o crescimento mostra alto potencial de desenvolvimento e dinamismo econômico nas áreas analisadas, por outro implica problemas de infraestrutura para os quais, segundo o especialista em gestão pública João Luiz Passador, da USP de Ribeirão, as prefeituras em geral não conseguem se planejar.


Ribeirão Preto
O estudo mostra que, de 1.173.066 habitantes em 2006, a região administrativa de Ribeirão saltou para 1.310.348 em 2014. Alta de 11,7% ocasionada principalmente por uma migração de mão de obra no setor sucroenergético, em municípios como Sertãozinho (SP), e das oportunidades nas áreas de comércio, serviços e construção civil, que são reflexo dessa dinâmica de produção, afirma o economista Luciano Nakabashi, um dos coordenadores da pesquisa.
"As pessoas acabam migrando entre as regiões e de outros lugares do país muito em função das oportunidades de trabalho. Em Ribeirão Preto com esse crescimento do setor sucroalcooleiro que houve até 2012, acabou sendo um município que criou bastante emprego", diz.


Campinas e São Carlos
A região administrativa de Campinas aparece como a segunda colocada no levantamento, com crescimento de 10,87%, saltando de 5.906.158 habitantes para 6.548.374 em oito anos.
Elevação resultante de uma descentralização de empresas da capital, em geral mais cara para a condução de negócios. A ampla oferta de mão de obra qualificada a uma distância relativamente pequena facilita esse processo de migração para o interior, afirma Nakabashi.
"A concentração acaba gerando alguns problemas de locomoção, parte de logística e custo já muito elevado. Muitas vezes os empresários, quando vão abrir novas plantas, acabam optando por um interior que é próximo, como Campinas, Sorocaba, São José dos Campos", afirma.


Em sexto lugar no Estado, a região central, com municípios como São Carlos e Araraquara (SP), registrou uma elevação populacional de 7,55%. Em 2006, a área tinha 914.050 moradores, enquanto que em 2014 passou a contar com 983.090.
A localização privilegiada e a disponibilidade de centros de formação de referência, sobretudo em áreas como engenharia, contribuem para a atração de empresas e, consequentemente, de novos moradores.
"Também é uma região mais barata que Ribeirão Preto em termos de mão de obra e preço de terreno. Tudo isso acaba sendo atrativo para empresas."
Sobretudo nos últimos dois anos, em função de uma conjuntura desfavorável à indústria, essas regiões têm amargado perdas e só devem encontrar um cenário de recuperação a partir de 2017, avalia o pesquisador.
Despreparo das prefeituras
Ao mesmo tempo em que o crescimento sinaliza dinamismo da economia, o professor em gestão pública João Luiz Passador, da USP de Ribeirão, alerta para o despreparo das cidades para garantir qualidade de vida e desenvolvimento humano aos seus habitantes, sobretudo em questões básicas como saneamento, habitação, saúde e educação.
"O setor público de modo geral já há bastante tempo perdeu uma certa capacidade de fazer diagnóstico de planejamento, especialmente de longo prazo. Portanto, esses fenômenos migratórios pegam as prefeituras meio desprevenidas. Elas correm atrás um pouco do fato e do prejuízo tentando resolver de toda maneira", afirma.
Nesse contexto, ele critica a atual política de repasses tributários, cuja distribuição, segundo ele, é desfavorável aos municípios.
"Apesar de o município ser o mundo de verdade, onde as pessoas vivem, produzem riqueza, consomem, da massa de tributos gerados fica com a menor parcela e acaba tendo que se virar para dar conta dessa carteira enorme de necessidade de seus habitantes", afirma Passador.

Fonte: http://g1.globo.com/
 
 
 Seis tesouros encravados no coração de Ribeirão Preto
Entre eles, dois prédios históricos estão com projetos de revitalização em andamento

O copo está mais cheio do que vazio para a região central de Ribeirão Preto. Se a novela das obras do Calçadão ainda se arrasta pelos capítulos finais e a Lei Cidade Limpa está ameaçada por retrocessos, o Centro registra bons índices de segurança e tem projetos de revitalização do patrimônio histórico em andamento. Empresários, especialistas e munícipes concordam que ainda há muito para melhorar, mas ressaltam que o otimismo fala mais alto.

Patrimônio Histórico

Presidente da Amec (Associação dos Amigos, Moradores e Empresários do Centro), Marcos Ferreira lamenta o estado atual dos prédios históricos. “Eles poderiam ser usados como forma de alavancar o turismo para a região central”.

Mas ainda há esperança: dos seis principais imóveis históricos (Hotel Brasil, Palacete Camillo de Matos, Palacete Albino de Camargo, Biblioteca Altino Arantes, Palacete Jorge Lobato e Edifício Diederichsen), dois estão com projetos de revitalização em andamento.

“Queremos revitalizar, preservar e, principalmente, deixá-lo disponível para a população”, explica a arquiteta Ingrid Lopes, que adquiriu o Palacete Jorge Lobato em janeiro deste ano com o irmão Hector Lopes.

Eles firmaram parceria com a universidade Moura Lacerda, que está realizando o levantamento histórico e arquitetônico do casarão, construído em 1922. Em 2016 terá início o processo da revitalização. Depois, o local irá abrigar um café. “Mas sem perder as características originais”, diz Ingrid.

A biblioteca Altino Arantes também é alvo de um projeto de revitalização. E bem ambicioso. “Queremos rivalizá-la com o Theatro Pedro II”, diz Marcos Awad, presidente da Fundação Educandário, responsável pela biblioteca.

Hoje a biblioteca conta com 600 m². O projeto é revitalizá-lo e, ainda, construir mais 900 m². “Será uma estrutura moderna contrastando com a histórica”, explica. Avaliado em R$ 12 milhões, o projeto seria totalmente custeado pela iniciativa privada.

Mas há um porém: a proposta aguarda desde 15 de abril pela aprovação do Compac (Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Artístico e Cultural de Ribeirão Preto). “Esse processo está muito mais lento do que esperávamos”, lamenta Marcos.

O presidente do Comur (Conselho Municipal de Urbanismo), João Theodoro Feres Sobrinho, lembra que a maioria dos prédios históricos é de propriedade privada, e que problemas de herança, falta de recursos financeiros e de legislação “incentivadora” trava a revitalização. 

Fonte: http://www.jornalacidade.com.br/
 
 
 Grupos da região de Ribeirão Preto protestam por impeachment de Dilma
PM estima 2,5 mil pessoas em Ribeirão; organizadores falam em 10 mil.
Em Jaboticabal, chuva frustrou protesto, encerrado com adesão de 200.

Manifestantes se reuniram na manhã deste domingo (13) no Centro de Ribeirão Preto (SP) em um protesto pelo impeachment da presidente Dilma Roussef (PT). De acordo com estimativa da Polícia Militar, 2,5 mil pessoas participaram do ato, que começou com uma concentração entre as praças XV de Novembro e Carlos Gomes às 10h e terminou com uma passeata pelas ruas às 12h.
Por outro lado, os organizadores integrantes do Movimento Brasil Limpo estimaram uma participação total de dez mil pessoas.

Depois de passarem pelas ruas General Osório e Visconde de Inhaúma, moradores fizeram uma passeata com trio elétrico que se estendeu por oito quarteirões na Avenida Nove de Julho até o cruzamento com a Avenida Presidente Vargas.
A chuva dispersou os manifestantes, que encerraram o protesto após entoarem o Hino Nacional.
“Nossa bandeira sempre foi o impeachment e a mensagem foi muito bem aceita pela população de Ribeirão Preto. Entendemos que havia e há motivos suficientes para o impedimento da presidente, ou seja, para impedi-la de governar da forma que tem sido", afirmou o representante comercial André Rodini, de 47 anos, um dos integrantes do Movimento Brasil Limpo.
De peruca verde, apito amarelo e sombrinha também nas cores da bandeira brasileira, o aposentado José Carlos Barbieratto foi um dos que aderiram ao protesto pedindo a saída de Dilma da presidência. “Estou assim, porque quero ser feliz e mandar essa mulher embora”, disse.
A Polícia Militar, que interditou ruas e acompanhou todo o trajeto, confirmou não ter registrado incidentes de violência.

"Têm idosos, crianças, bastante gente com camisa das cores do Brasil. Não tem nenhum incidente. Vieram para se manifestar de forma pacífica", afirmou o capitão da PM Henrique Carvalho.
Sertãozinho
Em Sertãozinho (SP), os manifestantes pró-impeachment ficaram concentrados na Praça 21 de Abril das 10h às 11h30 e não realizaram a passeata pelas ruas da cidade, como estava previsto.
Segundo a Polícia Militar, em torno de 50 pessoas aderiram ao ato. Já os organizadores estimam que aproximadamente 300 pessoas participaram das manifestações.
Um dos líderes do movimento "Vem Pra Rua Sertãozinho", o agente de viagens Allex Coelho, de 41 anos, atribuiu a baixa adesão ao pouco tempo de divulgação do protesto.
"No movimento vi muitos ricos que não precisariam estar ali. Em contrapartida, muitos que não têm onde cair morto estão em casa esperando que um milagre aconteça", disse.
Jaboticabal
A manifestação pró-impeachment prevista para acontecer em Jaboticabal (SP) reuniu moradores na Praça Nove de Julho a partir das 9h e foi encerrada por volta das 10h.
De acordo com os organizadores, em torno de 200 pessoas participaram. Segundo a PM, foram 10 manifestantes.
Devido à baixa adesão, o grupo ficou apenas concentrado, não saindo em passeata pelas ruas da cidade, como previsto. De acordo com o técnico em meio ambiente Ricardo Alexandre Miciano, de 39 anos, a chuva atrapalhou.
"Nem saímos da praça. O pessoal foi chegando, saindo, o horário foi se estendendo e resolvemos terminar. Nem ganhamos as ruas", disse.
Barretos
Em Barretos (SP), segundo informações do cabo Roberto Dias de Camargo, a manifestação começou às 13h10 e terminou às 15h30. Depois de se concentrarem em frente ao Fórum da cidade, os participantes saíram em carreata seguindo um caminhão de som até o Centro.
De acordo com Camargo, cerca de 50 pessoas aderiram ao movimento pacífico.

Fonte: g1.globo.com/
 
 
 Piloto de Ribeirão Preto é campeão da Stock Car
O piloto Marcos Gomes, de Ribeirão Preto, é o novo campeão da Stock Car 2015. Ele se envolveu em um acidente logo no começo da última corrida da temporada, realizada nesse domingo (13), no circuito de Interlagos, em São Paulo.

Mesmo assim, ele conquistou o título devido ao seu concorrente direto, Cacá Bueno, ficar apenas na 21ª posição.

Após o título, o piloto comemorou e disse em entrevista ao canal “SporTV”: "Não tenho palavras para descrever hoje, o fim de semana, o ano. Tudo valeu a pena. As alegrias compensam todas as frustrações”.

Marcos ainda completou: "Meu pai sempre foi meu ídolo. Dar o quinto título da família Gomes é muito emocionante. Queria agradecer não só ao meu pai, mas à minha família, aos amigos, namorada e minha equipe. Este ano era pra ser nosso".

Fonte: Ribeirão Preto Online
 
 
 Antigo motel vai abrigar a Cetrem em Ribeirão Preto
A prefeita Dárcy Vera (PSD), vistoriou na última sexta-feira (11), a obra que está sendo realizada no prédio onde será instalada a Cetrem (Central de Triagem e Encaminhamento ao Migrante/Itinerante e Morador de Rua), localizado na rua Mogi Mirim, 45, no bairro Jardim Salgado Filho II, zona norte da cidade.

O local, que é um antigo motel, está passando por uma grande reforma e a previsão de entrega da obra é para início de fevereiro de 2016. Estão sendo construídos cinco refeitórios, área administrativa, salas de atendimentos sociais e com educadores, banheiros externos e uma cozinha piloto. Todos os 42 quartos, que são suítes, também estão sendo reestruturados.

Para receber os usuários do serviço, a Secretaria de Assistência Social está reformulando a logística no atendimento. Neste novo prédio, serão três alas, individuais, uma para casais, outra somente para os homens, e a terceira para mulheres e famílias. Cada setor poderá receber até 50 pessoas, chegando a 150 atendidos. Todas as alas possuem entradas separadas e o único acesso em comum é a área administrativa. Equipes multidisciplinares, com assistente social, psicólogo, agentes administrativos, também serão por setor.

Cetrem

Atendimento ao migrante, itinerante e morador de rua de ambos os sexos, maiores de 18 anos, em situação de vulnerabilidade ou exclusão social, oferecendo-lhes acolhimento temporário e oportunidades para seu fortalecimento familiar, pessoal e social, com vista à sua inclusão, autonomia e independência, através da participação em atividades socioeducativas e oficinas operacionais.

O processo sócio educativo das ações para a inclusão produtiva ocorre através de uma abordagem construtiva, e desenvolvimento de oficinas: culturais, e de apoio, ações e atividades socioeducativas para orientações, capacitação que favorecem a saída da rua e retorno ao conví­vio familiar e ou comunitário, bem como, oportunidades de acesso ao Mercado de Trabalho.

Fonte: Prefeitura de Ribeirão Preto
 
 
 Ribeirão Preto inaugura terminais de ônibus urbano com 4 meses de atraso
Ribeirão Preto inaugura terminais de ônibus urbano com 4 meses de atraso
Chuvas e mudanças inesperadas no projeto foram alegações apresentadas.
Plataformas são anexas ao terminal principal e só funcionarão no sábado (12).

Previstas inicialmente para agosto, as plataformas de ônibus urbano entre a Rua José Bonifácio e a Avenida Jerônimo Gonçalves, em Ribeirão Preto (SP), foram inauguradas nesta sexta-feira (11), após dois adiamentos do prazo. Os usuários do transporte público, no entanto, ainda não puderam utilizar o serviço, já que o terminal só começará a funcionar no sábado (12).
Segundo a Prefeitura, a expectativa é que 30 mil pessoas passem diariamente pelo local, com quatro mil metros quadrados e que atenderá 33 linhas de ônibus urbano. As plataformas são anexas ao terminal principal, Dra. Evangelina de Carvalho Passig, situado ao lado do Terminal Rodoviário, inaugurado em junho desse ano, também com atraso de um ano.

A construção das plataformas integra uma série de obras que devem ser feitas pelo consórcio Pró-Urbano, que reúne as empresas permissionárias do transporte público, e constam no contrato firmado entre ele e a Prefeitura em 2012.

Entenda o caso
A demora para entrega dos novos terminais foram justificadas primeiro pelo secretário de Obras, Abranche Fuad Abdo, alegando que as chuvas registradas em setembro atrapalharam o andamento da obra. Além disso, Abdo explicou que problemas na fundação do terreno, que não estavam previstos, também demandaram mudanças no projeto inicial.
Em entrevista à EPTV, o secretário afirmou que as plataformas seriam entregues em 14 de outubro. Entretanto, como o prazo não foi cumprido pelo Pró-Urbano, a prefeitura notificou o consórcio - foi a primeira notificação desde a assinatura da concessão do transporte público.
Em nota, o Pró-Urbano atribuiu a demora a questões como a retirada de um poste de energia elétrica, a criação de pontos de captação de água para drenagem, revisão do projeto e execução de piso tátil de acessibilidade.
Os novos terminais contam com lanchonete, refeitório e sanitários para motoristas e usuários, além de terminais de autoatendimento para recarga dos cartões eletrônicos. As paradas de ônibus também possuem painéis informando os horários, em tempo real, de todas as linhas que passam pelo local.

Fonte: g1.globo.com/
 
 
 20 famosos que têm raízes em Ribeirão Preto
Conheça estrelas nacionais que possuem traços com Ribeirão

Ribeirão Preto, além de cidade do chope, é também o berço de muitos talentos conhecidos no cenário nacional. Existem artistas, apresentadores e até atletas que nasceram ou foram criados na cidade e hoje são celebridades que despontam seus talentos para o Brasil ou o mundo.

Quem é que já pensou que graças a Ribeirão existem aviões por todo planeta, ou que foi aqui em que foi criado um dos maiores craques do futebol nacional? Até o “Boa Noite” dito todos os dias durante o Jornal Nacional tem relação com a cidade. Em histórias mais recentes, o município também é berço de revelações nacionais de 2015.

Separamos algumas destas pessoas que você provavelmente não sabia que possuíam relação com o município. Conheça nomes de Ribeirão Preto que são ou foram conhecidos nacional ou internacionalmente.

1. William Bonner: Muita gente não sabe, mas William Bonemer Júnior - conhecido como William Bonner, um dos nomes mais representativos do jornalismo brasileiro que está à frente do "Jornal Nacional" há mais de 15 anos - nasceu em Ribeirão Preto, em 16 de novembro de 1963. Bonner é casado com a jornalista Fátima Bernardes e é pai dos trigêmeos Vinícius, Laura e Beatriz.

2. Marilia Gabriela: A grande entrevistadora nacional nasceu na cidade de Campinas (SP), em 31 de maio de 1948. Mas foi em Ribeirão Preto, onde morou dos 11 aos 20 anos, que se formou professora primária. Na década de 60 Marilia mudou para a capital para estudar cinema e publicidade. Foi a partir daí que seu talento foi despertado.

3. Heraldo Pereira: Outro jornalista de destaque no cenário nacional e também apresentador do Jornal Nacional, Heraldo Pereira nasceu em 1 de setembro de 1961. Ainda adolescente, trabalhou no jornal interno de uma companhia telefônica da prefeitura e na Rádio Clube de Ribeirão, onde, aos 18 anos, conseguiu um estágio como repórter na recém-inaugurada TV Ribeirão Preto, afiliada da TV Globo. Pereira é famoso por cobrir a política em Brasília.

4. Datena: Pode-se dizer que o jornalismo televisivo nacional tem sido lapidado por nomes de Ribeirão. Outro homem nascido na cidade que pertence a este circuito é José Luiz Datena, que nasceu em 19 de maio de 1957. Datena começou sua trajetória no rádio. Sua aptidão excepcional garantiu passagem pelas principais emissoras de televisão do Brasil e a conquista do prêmio Vladimir Herzog, um dos mais conceituados do jornalismo nacional.

5. Raí: Principal jogador do São Paulo Futebol Clube nos anos 90, Raí Souza Vieira de Oliveira, irmão do também ex-jogador Sócrates, nasceu na cidade do café. Iniciou sua carreira no Botafogo Futebol Clube, aos 15 anos de idade. Passou pela Ponte Preta por empréstimo durante o Campeonato Brasileiro de 1986 e no ano seguinte voltou ao Pantera durante o Campeonato Paulista. Neste mesmo ano foi convocado para a Seleção Brasileira e disputou a Copa América.

6. Sócrates: No top 10 dos melhores jogadores de futebol de todos os tempos no Brasil, Sócrates é natural de Belém no Pará, mas cresceu e passou a maior parte de sua vida em Ribeirão Preto. Sócrates é considerado por muitos o melhor jogador do Botafogo em Ribeirão e o melhor do Corinthians.

7. Diego Ribas: Famoso por sua trajetória no Santos ao lado de Robinho, o atleta faturou, em 2002, o Campeonato Brasileiro com a equipe. Desde cedo, Diego mostrou que tinha talento para o futebol. Aos seis anos, começou a treinar no infantil do Comercial em Ribeirão, sua cidade natal, sendo destaque em diversos campeonatos municipais e regionais que disputou. O bom desempenho chamou a atenção do Paulistinha de São Carlos, que convidou o garoto, então com nove anos, para participar de torneios na Argentina e no Chile.
 
8. Hélio Castroneves: Vencedor das 500 milhas em Indianápolis, Castroneves é o único piloto na ativa a conseguir este feito, o que o fez como um dos melhores pilotos automobilísticos de todos os tempos.

9. Paulo Gomes: Paulo de Mello Gomes, mais conhecido como Paulo Gomes, é ribeirãopretano e um ex-piloto de automobilismo brasileiro. O homem é detentor de quatro títulos da Stock Car Brasil, nos anos de 1979, 1983, 1984 e 1995. Além de ser o segundo maior vencedor da Stock Car, perdendo apenas para Ingo Hoffmann, que tem 12 campeonatos. Seu filho Marcos Gomes, também piloto, pode ser campeão desta temporada na Stock Car e trazer mais um troféu a Ribeirão.

10. Monica Iozzi: Já no entretenimento, formada em Artes Cênicas pela Unicamp em 2005, a mulher ganhou destaque ao participar do programa “Custe o Que Custar”, da Rede Bandeirantes e posteriormente em 2014 assinar contrato com a rede Globo. Monica é a atual apresentadora do programa global Vídeo Show.

11. Giovana Lanceloti: A jovem de 22 anos nasceu em Ribeirão Preto e foi criada em São João da Boa Vista, no interior de São Paulo. Aos 16 anos, saiu da cidade onde cresceu para morar na capital, com a intenção de estudar teatro. Depois de muitos testes reprovados a atriz foi convidada para interpretar a personagem Cecília Machado, em “Insensato Coração”. A atriz foi premiada diversas vezes por suas personagens.

12. Camila Queiroz: Nascida em Ribeirão, a atriz mais famosa e uma das mais bonitas do momento tem chamado a atenção de pessoas por onde anda. O destaque para a jovem de 21 anos veio com a interpretação da protagonista Angel, na novela “Verdades Secretas”.

13. Paulo Goulart: No teatro, em 9 de janeiro de 1933, nas terras ribeirãopretanas nasceu um dos maiores talentos que o Brasil já recebeu. Goulart deixou sua marca na televisão e no cinema. Em 1974, ganhou o troféu APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) e o Prêmio Molière de Melhor Ator, por sua atuação em Orquestra de Senhoritas, de Jean Anouilh, com direção de Luís Sérgio Person. O ator faleceu em 2014.

14. Débora Duboc: Com diversos prêmios no currículo, Débora foi protagonista de alguns filmes e peças teatrais. Atualmente é casada com o diretor Toni Ventura. O destaque vai para seu papel na novela “Passione”, em que interpretava Olga Junqueira.

15. Aline Fanju: Atuando em diversas histórias na televisão brasileira, Aline nasceu e morou em Ribeirão Preto até seus 17 anos de idade. Os destaques vão para a minissérie “JK” e as novelas “Paraíso Tropical” e “Viver a Vida".

16 e 17. João Bosco e Vinícius: Agora na música, dois dos principais artistas do Sertanejo nacional residem e possuem escritório em Ribeirão Preto. A dupla João Bosco e Vinícius é famosa por hits como “Chuva” e “Chora me liga”.

18. Elisa: Um ano depois de vencer um dos reality shows mais comentados do País, Elisa Fernandes conta que sua vida tem sido incrível em Paris na França. A jovem já teve seu livro de receitas lançado e viajou por todo Brasil.  Atualmente seu projeto é abrir seu próprio restaurante.

19. Santos Dumont: Muitos não sabem, mas a invenção do avião apenas foi possível por uma ajuda extra da Câmara Municipal de Ribeirão em que Santos Dumont recebeu um conto de réis, equivalente a a 1,4 quilogramas de ouro. Dumont então pode prosseguir em suas pesquisas, as quais, três anos depois, resultaram na invenção do avião.

20. Moacyr Franco: O humorista e cantor Moacyr Franco é um artista com várias funções. Vai bem como ator, cantor, compositor, autor e humorista. O homem é natural de Ituiutaba, cidade próxima do triângulo mineiro. Moacyr nasceu no dia 5 de outubro de 1936, e antes da fama era pintor de cartazes de cinema e carroceria de caminhões. Sua carreira teve inicio em Ribeirão Preto junto com outros jovens talentos como: Boni, Rogério Cardoso, Luiz Aguiar e Gilberto Garcia, ambos fizeram muito sucesso posteriormente.


Fonte: revide.com.br/

 
 
 Prefeitura de Ribeirão Preto doa galpão disputado por ONG ao Daerp
Administração alega que imóvel centenário nunca foi doado formalmente.
'Dança Vida' briga na Justiça para erguer centro cultural e teatro no local.

O secretário da Casa Civil de Ribeirão Preto (SP), Layr Luchesi Junior, confirmou na última semana que o galpão centenário que pertencia à Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), às margens da Avenida Bandeirantes, foi doado ao Departamento de Água e Esgoto (Daerp).
O prédio centenário, hoje desocupado, é o centro de uma polêmica envolvendo a Prefeitura e a Associação Cultural Dança Vida, que briga judicialmente pela posse da área. A presidente do instituto, Paula Vital Reis, alega que o imóvel com 13 mil metros quadrados foi cedido ao grupo há quatro anos para criação de um centro multicultural.

Luchesi Junior, por outro lado, nega a doação do galpão, destacando que o acordo firmando entre Paula e a ex-secretária da Cultura Adriana Silva, em 2011, nunca foi formalizado. Além disso, o secretário explica que, naquela época, apesar de deter a posse do terreno, a Prefeitura não era a proprietária legal.
"Faltou formalidade em todo o tratamento como Dança Vida. Não poderíamos doar ou conceder o terreno para nenhuma pessoa, para nenhum grupo, para se implantar nada. Eu não posso doar aquilo que eu não sou proprietário. Hoje, a Prefeitura tem uma situação diferente. Por isso, o projeto, naquele instante, foi arquivado", afirma.
Ainda de acordo com Luchesi Junior, a então secretária da Cultura não poderia ceder o terreno diretamente ao grupo. Isso porque, a cessão de qualquer área pública depende de aprovação de outras pastas, bem como da prefeita Dárcy Vera (PSD).
"O Dança Vida é sempre muito bem recebido, mas tudo o que acontece na Prefeitura tem que ter formalidade, passar por várias secretarias, para que a gente possa despachar e finalizar com a vontade política. O Daerp demonstrou interesse pelo local, já que ele precisa ampliar a sua parte administrativa. A Prefeitura já repassou esse terreno para o Daerp", diz.
O secretário afirma também que o outro galpão existente na mesma área, na zona oeste da cidade, já é utilizado pelo Banco de Alimentos e, por esse motivo, também não pode ser doado. Luchesi Junior diz que existem outros terrenos na cidade que podem ser utilizados pelo projeto Dança Vida.
"A gente jamais pode superar o interesse público para implantar qualquer outro tipo de projeto. Primeiro, é o interesse de quase 700 mil habitantes que Ribeirão Preto tem. Se o Dança Vida quiser, formalmente, pedir para implantar o seu projeto dentro de um desses terrenos, que ele o faça e nós receberemos com muita alegria", conclui.

Polêmica
A Associação Cultural Dança Vida ajuizou duas ações contra a Prefeitura de Ribeirão para tentar reaver o direito de utilização do antigo galpão de café.
Por meio de uma primeira ação popular protocolada no início deste ano, o grupo conseguiu uma liminar garantindo que a comercialização do espaço tivesse o ônus de ser patrimônio histórico, ou seja, com restrições para quaisquer modificações na estrutura.
Em outubro, um segundo processo por obrigação de fazer tem o objetivo de garantir que a associação volte a ter o direito de utilizar o espaço. Caso isso não aconteça, a entidade requer indenização de R$ 150 mil referente aos investimentos com o projeto de revitalização.
"Sem qualquer parâmetro de razoabilidade e constitucionalidade, a Prefeitura resolveu anular [a doação]. O que a gente busca é rever esse ato e, a partir disso, se houver a anulação, a gente conseguirá restabelecer o convênio e continuar o processo", diz a advogada do grupo, Camila Desinde.

Entenda o caso
Há quatro anos, integrantes do grupo Dança Vida tentam transformar um antigo galpão de café em centro cultural e teatro com capacidade para 500 lugares. Entretanto,o início das obras dependia da elaboração de um projeto de lei, por parte da Prefeitura, que ratificasse a cessão do espaço ao grupo.
A presidente da Associação, Paula Vital Reis, conta que já deu início ao projeto do "Centro Cultural Dança Vida Barracão de Café", com apoio de engenheiros, arquitetos e artistas voluntários. Ao todo, a restauração do prédio foi orçada em R$ 6 milhões. Até agora, de acordo com Paula, R$ 50 mil já foram gastos com projetos arquitetônico e estrutural.
"É o absurdo do absurdo, uma indignação completa. A Prefeitura rescindiu unilateralmente o convênio, dizendo que ia rever a ocupação dos espaços para melhor uso para a cidade. Eu não entendo qual seria melhor uso, do que um centro cultural, para formação de crianças, adolescentes, jovens e adultos", critica.

Fonte: g1.globo.com
 
 
 Terminais satélites serão entregues nesta sexta em Ribeirão Preto
Com o objetivo de devolver a população, uma estrutura moderna e eficaz para a utilização do transporte coletivo no município, a Prefeitura de Ribeirão Preto, por meio da Transerp - empresa que gerencia o trânsito e o transporte urbano- e o Consórcio PróUrbano, entregam nesta sexta-feira (11), os terminais satélites do terminal principal Dra. Evangelina de Carvalho Passig. Os anexos estão localizados na Rua José Bonifácio, junto à rua Lafaiete e na avenida Jerônimo Gonçalves, junto à rua Florêncio de Abreu.

As atividades dos anexos terão início neste sábado (12) e a previsão é que mais de 30 mil pessoas passem, diariamente, pelos dois anexos. No local, de 4 mil m², serão atendidas 33 linhas, com três plataformas, seis pontos de ônibus e capacidade para abrigar 13 ônibus simultaneamente. 

Os espaços contarão com lanchonete, refeitório e sanitários para motoristas e usuários, acessibilidade total para os portadores de necessidades especiais, além de terminais de autoatendimento para recarga dos cartões eletrônicos. Outra inovação é que no local haverá Painéis de Mensagens Variáveis (PMV) – informando os horários, em tempo real, de todas as linhas que passam pelos terminais, além de Circuito Fechado de Televisão (CFTV) com 14 câmeras de segurança.

Novo Terminal

O módulo principal do Terminal de ônibus urbano denominado Dra. Evangelina de Carvalho Passig e os anexos – integram o novo sistema de transporte coletivo de Ribeirão Preto e constam no contrato de concessão, cuja licitação foi vencida pelo Consórcio PróUrbano. Após 15 anos, o ribeirão-pretano usuário do transporte coletivo voltará a contar com um terminal de ônibus urbano e toda sua infraestrutura na região central da cidade.

Fonte: Prefeitura de Ribeirão Preto
 
 
 UGT Ribeirão Preto terá evento Noite Latina neste sábado
A banda Chic Hernandez & Batuqueira Band e o Leser MC se apresentam, neste sábado (12), no Memorial da Classe Operária (UGT) no evento "Noite Latina". Dois dos mais importantes nomes da música autoral juntos na mesma noite. De um lado uma mistura de ritmos caribenhos, afrobrasileiros e do brega do outro o hip hop com um suingue jamaicano.

Chic Hernandez & Batuqueira Band

A banda ribeirão-pretana Chic Hernandez & Batuqueira Band surgiu em outubro de 2009 a partir do encontro entre amigos que queriam se divertir com seus instrumentos, fazer fusão entre ritmos e dar vazão às músicas que vinham compondo. O nome do grupo é resultado dessa brincadeira, mas revela muito do som buscado por seus integrantes. A mescla de influências latinas, caribenhas e africanas cruzadas com sons brasileiros dá a cara do som do grupo, que tem composições que transitam pelo ijexá, rock, brega, funk, axé e afrobeat.

Leser MC

Leser é Elieser Pereira 33 anos ,nascido em Ribeirão Preto. Suas músicas tem a linguagem e diversidades do povo brasileiro, rimas que vão do entretenimento à responsabilidade social. Rapper gravou o primeiro álbum em 2009 com titulo "Meu Esporte" e em 2012 o Ep "Convicções", e do Ep saíram dois videoclipes das musicas "Valor" e "Convicções". Mc que apresenta as varias linguagens do rap e tem forte influência do reggae. Leser também é educador social e produtor cultural e suas músicas refletem a vivência em seu campo de atuação e a linguagem da rua.

A apresentação Leser será acompanhado por DJ Kizo, Teclado Andrézão Paulim e bass Cleiton Miranda.

Veja abaixo link de imagens das atrações:

Chic Hernandez: https://www.youtube.com/watch?v=glgaaQfxh5Y;

Leser MC: https://www.youtube.com/watch?v=fCmymkRLoko;

Serviço: Noite Latina

Chic Hernandez & Batuqueira Band e Leser MC

Onde: Memorial da Classe Operária UGT

Endereço: rua José Bonifácio, 59, Centro

Quando: 12 de dezembro (sábado)

Horário: 22h

Ingressos: Variando de R$ 5 à R$ 15
 
 
 Pombo correio tem treinamento de atleta em criadouro de Ribeirão Preto
Aves de linhagem específica se exercitam todas as manhãs e contam com alimentação completa e balanceada.

Ribeirão Preto, o eletricitário aposentado José Oliveira Jordão se dedica a criar e treinar pombos-correios há mais de 50 anos. As aves, de uma linhagem específica, foram utilizadas em tempos de guerra. Hoje em dia, são usadas em competições e treinadas como verdadeiras atletas.

Na chácara de Jordão há cerca de 300 pombos. Os filhotes começam o treinamento aos 3, 4 meses. Além de exercícios matinais, as aves contam com alimentação balanceada, uma mistura de ração, milho, sorgo, soja, alpiste, painço, lentilha, ervilha e amendoim.

Um pombo-correio tem autonomia para voar entre 800 e 900 km/dia a uma altura que oscila entre 15 e 20 metros.

A linhagem dos pombos-correios é resultado de vários cruzamentos, explica Jordão. Boa resistência, boa plumagem, boa orientação são levadas em consideração na formação da linhagem.

Fonte: http://g1.globo.com/
 
 
 Mais de 100 raios são registrados durante tempestade em Ribeirão Preto
116 descargas elétricas foram registradas até a manhã desta quarta-feira.
Apesar das incidências durante a chuva, nenhuma ocorrência foi registrada.

Uma tempestade de raios foi registrada em Ribeirão Preto (SP) entre a tarde de terça-feira (8) e a manhã desta quarta-feira (9). Segundo o Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), foram registrados 116 raios no período.
Essa incidência de raios, maior que 100 em um dia, é considerada alta pelo Elat. Entretanto a quantidade está dentro da média, segundo os pesquisadores do Inpe.
Câmeras da EPTV instaladas em dois pontos de Ribeirão registraram o clarão provocado pelas descargas elétricas durante a noite, quando uma chuva atingiu a cidade.
Segundo o Elat, o horário com maior incidência de raios foi entre 17h e 22h40.
Apesar da grande quantidade de raios durante a chuva em Ribeirão, nenhuma ocorrência grave foi registrada pelo Corpo de Bombeiros na cidade.
Ranking
Ainda de acordo com o grupo de estudos do Inpe, Ribeirão ocupa o 453º lugar no ranking de cidades com maior incicência de raios no Estado de São Paulo. No Brasil, a cidade está em 2378º lugar.
Ribeirão Preto possui uma densidade de 7,27 descargas elétricas por quilômetro quadrado ao ano, segundo o Elat.

Fonte: g1.globo.com
 
 
 Conceito tecnológico inovador chega a Ribeirão Preto
Empresa oferece impressões 3D no município

Ribeirão Preto ganhou um novo conceito de inovação para todos os moradores da cidade. A dOne 3D store traz à cidade impressões realistas nas três dimensões possíveis. Com esta tecnologia, clientes podem através de projetos, imprimir ferramentas ou até miniaturas reais de sua própria imagem.

Para que haja a impressão de algum objeto em três dimensões é necessário antes de tudo realizar a Modelagem. Os Modelos para impressões 3D podem ser criados através de um software de modelagem em 3D ou através de uma digitalização em 3 dimensões. Um software de modelagem tridimensional é utilizado para desenhar o que será impresso. Como alternativa, se pode baixar um modelo já pronto. O computador envia as instruções para a impressora, que aquece a matéria-prima e começa a desenvolver o modelo em uma pilha muito fina de camadas.

De acordo com o Diretor Comercial da empresa, Ricardo Nisioka Kimuraaqui, a dOne 3D Store tem por missão associar o ribeirãopretano a tecnologias 3D. “Vamos fazer isso disponibilizando as nossas máquinas para os clientes usarem, vendendo diversos tipos de impressão. Já existem impressões de comida, de titânio, de plásticos termoresistentes, solúveis em água, cerâmica e a lista tem aumentado a cada dia, pois sempre surgem novas tecnologias e materiais”, explica.

Além da inovação, aos que têm autoestima elevada, é possível até mesmo imprimir uma escultura em miniatura de qualquer coisa. Tudo varia com o gosto da pessoa. “Temos equipamentos profissionais e industriais, que nos possibilitam imprimir com materiais biocompatíveis que podem ser usados em cirurgias e peças inteiramente coloridas, como no caso das miniaturas de cerca 15 centímetros de altura em alta precisão. Digo 'cerca de', pois tudo dependerá das preferências do cliente. Este serviço começa valer a partir do final de janeiro”, conta.

A loja está localizada na avenida Av. Nove de Julho, 1278 - Jardim Sumaré. 

Fonte: revide.com.br/
 
 
 Sucuri de 5 metros atravessa via em área urbana de Ribeirão Preto
PMs faziam ronda quando se depararam com animal no Ribeirão Verde.
Réptil é comum na região e habita de pequenos lagos a grandes rios.

Uma sucuri-verde adulta foi flagrada pela Polícia Militar na madrugada desta terça-feira (8) enquanto atravessava a Estrada das Palmeiras, no bairro Ribeirão Verde, zona norte de Ribeirão Preto (SP). A cobra com 5 metros de comprimento foi filmada pelos policiais durante a travessia em área urbana.
Os policiais faziam uma ronda quando se depararam com o animal no asfalto. Segundo os PMs, a sucuri não foi capturada e continuou o trajeto calmamente.
De acordo com o diretor do Bosque Zoológico de Ribeirão Preto Alexandre Carvalho Gouvêa, a serpente que aparece nas imagens é uma sucuri-verde (Eunectes murinus), que habita desde pequenos lagos até grandes rios, como o Pardo, na região de Ribeirão Preto.
Ainda segundo Gouvêa, o animal é típico da região e encontros-surpresa como este tendem a ficar cada vez mais comuns por cauda da ocupação de áreas verdes. “Como a cidade está crescendo cada vez mais e invadindo áreas preservadas nos seus arredores, se torna cada vez mais comum os encontros com esses animais, pois saem dos leitos de água à procura de alimento”, explicou.

Fonte: g1.globo.com
 
 
 Suspeita de zika vírus em Ribeirão Preto é investigada pela USP
Virologista confirma ter recebido notificação sobre uma paciente de 33 anos.
Mulher, que não está grávida, foi atendida em UBDS com febre e conjuntivite.

A Secretaria da Saúde de Ribeirão Preto (SP) confirmou na manhã desta terça-feira (8) que investiga uma suspeita de zika vírus na cidade. Uma notificação foi recebida pelo virologista Benedito Antonio Lopes da Fonseca, da Faculdade de Medicina da USP, que analisa os casos.
Transmitida pelo mesmo mosquito da dengue e da febre chikungunya, a doença está associada à elevação da incidência de microcefalia de recém-nascidos no Nordeste e com a síndrome de Guillain-Barré, doença neurológica que paralisa parte do corpo.
A Secretaria da Saúde confirmou que investiga casos suspeitos de zika vírus, mas informou que não há nenhuma confirmação. Ainda de acordo com o departamento, buscas estão sendo feitas para ver se há a circulação do vírus em Ribeirão.
Paciente
Segundo o virologista da USP, o caso suspeito é de uma mulher de 33 anos, que não está grávida, atendida com febre, vermelhidão no corpo e conjuntivite na Unidade Básica Distrital de Saúde (UBDS) Central, em Ribeirão.
O médico infectologista aguarda a chegada do material da paciente para fazer os testes e afirma que o resultado dos exames deve sair até sexta-feira (11).
Casos suspeitos
O virologista, que é professor de infectologia da USP, e tem um laboratório voltado para detecção de vírus como dengue e chikungunya, estima já ter avaliado em torno de 20 casos suspeitos de zika vírus na cidade este ano, mas que nenhum deles foi confirmado.
A situação da paciente mais recente, no entanto, ainda depende de uma avaliação. "É uma suspeita de zika em uma mulher que não está grávida, mas pode ser dengue", diz Fonseca.
Microcefalia
Além desta suspeita de zika vírus, segundo Fonseca, há dois casos de microcefalia a serem analisados, mas que dependem da análise de anticorpos e que ainda não são relacionados ao vírus.

"Quando chega a uma situação em que o bebê nasce com microcefalia, essa infecção ocorreu há seis meses até quase nove meses atrás. Então a gente não tem o vírus ali presente. A gente tem que fazer uma investigação através da procura de anticorpos específicos contra o vírus no sangue da mãe e do bebê", afirma.
Uma eventual confirmação da doença no município despertaria um alerta de risco à saúde pública. A única prevenção, segundo ele, é evitar a proliferação do Aedes aegypti, transmissor da doença.
"Saberíamos que zika está circulando em Ribeirão, a transmissão poderia ocorrer de uma pessoa pra outra através da picada do mosquito e teríamos uma epidemia. Aí sim teríamos que ficar preocupados e fazer um trabalho com as pacientes que ficarem grávidas", afirma.
Questionada pelo G1, a Secretaria da Saúde não confirmou os casos de microcefalia em bebês de Ribeirão Preto.
A secretaria informou também que realiza arrastões e visitas constantes em pontos estratégicos para acabar com os criadouros do mosquito e que faz nebulização para bloquear casos suspeitos e confirmados.

Fonte: g1.globo.com/
 
 
 Palace promove em Ribeirão Preto exposição gratuita de presépios
Peças feitas com materiais como bagaço da cana estão à mostra até dia 21.
Entrada é gratuita; obras expostas podem ser compradas por até R$ 400.

O Centro Cultural Palace recebe até 21 de dezembro uma exposição gratuita de presépios e reproduções da Sagrada Família em Ribeirão Preto (SP). Ao todo, 50 peças confeccionadas por 16 artesãos podem ser conferidas de segunda a sábado.
Feitos à base de materiais como tinta acrílica, cabaça, tecido, bambu, barro, PVC, sapê; gesso, bagaço da cana, entre outros, os trabalhos que remetem ao nascimento do menino Jesus são resultado de diferentes técnicas e estilos, tais como colagem e pintura marmorizada.

As peças em exposição podem ser adquiridas pelos visitantes por preços que variam de R$ 15 a R$ 400.
Para realizar a mostra, o centro cultural recebeu produções por dois meses. Segundo a coordenadora do Palace, Meire Teixeira, o objetivo é colocar em evidência o trabalho desenvolvido por artesãos locais.
“A ideia é valorizar o nosso artista. A gente trabalha com a inclusão deles”, afirma.

Serviço
Exposição "Presépios e Sagrada Família"
Local: Centro Cultural Palace (Rua Álvares Cabral, 322, Centro - Ribeirão Preto/SP).
Horários: de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h; aos sábados, das 10h às 12h.
Entrada: gratuita


Fonte: g1.globo.com
 
 
 Chuva provoca pontos de alagamento na zona sul de Ribeirão Preto
Barragem de contenção de córrego no Jardim Botânico transbordou.
Em duas horas, choveu o equivalente a 23% da média para dezembro.

A chuva que atingiu Ribeirão Preto (SP) na manhã desta segunda-feira (7) provocou pontos de alagamento na zona sul da cidade. Apesar do acúmulo de água nas vias, nenhum dano foi registrado pela Defesa Civil.

Em duas horas, choveu 63 milímetros, equivalente a 23% da média prevista para o mês de dezembro, segundo a Somar meteorologia.
O grande volume de água em pouco tempo fez com que a barragem de contenção de um córrego transbordasse na Avenida Carlos Consoni, no Jardim Botânico. A água é escoada para outros dois córregos, como o Retiro Saudoso e o ribeirão Preto.
Buraco
No bairro City Ribeirão, parte do asfalto foi arrancada com a força da chuva na Avenida Áurea Aparecida Bragheto Machado. Buracos foram abertos na via e os motoristas precisaram redobrar atenção no local.
Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura de Ribeirão Preto, uma equipe da Secretaria de Infraestrutura deve ser enviada à avenida até terça-feira (8) para fazer os reparos no asfalto da via

Fonte: g1.globo.com
 
 
 IPEM SP realiza plantão de taxímetro em Ribeirão Preto nesta terça
Os taxistas de Ribeirão Preto já podem consultar no site do IPEM-SP (www.ipem.sp.gov.br) as datas dos plantões de taxímetro. A próxima ação no município será realizada nesta terça-feira (8), a partir das 9h, sendo o ponto de partida na avenida Maurílio Biagi, 2.940, no bairro City Ribeirão, zona sul da cidade.

No caso dos plantões de regularização de taxímetro, somente os taxistas que precisam validar o instrumento após mudança de veículo, troca ou reparo do equipamento devem comparecer. O IPEM-SP também realiza, periodicamente, a verificação anual – ação de participação obrigatória a todas as categorias de táxi.

Os taxistas autuados por trafegar com o taxímetro irregular têm dez dias para apresentar defesa ao órgão. As multas podem variar de R$ 500 a R$ 5 mil, dobrando na reincidência.

Para agendar o atendimento é necessário acessar o site do IPEM-SP e emitir a GRU (Guia de Recolhimento da União) para o pagamento da taxa de verificação. Sem o agendamento online e a taxa quitada, o atendimento não é realizado.

Na data da verificação, o taxista ou responsável pelo veículo deve apresentar os seguintes documentos:

- alvará de estacionamento fornecido pela prefeitura;

- certificado de propriedade do veículo;

- certificado de verificação do IPEM-SP, referente ao último exercício;

- GRU quitada;

- comprovante de endereço;

- guia de serviço fornecida por oficina credenciada pelo IPEM-SP

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (16) 3916-2338 ou pessoalmente na Sede da Delegacia de Ação Regional do IPEM-SP em Ribeirão Preto.

Fique de olho

Para identificar se o taxímetro foi verificado pelo IPEM-SP, o consumidor deve observar a existência do lacre amarelo, que impede o acesso à regulagem do aparelho, e do selo do Inmetro com a frase “verificado até 2016”. Caso o lacre esteja rompido, o consumidor não deve aceitar a corrida, pois o aparelho pode apresentar medição incorreta. Em alguns casos poderão ser encontrados com a etiqueta "verificado até 2015", pois, o instrumento pode ser que ainda não tenha sido verificado, devido ao cronograma conforme o alvará.

O valor da bandeira é estabelecido pela prefeitura de cada município, mas é importante estar atento ao horário em que as bandeiras ‘um’ e ‘dois’ podem ser utilizadas, para não pagar mais caro pela corrida.

O consumidor que notar irregularidades ou tiver dúvidas pode realizar denúncia na Ouvidoria do IPEM-SP por meio do telefone 0800-013-0522 ou pelo e-mail ouvidoria@ipem.sp.gov.br.

Fontes: 
- ribeiraopretoonline.com.br 
- Assessoria de Imprensa do IPEM-SP
 
 
 Feira do Livro de Ribeirão Preto fará homenagem a Colômbia em 2016
A prefeita Dárcy Vera (PSD), acompanhada dos secretários municipais, Layr Luchesi Júnior, Ângelo Invernizzi e Érica Amendola, assistente do secretário da Cultura, recebeu nessa segunda-feira (7), em seu gabinete, no Palácio Rio Branco, a presidente e o vice-presidente da Fundação Feira do Livro, Adriana Silva e Edgard de Castro, que vieram apresentar material institucional da Feira Nacional do Livro para 2016.

O evento, que tem como tema “Viva o escritor, salve, salve o leitor: O Fascinante Mundo do romance, do conto, da crônica e da poesia”, já tem período definido: de 11 a 19 de junho.

Na edição de 2016, o país homenageado será a Colômbia, considerado o país da Biblioteca. A escritora homenageada será a premiada Lygia Fagundes Telles, atual membro da Academia Brasileira de Letras e da Academia das Ciências de Lisboa. Na categoria Infanto-juvenil, a autora homenageada será Maria Clara Machado, escritora e dramaturga de sucesso entre as crianças e adolescentes. O filósofo, escritor e educador Mário Sérgio Cortella será homenageado na categoria autor educação. João Naves, empresário e fundador do grupo Rodonaves, será o Patrono da 16ª Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto e a premiada escritora e educadora Rita Mourão, atual integrante da Academia Ribeirãopretana de Letras, será homenageada na categoria autor local.

Fontes:
- ribeiraopretoonline.com.br 
- Prefeitura de Ribeirão Preto
 
 
 Briga para o trânsito do Centro de Ribeirão Preto
Homem teria se queixado que trio estava obstruindo a calçada

Uma discussão fez o trânsito parar por volta das 15h40 deste domingo (6) na esquina das ruas Visconde de Inhaúma e São Sebastião, no Centro de Ribeirão Preto.

Segundo testemunhas, um homem que vestia uma camiseta verde se queixou que três pessoas estavam andando muito devagar e, com isso, obstruindo a calçada. Ele teria insultado os pedestres e sido insultado de volta.

Nervoso, o homem teria pego uma vasilha de plástico em uma caçamba e arremessado o objeto contra o trio. A vasilha teria batido nas costas de uma jovem, que estava acompanhada por dois rapazes.

Em seguida, ainda de acordo com as pessoas que passavam pelo local, os garotos trocaram mais xingamentos com o homem, que se armou com pedaços de madeira e partiu para cima deles. Os meninos também teriam pego cabos de vassoura e paus na caçamba e, assim, a pancadaria teve início.

As agressões só acabaram quando os vendedores das lojas do entorno intervieram e apartaram a briga. O homem de verde fugiu e um dos rapazes sofreu ferimentos leves no pulso.

Fonte: jornalacidade.com.br
 
 
 Prefeitura descumpre Lei de Responsabilidade Fiscal
Prefeitura descumpre Lei de Responsabilidade Fiscal, diz MP
É a interpretação de promotor Sebastião da Silveira ante dívida de R$ 122,9 milhões do município

Para o promotor de Justiça Sebastião Sérgio da Silveira, a Prefeitura de Ribeirão Preto está descumprindo a Lei de Responsabilidade Fiscal devido ao acúmulo de dívidas com fornecedores e falta de planejamento orçamentário.

Já o Executivo alega que a situação é agravada pelo acordo firmado pelo ex-prefeito Welson Gasparini (PSDB), com a ciência de Sebastião, para pagar a dívida da Cohab, retendo R$ 1,5 milhão mensais.

Ontem, o A Cidade revelou que o Palácio Rio Branco tem R$ 122,9 milhões de pagamentos com data vencida com fornecedores. A Estre, responsável pela coleta de lixo do município, puxa a fila com R$ 41,9 milhões. “Isso é preocupante. Se algo não for feito, a prefeitura ficará inviabilizada no curto prazo”, diz o promotor, que em setembro do ano passado abriu inquérito para apurar as dívidas do Executivo.

As investigações serão encerradas, segundo ele, até o final de dezembro, e a propositura de uma Ação Civil Pública por improbidade administrativa contra a prefeita Dárcy Vera (PSD) é uma possibilidade.
Para Sebastião, a prefeitura está “superestimando a receita”, apesar da crise financeira do país. No orçamento de 2016, que começa a ser votado pela Câmara hoje (leia mais na D4), o Executivo previu um aumento de 8,8% nas receitas da administração direta em relação a este ano.

Na peça orçamentária, constam R$ 101,6 milhões de dívidas com fornecedores. O levantamento, fechado em 31 de agosto pela Secretaria da Fazenda, é R$ 21,3 milhões menor do que o atual, conforme dados oficiais obtidos pelo A Cidade via Lei de Acesso à Informação.

Para o especialista em gestão pública Marco Aurélio Damião, “deveria ser estimada uma projeção realista dessa dívida para o final do ano”. Já a prefeitura afirma que seguiu todos os preceitos da lei Lei Federal nº 4.320/64.

O vereador Genivaldo Gomes (PSD), presidente da Comissão de Finanças, diz que muitas variáveis interferem no orçamento. “Realizar o planejamento da administração pública é diferente da iniciativa privada porque são muitos fatores que influem. Mas vamos nos adequando conforme as circunstâncias”.

Prefeitura deve a 4 órgãos públicos

A prefeitura tem R$ 31 milhões em pagamentos com data vencida a quatro órgãos públicos: Sassom, IPM, Coderp e Daerp. Os três primeiros ocupam posições de destaque no ranking (ver acima), e a autarquia tem para receber R$ 446,9 mil.

O advogado Gustavo Bugalho, membro da comissão de licitações e contratos públicos da OAB, alerta para a possibilidade do não pagamento proposital do Executivo aos órgãos públicos. “Pode ser, em tese, uma maneira de conseguir fazer caixa, o que configuraria uma pedalada. Além disso, os atrasos comprometem a saúde financeira dessas entidades”. Segundo a prefeitura, esses quatro órgãos não devem para seus fornecedores. O Daerp tem até contas de setembro de 2014 para receber. Os valores não incluem a dívida de longo prazo com a autarquia (que representam cerca de R$ 53 milhões). 

Executivo culpa acordo de Gasparini

Em nota, a prefeitura afirmou que, mensalmente, tem retido R$ 1,5 milhões do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) devido ao acordo firmado pelo ex-prefeito Welson Gasparini para quitar a dívida da Cohab.

“Este valor é uma receita do município que foi dada como garantia, o que tem feito falta aos cofres públicos para pagamento aos fornecedores”, diz a nota. Ao ano, o município recebe cerca de R$ 57 milhões do FPM - cerca de 30% ficam retidos para pagar a dívida da Cohab.

Sobre o inquérito que apura descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal, o Executivo  diz que “o promotor [Sebastião Sérgio da Silveira] tinha conhecimento do acordo feito na época pelo ex-prefeito Welson Gasparini e sabia que isso poderia comprometer os orçamentos futuros”. 

A prefeitura lembrou que possui R$ 1 bilhão inscritos em dívida ativa de “recursos e taxas ainda não pagos pelos contribuintes, valor este muito superior ao que precisa ser quitado” das dívidas com fornecedores, e que “trabalha diariamente para receber a maior quantia possível” para evitar pendências para 2016. 

A nota não cita quanto dessa dívida será recuperada até o final do mês e qual o montante de repasses atrasados pelos governos estadual e federal.



Fonte: jornalacidade.com.br
 
 
 Após liberação barulho na rua Barão do Amazonas desagrada comerciantes
Caixas de ferro com fiação aterrada trepidam com tráfego de veículos


A Transerp, empresa que gerencia o trânsito e o transporte urbano de Ribeirão Preto, liberou no último sábado (5) o trecho da rua Barão do Amazonas, entre as ruas General Osório e Duque de Caxias. Porém, o barulho das caixas de ferros aterradas está incomodando comerciantes e moradores do local.

O trecho estava interditado desde 19 de outubro, para a substituição do asfalto por pavimentação de concreto. O prazo estipulado pela Transerp, de 20 dias, não foi cumprido.

A operadora de caixa Helena Botelho não se conforma com o barulho. “Ninguém aguenta. É o dia inteiro isso. Ouvi dizer que aos moradores do prédio ao lado querem mudar. Saio do trabalho com dor de cabeça”, conta.

E até quem não tinha percebido, ao ouvir, se incomodou com o barulho de carros e ônibus ao passarem nestas caixas, foi o caso da babá Rosilene de Lima. “Voltei hoje a pegar ônibus nesse ponto. Achei que era barulho dos carros, mas observando entendi a reclamação do pessoal. Acho que deviam tomar alguma previdência, para acabar com esse som”, diz.

Com a liberação, as linhas de ônibus com ponto de parada provisório instalado na Rua Marcondes Salgado, esquina com Rua General Osório, voltaramm ao seu ponto de origem, na rua Barão do Amazonas, em frente a Praça Carlos Gomes.

Outro lado
A assessoria de imprensa da prefeitura informou, por e-mail, que são caixas da CPFL e uma equipe da prefeitura em parceira com a CPFL está estudando para verificar como diminuir os barulhos.

Fonte: jornalacidade.com.br
 
 
 Cohab de Ribeirão Preto intensifica campanha para combater a inadimplência
O presidente da Cohab-RP, Silvio Martins, reitera que a campanha de negociação junto aos mutuários inadimplentes (com prestações e parcelamentos da casa própria em atraso) prossegue até o dia 22 de dezembro. O objetivo é regularizar a situação e evitar a retomada dos imóveis, conforme previsto em cláusula contratual. Essa negociação oferece desconto de 50% dos juros de mora sobre os pagamentos efetuados à vista.

A inadimplência total chega a R$ 26 milhões, ou seja, o equivalente a 17,2% do total de mutuários ativos. Desse total, R$ 8.430.431,21 correspondem a inadimplência em Ribeirão Preto, 16,5% dos mutuários ativos. “A maioria dos devedores já tem ações ajuizadas de Reintegração de Posse, mas estamos dispostos a negociar com todos, estudar caso a caso e, ainda, oferecer condições de parcelamento para evitar a retomada do imóvel”, reitera o presidente da Cohab-RP.

A campanha foi lançada no último dia 28 de setembro e está sendo intensificada nos últimos dias em razão do pagamento do 13º salário. “Essa é a oportunidade dos mutuários com débitos acertarem sua situação. Desta forma estarão fazendo bom uso do 13º”, destaca Silvio Martins.

O atendimento é de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 16h, na sede da empresa, na avenida 13 de Maio nº 157.  Na região de Fernandópolis, a negociação pode ser feita no escritório regional da empresa naquela cidade.

Fonte: Prefeitura de Ribeirão Preto
 
 
 Cinco bairros de Ribeirão Preto recebem consultório de rua nesta semana de 7 a 11 de Dezembro
A Secretaria da Saúde divulgou na última sexta-feira (4), o cronograma do Dr. Móvel para o período de 7 a 11 de dezembro. A comunidade do Jóquei Clube será a primeira a receber os serviços de saúde, nesta segunda-feira (7), das 8h às 12h e das 14h às 16h. O equipamento ficará estacionado no final da Rua Peru.

Nesta terça-feira (8), será a vez dos moradores do Salgado Filho I receberem os serviços, das 8h às 12h. Os atendimentos serão na rua Anhembi, 401. Na quarta-feira (9), o Dr. Móvel estará no Jardim Marchesi, na avenida dos Andradas, 850, das 8h às 12h e das 14h às 16h.

Na quinta-feira (10), das 8h às 12h, o ônibus estará estacionado no Salgado Filho II, na rua Arealva s/n. Na sexta-feira (11), o Dr. Móvel atenderá os moradores dos Campos Elíseos, das 8h às 12h, na Praça Rômulo Morandi.

Fonte: Prefeitura de Ribeirão Preto
 
 
 Impasse entre Prefeitura de Ribeirão Preto e firma paralisa recapeamento
Spel Engenharia diz que custos subiram, mas Prefeitura se negou a atualizar.
Executivo notificou empresa pela 2ª vez e diz que reajuste está fora do prazo.

Um impasse entre a Prefeitura e a Spel Engenharia paralisou obras de R$ 15 milhões financiadas pelo Estado para recapeamento de ruas em Ribeirão Preto (SP).
Realizado por meio de parceria com a Agência de Desenvolvimento Paulista (Desenvolve SP), o asfaltamento começou em março deste ano para renovar o pavimento em oito bairros, mas desde o início de novembro está suspenso em meio a uma discordância em relação aos preços praticados no contrato.
De um lado, a empresa alega que os custos subiram ao menos 30% em relação ao contrato e que não houve acordo com a administração municipal ao tentar realinhar os custos.

De outro, o Executivo notificou a firma na última quarta-feira (2) pela segunda vez argumentando que a Spel somente cumpriu 19% do contrato. Além disso, diz que o realinhamento de preços está fora do prazo e só pode ser feito após um ano de contrato.
Em nota, a Agência de Desenvolvimento Paulista informou já ter liberado 20% dos recursos do convênio e que o realinhamento de preços é uma questão a ser tratada entre município e empresa contratada.
Custos subiram
Inicialmente orçado em R$ 15 milhões, o recape financiado pela Agência de Desenvolvimento Paulista é um dos três projetos desse tipo conduzidos pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e contempla 76 quilômetros de ruas nos Campos Elíseos, Ipiranga, Parque das Andorinhas, Parque Ribeirão, Planalto Verde, Sumarezinho, Vila Tibério e Vila Virgínia.
A licitação realizada no final do ano passado teve como vencedora a Spel. Na época, segundo a firma, o metro cúbico da obra estava cotado a R$ 484,59, mas, com o aumento nos custos dos materiais, a própria Prefeitura atualizou o valor para R$ 681,55 em fevereiro, alega a empreiteira.
Depois disso, no entanto, a empresa cita que sofreu com mais elevações nos combustíveis e na energia elétrica e tentou, sem sucesso, realinhar os valores contratados com a Prefeitura. Dois pedidos foram negados e um terceiro, encaminhado no final de outubro, ainda não teve resposta, informou a assessoria de imprensa da Spel.
Alegando não ter condições de continuar com a repavimentação, a empresa suspendeu suas atividades há um mês, à espera de uma atualização nos pagamentos.
"Mesmo com dois pedidos de realinhamento negados, viemos cumprindo fielmente o pactuado com o Município, até que no início de novembro de 2015, impossibilitada de arcar com alto custo do material utilizado na execução dos serviços, a empresa se viu obrigada a paralisar a obra", comunicou.
Prefeitura notificou
A Secretaria Municipal de Infraestrutura confirma que o realinhamento dos preços é possível, mas que só poderia ser feito a partir de março do ano que vem. "A readequação do contrato é judicialmente legítima, desde que seja realizada após um ano de vigência do contrato", informou, por meio de sua assessoria de imprensa.

Em publicação do Diário Oficial de quarta-feira, a Prefeitura notificou a empresa a apresentar em cinco dias justificativas por escrito sobre a suspensão, sob pena de ser multada ou ter o contrato encerrado.
Segundo a Infraestrutura, apenas 19% dos serviços acordados foram concluídos.
"A empresa paralisou os serviços sem apresentar justificativas. Informamos que esta é a segunda Notificação acerca do mesmo problema. Finalmente, caso não proceda à entrega dos referidos itens, a empresa estará sujeita à aplicação das sanções constantes no Edital e das penalidades previstas na Lei Federal nº 8.666/93", publicou a administração municipal.

Desenvolve SP
A Agência de Desenvolvimento Paulista (Desenvolve SP) informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que não interfere na discussão dos preços entre Prefeitura e Spel. De fevereiro a agosto deste ano, 20% do montante foi liberado para as obras de recape e asfaltamento na cidade.
"A escolha da empresa que executa as obras é realizada diretamente pela gestão municipal por meio de licitação, portanto, o realinhamento de preços trata-se de um processo entre licitante (prefeitura) e licitado (empresa contratada)", comunicou.

Fonte: g1.globo.com/
 
 
 Camila Queiroz tira fotos com fãs durante evento em sua cidade natal
Em Ribeirão Preto, atriz fez caras e bocas enquanto posava ao lado dos admiradores na tarde deste domingo, 6.

Neste domingo, 6, a atriz Camila Queiroz participou de um evento de beleza em sua cidade natal - Ribeirão Preto, no interior de São Paulo - e foi recebida de maneira muito calorosa por seus conterrâneos.

Com as pernas de fora e os cabelos soltos, a gata fez caras e bocas enquanto tirava fotos com os fãs. Durante o encontro com os admiradores, ela falou sobre como mantém os fios lindos.

“O meu segredo para ter o cabelo sempre com movimento e volume é manter o corte sempre em dia. Eu também evito pentear muito os cabelos, porque eu acho que quebra muito os fios. Evito usar chapinha ou secador e nunca durmo com os cabelos molhados”.
Após o fim de "Verdades Secretas", Camila não ficará muito tempo longe das telinhas. Ela já está gravando "Êta mundo bom", próxima trama das 18h da Globo.

Fonte: ego.globo.com/
 
 
 Concerto em Ribeirão Preto mescla jazz e canções de Natal no Pedro II
Apresentação terá participação do saxofonista italiano Silvio Zalambani.
Repertório inclui peças da Ucrânia e da Inglaterra; ingressos custam R$ 20.

Mais de cem músicos dividirão o palco do Theatro Pedro II, em Ribeirão Preto (SP), no dia 9 de dezembro para o especial "Alma de Natal - The Christmas Jazz!".
Com uma mescla de canções natalinas e peças adaptadas para o jazz, o concerto terá participação da Orquestra Jovem Acadêmica e do Coro da Academia Livre de Música e Artes (Alma), além do Coro da Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto e Jazz Quartet.
Os maestros Reginaldo Nascimento e Lucas Galon se revezarão na regência. Com duração de aproximadamente uma hora, a apresentação marcada para as 20h ainda terá participação do saxofonista italiano Silvio Zalambani.
O repertório vai desde a canção natalina ucraniana Shedrik a Greensleeves, peça tradicional do século 16.

Confira a programação do concerto:
Introdução
Shedrik - Canção natalina ucraniana (arranjo de Bogdan Dragan)
Solos: Eduarda Tiemi Ito (violino); Janaína Lemos, Tâmisa Lanzarin, Esther Maria Ihlenfeldt R. Santos (vozes)
Noite Azul - Cyro Pereira (arranjo de Lucas Galon)
Solo: Brenda Grigol Gomes
The Tiger - Sherry Poterfield (arranjo de Lucas Galon)
Canção Alegre de Natal - Francois Gevaert (arranjo de Bogdan Dragan)
The Christmas Jazz, com Silvio Zalambani
Com Carinho - Silvio Zalambani
Greensleeves - Canção tradicional do século 16 (arranjo de Lucas Galon)
Adeste Fidelis - Canção tradicional do século 17 (arranjo de Lucas Galon)
Hark the Herald Angels Sing! - Felix Mendelssohn (arranjo de Lucas Galon)
Joy to the World - Canção tradicional inglesa
Finale
Boas Festas - Canção natalina brasileira (arranjo de Bogdan Dragan)
Solo: Dalton Micael R. Herrera
Glória in Excelcis Deo - Canção tradicional francesa (arranjo de Bogdan Dragan)
Noite Feliz - Franz Grüber (participação das crianças da ALMA)
Serviço - Alma de Natal – The Christmas Jazz
Data: 9 de dezembro (quarta-feira)
Hora: 20h
Local: Theatro Pedro II
Endereço: Rua Álvares Cabral, 370, Centro - Ribeirão Preto/SP
Ingressos: R$ 20 (inteira); R$ 10 (meia-entrada)


Fonte: g1.globo.com/
 
 
 Galho cai em praça de Ribeirão Preto e deixa imóveis sem eletricidade
Parte de figueira desabou sobre táxi e fiação elétrica na Rua Duque de Caxias.
Árvore está infestada por cupins e queda de galhos é frequente, diz taxista.

Cerca de 2,1 mil imóveis ficaram sem energia elétrica na tarde deste sábado (5) no Centro de Ribeirão Preto (SP) após o galho de uma figueira com aproximadamente 10 metros de altura cair sobre um táxi e sobre a fiação na Rua Duque de Caxias. Apesar do susto e dos prejuízos, ninguém se feriu.
O taxista Sebastião Franco contou estacionou o veículo em frente ao ponto, na Praça XV de Novembro, e minutos depois o galho despencou. O vidro traseiro, o porta-malas e o teto do táxi ficaram destruídos. Parte da fiação também foi atingida.
“Eu encostei o carro, entrei no ponto dos taxistas e o galho caiu do nada, sem vento, sem nada. Quase pegou em uma senhora. Foi coisa de milímetros. Até pegou uns arranhãozinho (sic) no braço”, afirmou Franco, destacando que a mulher não precisou ser socorrida.

Ainda de acordo com o taxista, é comum a queda de galhos na praça, principalmente durante ventanias e tempestades. Franco reclamou que a figueira, assim como outras árvores plantadas na praça, está infestada por cupins.
“Ninguém toma providência, direto cai galho aqui. Já cansamos de avisar, falar dessas árvores, mas não adianta falar nada, é sempre a mesma coisa. Não é a primeira vez que cai galho”, disse.
Uma equipe do Corpo de Bombeiros interditou o local e serrou o galho. A assessoria da Prefeitura de Ribeirão Preto informou que encaminhará a reclamação do taxista à Secretaria de Meio Ambiente.
Energia elétrica
Em nota, a CPFL Paulista informou que o fornecimento de energia foi interrompido para 2,1 mil imóveis da região central, entre 13h14 e 13h57, enquanto os bombeiros realizavam a poda do galho. Ainda segundo a concessionária, o serviço já foi restabelecido.

Fonte: g1.globo.com/
 
 
 Jovem invade pista de aeroporto em Ribeirão Preto e impede decolagem
Adolescente relatou à Polícia Civil que pretendia tirar fotos dos aviões.
Daesp e Passaredo negam prejuízos ao terminal aéreo e atraso no voo.

Um adolescente invadiu a pista do Aeroporto Leite Lopes, em Ribeirão Preto (SP), e impediu a decolagem de um voo da empresa Passaredo no fim da tarde desta sexta-feira (4). Segundo registro da Polícia Civil, o menor relatou em depoimento que pretendia tirar fotos dos aviões decolando. Ninguém se feriu.
Em nota, o Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (Daesp) informou que o fato não prejudicou o funcionamento do aeroporto. A assessoria da Passaredo Linhas Aéreas também negou que a invasão tenha atrasado o voo.
Ainda de acordo com a polícia, um vigilante percebeu que o jovem de 17 anos caminhava pela pista por volta de 17h25, no momento em que a aeronave modelo ATR 72/600, prefixo PPPTN, com capacidade para 70 pessoas, se preparava para decolar.
O procedimento foi interrompido e o menor retirado do local. Em seguida, o caso foi comunicado à Polícia Federal, uma vez que a pista é considerada área restrita e de segurança. A ocorrência foi registrada como atentado contra a segurança de transporte marítimo, fluvial ou aéreo.
O adolescente prestou depoimento na Central de Flagrantes e foi entregue aos responsáveis, após a assinatura de um termo de responsabilidade. Consta no boletim de ocorrência que a família reside no bairro Parque Avelino Palma, ao lado do aeroporto.
Sem prejuízos
Em nota, o Daesp esclareceu apenas que acionou a base da Polícia Militar dentro do aeroporto, assim que o invasor foi identificado. Os policiais retiraram o jovem do local. Ainda segundo o Daesp, o fato não prejudicou a operação do Leite Lopes.
A assessoria da Passaredo não informou o destino do voo, nem quantos passageiros estavam na aeronave, apenas que, mesmo após o procedimento ser interrimpido, não houve atraso na decolagem.


Fonte: g1.globo.com/
 
 
 Campanha de Natal arrecada donativos para instituições beneficentes de Ribeirão Preto
Com o objetivo de proporcionar um Natal com mais conforto e promover a solidariedade entre os colaboradores e a população, a Prever Campos Elíseos Assistência Familiar lançou uma campanha de Natal para arrecadar donativos para o Instituto Desportivo Educacional Drible de Ouro e para a Família Missionária Basta Querer, ambas de Ribeirão Preto.

Com ponto de coleta na sede da empresa, na Av. da Saudade, 630, bairro Campos Elíseos, a campanha está recebendo, até o dia 19 de dezembro, brinquedos, roupas, calçados,  novos ou usados em bom estado de conservação, e alimentos não perecíveis.

“A boa aceitação da campanha está sendo uma grata constatação. Conhecemos de perto o trabalho das duas instituições e sabemos que os donativos serão destinados às pessoas com reais necessidades. Trata-se de mais respeito ao ser humano”, reforça José Ricardo Dias, gerente do Grupo Prever.

O Instituto Desportivo Educacional Drible de Ouro beneficia cerca de 50 crianças e jovens da Favela do Brejo, no bairro Simioni, com os conhecimentos e técnicas do futebol. A Família Missionária Basta Querer começou com um programa de rádio, há dez anos, e hoje distribui sopas em comunidades carentes e também prega a palavra de Deus.

Mais informações sobre a campanha na Prever Campos Elíseos ou pelo telefone (16) 3434-1000.

Fonte: Conceito Comunicação
 
 
 Câmara de Ribeirão Preto estuda tornar Lei Cidade Limpa menos rígida
Texto inclui exceções para instalação de outdoors e placas perto de APPs.
Após audiência, comissão quer fazer correções e encaminhar para votação.

Um projeto em discussão na Câmara objetiva abrir exceções para amenizar os efeitos da Lei Cidade Limpa, instituída em 2012 para regularizar a publicidade nas ruas e nos estabelecimentos comerciais de Ribeirão Preto (SP).
O texto, que foi alvo de uma audiência pública no Legislativo nesta sexta-feira (4), inclui regras menos rígidas para colocação de placas próximas a áreas de preservação permanente (APPs) e para instalação de outdoors em imóveis.
A redação ainda pode sofrer alterações antes de ser encaminhada ao plenário e não tem previsão de ser votada pela Câmara.

Em 2014, um projeto do Executivo que também tinha o intuito de flexibilizar as regras do texto foi rejeitado pela Câmara após a realização de uma audiência às pressas, que gerou críticas.

Mudanças
Assinado por vários vereadores, o projeto tem como principal objetivo incluir exceções nos artigos e incisos que restringem a colocação de anúncios.
Uma delas permite a colocação de placas às margens das vias que compõem o Quadrilátero Central, entre as avenidas Jerônimo Gonçalves, Francisco Junqueira, Independência e Nove de Julho.

Em outro trecho, a redação diminui de 60 para 30 metros a distância mínima para anúncios em relação a áreas de preservação ambiental (APAs), áreas de preservação permanente (APPs) e áreas de proteção máxima, além de excetuar da restrição a propriedades privadas como avenidas e ruas já incorporadas e pavimentadas no perímetro urbano.

Ao artigo 17-A, que regulamenta a colocação de outdoors e megalights na cidade, o projeto dá fim à regra que permitia sua instalação somente em imóveis privados. Também abre a permissão para que essas placas tenham luminosidade interna, com LED, e que ultrapassem seis metros de altura caso estejam em terrenos declinados.

Antes, além da roçada, os imóveis tinham que ter calçadas, exigência retirada na nova lei.
O projeto ainda estabelece que cada empresa exibidora reserve 5% dos painéis para propagandas de interesse social, "a critério da Supervisão de Proteção à Paisagem Urbana (SPPU), da Secretaria Municipal da Fazenda."

Além disso, acrescenta à relação de anúncios especiais aqueles com "finalidade da promoção econômica e produtiva", como feiras, workshops e eventos esportivos. Atualmente, já se encaixam nesse quesito propagandas de finalidade cultural, educativa, eleitoral e imobiliária.


Alterações
De acordo com o vereador Cícero Gomes da Silva (PMDB), presidente da comissão de Legislação, Justiça e Redação, a audiência de sexta-feira com participação de representantes do setor de publicidade visual resultou em poucas alterações sugeridas no projeto a ser encaminhado para votação.

Uma delas, segundo ele, deve gerar a retirada do item que permitiria outdoors nas avenidas. "[Houve] uma dúbia interpretação de ter anúncios nas avenidas e nós cortamos de uma vez por todas", afirmou.

Também presente, o vereador Marcos Papa, que recentemente foi relator de uma comissão especial de estudos (CEE) sobre o descumprimento da Lei Cidade Limpa, considera as mudanças um retrocesso e defende maior participação popular em uma nova audiência. "É temerário mudar a lei da noite pro dia assim", disse.


Entenda o caso
A Lei Cidade Limpa entrou em vigor em 10 de julho de 2012 e começou com adesão de apenas 1% dos comerciantes.

Com execução considerada difícil pelos comerciantes, o programa de limpeza visual resultou em 3.691 notificações de irregularidades e em um total de R$ 2.489.332,98 em multas aplicadas, segundo informações apuradas pela EPTV com a Secretaria Municipal da Fazenda.

Em abril de 2014, a Prefeitura encaminhou à Câmara um projeto que reduziria de 60 para 30 metros a distância mínima para instalação de anúncios em relação a parques e áreas de preservação ambiental e permitiria propaganda visual vinculada a eventos previstos no calendário oficial do município.

As alterações chegaram a ser aprovadas pelos vereadores mesmo sem terem sido submetidas a uma audiência, procedimento obrigatório segundo artigo 48 da própria Lei Cidade Limpa.
A administração municipal, então, reconheceu o equívoco e solicitou a retirada do projeto, mas o regimento interno só permitia que a votação fosse adiada. Para tentar regularizar o encaminhamento do projeto, uma audiência foi realizada às pressas, mas foi questionada pelo Conselho Municipal de Urbanismo (Comur) e pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), pela falta de antecedência e de informações.
A Câmara, por fim, acabou anulando o projeto em maio do ano passado.

Fonte: g1.globo.com
 
 
 Animefest chega à Ribeirão Preto
Dublador do Capitão Planeta e PC Siqueira marcam presença no evento que acontece neste domingo, 6, na Unaerp

Ribeirão Preto recebe o 12º Animefest realizado na cidade. O evento conta com diversas atrações e muita interatividade no circuito dos Animes. Baseado principalmente na cultura japonesa, as pessoas poderão comparecer para o dia cultural neste domingo, 6. A festa oriental ocorre no Campus da Unaerp.

Entre as principais atrações desta temporada, o Animefest recebe Ricardo Schnetzer, que é um dos dubladores brasileiros mais importantes, tendo em seu curriculum personagens mais que clássicos da dublagem: Capitão Planeta, Hank de Caverna do Dragão, e ainda os atores Al Pacino, Nicolas Cage, Tom Cruise e Ricard Gere.

Outra celebridade on-line também comparecerá à Unaerp neste domingo. PC Siqueira é um dos vlogueiros mais conhecidos da Internet. Com o seu Canal "Maspoxavida", criado em 2010, ele ganhou atenção, sendo contratado posteriormente pela MTV Brasil em 2011 para atuar como VJ da emissora. Além do "Maispoxavida", PC também criou os canais "Rolê Gourmet" e "Videogames e Dinossauros" no Youtube.

Vários concursos ocorrem na programação. Os mais esperados são o Circuito Cosplay e o Desfile Cosplay. Leia mais aqui.

Atrações temáticas, campeonato de games, diversos tipos de alimentação poderão ser consumidos no Animefest, além dos tradicionais estandes para todos os gostos.

Os ingressos variam R$ 15,00 a R$ 30,00. A meia entrada é dísponivel para estudante ou professores e quem levar 1kg de alimento. Vendas sujeitas à lotação máxima do evento.

Serviço

12º Animefest
Quando: 6 de domingo das 11h às 19h.
Onde: Unaerp: Av. Costábile Romano, 2201 – Ribeirânia
Informações: http://www.ribeiraopretoanimefest.com.br/#!ingressos/c23as


Fonte: revide.com.br
 
 
 Ribeirão Preto terá audiência pública sobre lei de regularização de construções nesta sexta
Com o objetivo de garantir a participação da sociedade civil no debate da Lei Complementar de Regularização Administrativa de Construções Irregulares Concluídas, a Prefeitura de Ribeirão Preto realizará uma audiência pública, nesta sexta-feira (4), das 18h30 às 20h30, na Câmara Municipal de Ribeirão Preto.

O objetivo é informar e esclarecer a sociedade sobre os principais aspectos da regularização de construções e propositura de medidas para a regularização de construções e também de medidas de compensação urbanística e ambiental em favor da Prefeitura. A intenção é que a população contribua com o aprimoramento do conteúdo do texto, que será encaminhado para avaliação do poder Legislativo.

Para Marcos Furquim, secretário substituto da Secretaria Municipal de Planejamento e Gestão Pública, a audiência viabiliza a troca de informações com o administrador, assegurando que os direitos previstos sejam respeitados.

“No processo, a população tem oportunidade de manifestar suas opiniões, apresentar questões relacionadas ao coletivo, reivindicar, sugerir, solicitar, e também ouvir as informações que os gestores públicos, legisladores e Ministério Público têm a apresentar. A Audiência Pública é um mecanismo que garante o debate entre a população e administração municipal e, por isso, é importante que todos participem”, destacou Furquim.

Fonte: Prefeitura de Ribeirão Preto
 
 
 Shoppings de Ribeirão Preto tem horário especial de atendimento em dezembro
Os shoppings de Ribeirão Preto terão horário especial de atendimento neste mês de dezembro. Confira o que eles preparam para este fim de ano.

RibeirãoShopping inicia horário especial de final de ano a partir desta sexta

Para melhor atender seus clientes, o RibeirãoShopping inicia nesta sexta-feira (4) um esquema de horários especiais de funcionamento para os períodos de Natal e Ano Novo:

De 4 a 23 de dezembro: das 10h às 23h (de segunda à domingo);

Dia 24 de dezembro (véspera de Natal): das 9h às 18h;

Dia 25 de dezembro (Natal): as lojas estarão fechadas; o funcionamento das áreas de alimentação e lazer é facultativo;

De 26 a 30 de dezembro: horário normal de funcionamento: de quarta a sábado, das 10h às 22h, e domingo, das 14h às 20h;

Dia 31 de dezembro: das 10h às 18h;

Dia 1º de janeiro: as lojas estarão fechadas; o funcionamento das áreas de alimentação e lazer é facultativo.

Horário de funcionamento do Novo Shopping no mês de dezembro

Informamos o horário especial de funcionamento do Novo Shopping, a partir do dia 14 de dezembro.

Horários Especiais: domingos

Nos dias 6, 13, 20 e 27/12, as lojas abrem das 12h às 20h. Já as áreas de alimentação, lazer e serviços, funcionam das 10h às 22h.

Semanas: 7 a 12 de dezembro

As áreas de alimentação, lazer, serviços e lojas funcionam das 10h às 22h.

14 a 19 de dezembro e de 21 a 23 de dezembro

As áreas de alimentação, lazer, serviços e as lojas abrem das 10h às 23h.

Vésperas: 24 e 31 de dezembro

As áreas de alimentação, lazer, serviços e as lojas abrem das 10h às 18h

Natal e Ano Novo: 25 de dezembro e 1° de janeiro

As áreas de alimentação, lazer e serviços terão abertura facultativa. Já as lojas estarão fechadas.

Shopping Santa Úrsula informa os horários especiais de funcionamento durante o mês de dezembro

De 1º a 23 de dezembro, o Shopping Santa Úrsula abre em horário especial de Natal. Lojas funcionam das 10h às 22, todos os dias, incluindo domingo. As áreas de alimentação e lazer funcionam em horário normal das 11h às 22 horas. Já no dia 24, véspera de Natal, o horário será das 10h às 18h (lojas) e das 11h às 16h (áreas de alimentação e lazer).

No dia 25 de dezembro e 1º de janeiro, as lojas estarão fechadas e áreas de alimentação e lazer terão abertura facultativa. Na semana que antecede o Ano Novo, de 26 a 30 de dezembro, o funcionamento do Shopping Santa Úrsula será normal, das 10h às 22h (lojas), exceto domingo, cujo funcionamento das lojas é das 14h às 20 horas e área de alimentação e lazer das 11h às 22h (todos os dias). Na véspera de ano novo, dia 31, o centro de compras abrirá das 10h às 16h (lojas) e das 11h às 16h (áreas de alimentação e lazer).

Horários de funcionamento do Shopping Santa Úrsula

De 1º a 23 de dezembro, as lojas abrem das 10h às 22h. Já as áreas de alimentação e lazer funcionam das 11h às 22h.

No dia 24 de dezembro, as lojas abrem das 10h às 18h. Já as áreas de alimentação e lazer funcionam das 11h às 16h.

Nos dias 25 de dezembro e 1º de janeiro, as lojas terão fechamento obrigatório. Já as áreas de alimentação e lazer terão abertura facultativa.

De 26 a 30 de dezembro, as lojas abrem das 10h às 22h, de segunda a sábado, e das 14h às 20h no domingo. Já as áreas de alimentação e lazer funcionam das 11h às 22h, todos os dias.

No dia 31 de dezembro, as lojas abrem das 10h às 16h. Já as áreas de alimentação e lazer funcionam das 11h às 16h.

Fonte: Ribeirão Preto Online
 
 
 Homem é resgatado no córrego ribeirão Preto com ferimentos de faca
Um homem foi resgatado no córrego ribeirão Preto, no entroncamento da avenida Via Norte com a rua Aliados, com ferimentos de faca no pescoço e na cabeça no bairro Campos Elíseos, zona norte da cidade, nessa quinta-feira (3).

Um ciclista ouviu os gritos de socorro da vítima e acionou o Corpo de Bombeiros, que resgatou o homem, que não teve a identidade revelada. Ele estava amarrado em uma lona e foi jogado no córrego.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, a vítima foi levada à Unidade de Emergência do Hospital das Clínicas (HC-UE) do município em estado grave.

Fonte: Ribeirão Preto Online
 
 
 Vereadores aprovam contrato para continuidade de serviços de tratamento de esgoto em Ribeirão Preto
A sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Ribeirão Preto, realizada nessa quinta-feira (3), começou com a aprovação do projeto que dispõe sobre a criação do Conselho Municipal de Bem-estar animal . Depois, foi aprovado que altera a denominação de programas de saúde.

Sem parecer da Comissão de Justiça, não foi votado o projeto que dispõem sobre a cobrança da taxa de resíduos dos serviços da saúde. Logo após, foi aprovado o projeto da Comissão de Constituição Justiça e Redação, referenda, para todos os efeitos legais, termo aditivo ao contrato de serviços públicos precedidos de obra pública.

Por fim, foram aprovados três projetos de homenagens, que denominam logradouro público ou próprio municipal em nomes de "Izidoro Martin Yove", "Raul Zanetti" e "Capitão PM Pedro Antônio Diniz”.

Fonte: Câmara Municipal de Ribeirão Preto
 
 
 Calçadão de Ribeirão Preto fica pronto até março, diz secretário de Obras
Prefeitura suspendeu reforma nesta segunda para festas de fim de ano.
Obras orçadas em R$ 9 milhões deveriam ter ficado prontas em 2013.

A Prefeitura de Ribeirão Preto (SP) suspendeu nesta segunda-feira (30) as obras do calçadão do Centro, atrasadas há três anos, para evitar mais transtornos a comerciantes e consumidores nas compras de fim de ano.

A reforma, orçada em mais de R$ 9 milhões, gera transtornos na região pelo quarto Natal consecutivo.
De acordo com o secretário municipal de Obras, Abranche Fuad Abdo, as obras serão retomadas em janeiro e, a partir de então, a Prefeitura deve concluí-las em, no máximo, três meses.

Esse é o tempo necessário, segundo ele, para que todas as ligações subterrâneas de telefonia e internet sejam concluídas, para que postes antigos sejam retirados e para que o mobiliário seja instalado no local.
"A gente imagina que no máximo em 90 dias a partir de janeiro, para que se possa ser entregue definitivamente com os postes retirados e o mobiliário colocado. Mas volto a ressaltar: dependemos da colaboração dos lojistas e moradores para que façam adequações internas para que recebam os sinais de TV e internet", disse.
Quase pronto, diz secretário
Segundo o secretário, o calçadão por onde milhares de pessoas devem circular nos próximos dias está com 95% de seu piso colocado e com a rede subterrânea de eletricidade pronta. "Pode ter alguma rampa, alguma esquina que não esteja completa ainda. Na situação real temos praticamente o piso 95% colocado", afirmou.

Além de culpar as chuvas, as interrupções ocasionadas por eventos do calendário municipal como a Feira Nacional do Livro e imprevistos de infraestrutura no decorrer das obras nos últimos anos, o secretário criticou motoristas que transitam e causam danos em locais interditados.
"Sentimos falta de uma maior vigilância na região, porque várias vezes flagramos veículos passando em cima de tampas provisórias, caindo dentro do buraco, locais que estavam demarcados e não foram respeitados. Isso realmente aconteceu."
Com relação às precárias condições de circulação de pedestres pelo Centro e aos riscos de acidentes, Fuad Abdo informou ter advertido a empresa contratada, mas também culpou pedestres que, segundo ele, teriam desrespeitado as interdições.
"Por várias vezes notificamos a empresa dessa condição de circulação na obra. Por outro lado, os pedestres também às vezes não respeitavam a sinalização, rompiam as fitas e tiravam os cavaletes."
O caso
Iniciados em abril de 2012, os trabalhos na região central deveriam ter sido finalizados no segundo semestre de 2013. O atraso, segundo a Prefeitura, ocorreu devido a problemas com a empresa responsável pelo serviço e a questões meteorológicas.
O impasse desencadeou inúmeras reclamações de comerciantes, que relatam que a dificuldade para caminhar pela área e os riscos de queda afastam os clientes.
No ano passado, as obras foram paralisadas em dezembro para não prejudicar o movimento do comércio no Natal e Ano Novo. Na ocasião, a Prefeitura informou que a previsão era de que a revitalização fosse concluída em fevereiro de 2015, o que não ocorreu devido a uma alteração no projeto.
Em fevereiro deste ano, a Prefeitura anunciou que o projeto ficaria R$ 1 milhão mais caro devido à inclusão de itens de iluminação e que as obras seriam adiadas em cinco meses, também por causa das chuvas.

Fonte: g1.globo.com/
 
 
 Itens da ceia de Natal em Ribeirão Preto sobem em relação a 2014
Itens da ceia de Natal em Ribeirão Preto sobem 6,28% em relação a 2014

Castanha de caju e nozes estão entre os mais caros; preço das aves caiu.
Alta do dólar influenciou em itens importados, aponta pesquisa da Acirp.

Os produtos que fazem parte da ceia de Natal estão em média 6,28% mais caros em relação ao ano passado, aponta pesquisa divulgada pela Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto (Acirp) nesta quarta-feira (2).
Dentre os vilões para os consumidores em novembro estão itens como castanha do caju e nozes, em função da alta do dólar. Por outro lado, alimentos como o tradicional peru tiveram queda como resultado de uma reação dos estabelecimentos para atrair os clientes.
Ao apurar preços em 18 supermercados de Ribeirão Preto, a associação também constatou que os consumidores precisam estar atentos a variações de até 521,16% entre as cotações mínimas e máximas dos produtos.

Uma nova pesquisa de preços deve ser divulgada pela associação a poucos dias do Natal.

Castanha mais cara
No topo da lista dos itens natalinos que mais encareceram está a castanha de caju, com alta de 31,49%. Enquanto o quilo custava R$ 60,75 em novembro de 2014, no mês passado foi orçado em média em R$ 79,87.

O quilo das nozes com casca também se destaca, com aumento de 30,88%, passando de R$ 33,19 em 2014 para R$ 43,44.

Se o quilo da uva passa clara custava R$ 24,74 há um ano, agora está cotado a R$ 29,96, com uma variação de 21,11%. Elevação próxima disso teve o quilo das nozes sem casca - de 20,40%, custando R$ 99,71 quando antes custaria em média R$ 82,82.
A Acirp também mostra que ficaram mais caros em relação ao ano passado frutas cristalizadas (15,54%), ameixa seca sem caroço (13,61%) e panetone de 750 gramas (12,93%).

Os mais baratos
O levantamento também mostra que, apesar da inflação, há produtos na ceia de Natal que podem ficar mais baratos este ano, se o consumidor pesquisar.
A castanha do Pará com casca é o item que, em novembro, teve a maior queda em relação ao ano passado. Há um ano, o quilo estava em média a R$ 22,51, mas caiu para R$ 19,92 - variação negativa de 11,52%.

O peru está 10,72% mais barato no comparativo, custando em média R$ 14,12 o quilo diante de R$ 15,82 em 2014. Ave especial (-7,01%), panetone de 500g (-5,50%) e panetone de 400g (-5,04%) completam a relação de produtos que mais tiveram queda.

Diferença entre supermercados
O estudo da Acirp também comparou preços mínimos e máximos para um mesmo tipo de produto em diferentes supermercados e demonstrou uma variação de até 521,16%. Foi o que aconteceu com o panetone de chocolate de 400 gramas, que pode custar entre R$ 4,82 e R$ 29,94. 

Também pede atenção dos clientes o panetone convencional de 400 gramas. Com variação de 445,34%, o produto pode ser adquirido por um valor entre R$ 4,72 e R$ 25,74 nos supermercados.
Se por um lado a ave especial de Natal caiu em relação ao ano passado, por outro foi um dos itens que mais apresentaram diferença de preço entre os estabelecimentos pesquisados. Com o mínimo de R$ 8,58 e o máximo de R$ 26,95, o quilo do alimento apresentou variação de 214,10%.

A diferença também se destaca para pernil (144,8%), lombo (106,89%) e uva passa escura (106,47%).

Fonte: http://g1.globo.com/
 
 
 Tentativa de roubo a loja em Ribeirão Preto termina com 2 menores detidos
Imagens mostram indivíduos levando atendentes para provador nos fundos.
Equipe de monitoramento avisou policiais, que detiveram suspeitos no local.

A Polícia Militar deteve na tarde desta quarta-feira (2) dois menores suspeitos de terem tentado roubar uma loja de roupas na Avenida Nove de Julho, em Ribeirão Preto (SP). Eles foram encontrados poucos minutos depois de entrarem no estabelecimento e levarem funcionárias para o provador dos fundos, segundo a PM. Ninguém ficou ferido.

Segundo o dono do estabelecimento, que prefere não ser identificado, dois jovens com capacete na mão entraram por volta das 14h30 se mostrando interessados em roupas. Câmeras do circuito interno de segurança registraram toda a ação.

Logo eles anunciaram o assalto e levaram três atendentes a um provador. Para passar a impressão de estar armado, um deles escondeu um frasco de shampoo na cintura, informou o empresário.

Enquanto isso, de acordo com ele, outros dois  ficaram do lado de fora vigiando tudo, prontos para a fuga.
"As meninas foram e abriram pra eles. Eles começaram a olhar as camisas, olharam uma ou duas camisas no máximo e já anunciaram o assalto, levaram elas [funcionárias] para o fundo do provador. Um deles segurou as três, ficaram os quatro no provador enquanto o outro ia enchendo a mochila de roupas", disse.

Durante a abordagem, os suspeitos ainda renderam uma ambulante que passou por ali bem no momento do assalto. "O mais novo já a levou rapidamente para o provador, a rendeu também."
Avisada por uma equipe que faz monitoramento constante na loja, a Polícia Militar apareceu minutos depois, afirma o funcionário. Ao todo, três suspeitos foram detidos.
Esta é a segunda vez em um mês que sua loja é alvo de uma tentativa de assalto. "Ninguém levou nada, não fizeram nada com as meninas, que é o mais importante."


Fonte: g1.globo.com/
 
 
 Interno da Fundação Casa de Ribeirão Preto é resgatado por grupo armado
Suspeitos renderam funcionários quando menor era levado para audiência.
Instituição diz que adolescente não era considerado de alta periculosidade.

Um adolescente de 17 anos que cumpria medida socioeducativa em uma unidade da Fundação Casa em Ribeirão Preto (SP) foi resgatado por cinco homens armados na tarde desta terça-feira (1º), quando era levado para uma audiência em Miguelópolis (SP).

Segundo a assessoria da Fundação Casa, os suspeitos chegaram à instituição em um carro, em alta velocidade, e renderam um funcionário da unidade e o motorista da van que fazia o transporte do menor, no momento em que o veículo passava pelo portão
O grupo fugiu no automóvel, com placas de Ribeirão Preto, pela Rodovia Geovanna Aparecida Deliberto, sentido Rodovia Prefeito Antônio Duarte Nogueira (Anel Viário Sul). 

Nenhum suspeito foi identificado. A ocorrência foi registrada na Central de Flagrantes.

A Polícia Civil de Miguelópolis informou que o adolescente tem antecedentes criminais por furto, mas cumpria pena por tráfico de drogas. Nesta terça-feira, o menor participaria de uma audiência na Vara da Infância e Juventude da cidade.

À reportagem da EPTV, a assessoria da Fundação Casa informou que o transporte era realizado sem escolta policial porque o interno não é considerado de alta periculosidade.


Fonte: g1.globo.com
 
 
 Shopping de Ribeirão Preto arrecada presentes para entidades sociais
Doações serão destinadas a 456 crianças e 86 idosos atendidos na cidade.
Interessados também podem doar ração para ONGs de proteção animal.

Como parte da campanha de Natal, o Shopping Santa Úrsula de Ribeirão Preto (SP) está arrecadando doações, que serão destinadas em forma de presentes a idoso e crianças de entidades sociais da cidade. A ação batizada de "Árvore de Natal Solidária" também beneficiará três ONGs de proteção animal, que resgatam e doam cães e gatos abandonados.

Os interessados em participar devem se dirigir ao piso térreo do shopping, onde duas árvores estão decoradas com cartões, em que constam o nome e a idade das crianças e idosos. Basta o participante escolher um dos beneficiados, anexar o cartão ao presente e deixar o embrulho ao lado da árvore.

Ao todo, 456 crianças e 86 idosos das entidades Casa do Vovô, Creche da Tia Lê, Paróquia São Judas Tadeu, Igreja Evangelista da Restauração, Lar Irmã Izolina, Sociedade Beneficente Evangélica de Ribeirão Preto (Soberp), Projeto Proec e Projeto Grãozinho de Mostarda serão beneficiadas.

Proteção animal
Uma terceira árvore, montada pela primeira vez, beneficiará as ONGs Focinhos S.A, Projeto Os Doguinhos e Cão Paixão, que atendem cães e gatos abandonados na cidade. Os presentes nesse caso devem ser na forma de ração, areia e acessórios para os animais.

Os presentes devem ser doados até 20 de dezembro, mas a organização da campanha pede que as doações para a Casa do Vovô sejam feitas até o dia 13. Mais informações podem ser obtidas no site www.shoppingsantaursula.com.br
O Shopping Santa Úrsula está localizado na Rua São José, n.º 933, no Centro.

Fonte:g1.globo.com/
 
 
 Suspeito mata idosa para roubar botijão de gás em Ribeirão
Suspeito mata idosa para roubar botijão de gás em Ribeirão, diz polícia
Vítima de 88 anos foi encontrada trancada em quarto por uma filha. 
Casa estava revirada e Polícia Civil investiga latrocínio.

Uma idosa de 88 anos foi encontrada morta dentro de casa, na Vila Virgínia, na zona oeste de Ribeirão Preto (SP), na noite de terça-feira (1º). A Polícia Civil suspeita que ela tenha sido vítima de latrocínio, que é roubo seguido de morte. Segundo o delegado Eduardo Martinez, um botijão de gás foi levado da resiência.
A idosa morava sozinha, mas foi encontrada por uma filha que visitava a vítima todos os dias, de acordo com a polícia. A vítima estava trancada em um quarto e foi achada caída no chão, ao lado da cama.

Ouvidos pela polícia, os vizinhos afirmaram que não perceberam nenhuma movimentação estranha na casa da vítima. Entretanto, afirmaram que a casa foi assaltada há dois anos.

De acordo com o delegado Eduardo Martinez, ela não possuía sinais de violência, mas a causa da morte e um possível estrangulamento são investigados. A casa estava revirada e um botijão de gás teria sido levado da residência. "Foi subtraído pelo um botijão de gás". 

A Polícia Civil investiga o caso. "Nós estamos trabalhando com a hipótese de latrocínio e vamos encaminhar para a DIG [Delegacia de Investigações Gerais] para mais providências", afirmou o delegado.
A perícia foi acionada ao local e um laudo do Instituto Médico Legal (IML) deve apontar as causas da morte da mulher.

Fonte: g1.globo.com/
 
 
 Prefeitura confirma 1ª parcela do 13º dos servidores de Ribeirão Preto, SP
Depósitos caem nas contas nesta sexta (27), diz secretário da Fazenda.
Benefício foi alvo de impasse após Executivo negar antecipação em junho.

A Prefeitura confirmou que a primeira parcela do 13º salário cai nas contas dos servidores de Ribeirão Preto (SP) nesta sexta-feira (27). Segundo o secretário municipal da Fazenda, Francisco Sérgio Nalini, o pagamento parcial de funcionários da administração direta representa um gasto de R$ 19 milhões.
Cinco mil servidores esperavam receber o benefício em junho, como adiantamento até então facultado pela administração municipal. Mas este ano a Prefeitura voltou atrás e decidiu fazer o pagamento apenas no fim do ano, alegando dificuldades financeiras.
Depois do impasse, o Executivo prometeu pagar a primeira parcela na próxima segunda-feira (30), mas os valores foram adiantados para que os funcionários possam utilizar os recursos para compras de Natal no fim de semana.

"Fiz um pedido à prefeita e ela me ouviu. O funcionalismo receberia na segunda-feira, o que queimaria o último fim de semana tranquilo para compras", afirma Nalini.
A segunda parcela, cujo montante não foi informado, está prevista para 20 de dezembro.
Entenda o caso
Durante os últimos anos, a Prefeitura deu aos servidores a opção de receber o benefício ainda no primeiro semestre. Este ano, no entanto, a administração municipal anunciou que não faria o adiantamento, sob a justificativa de falta de recursos.
Funcionários não concordaram com a medida e chegaram a paralisar as atividades em diferentes repartições.

Em julho, a Justiça de Ribeirão obrigou a prefeita Dárcy Vera (PSD) a pagar a primeira parcela por meio de uma liminar, mas a decisão foi suspensa pelo Tribunal de Justiça (TJ-SP).
Em outubro, Nalini anunciou que os valores seriam pagos entre novembro e dezembro. Segundo ele, os R$ 19 milhões agora depositados para a primeira parcela são resultantes de receitas geradas por meio de Dívida Ativa e de contenção de gastos.
"Ribeirão está com débitos trabalhistas de outros anos, endossou contas da Cohab, teve o Fundo de Participação dos Municípios sequestrado. Quando veio a crise fiscal no Brasil, Ribeirão já estava descapitalizada. (....) Ficamos de janeiro a junho reunindo recursos para fazer o adiantamento, mas este ano não reunimos o suficiente. Precisamos reunir até novembro", diz.


Fonte: http://g1.globo.com/
 
 
 Crimes caem até 46% em Ribeirão Preto nos 10 primeiros meses do ano
Casos de roubo de veículos foram os que mais diminuíram, segundo SSP.
Para delegado, melhora na segurança se deve ao alto número de prisões.

Os índices gerais de criminalidade caíram em Ribeirão Preto (SP) nos 10 primeiros meses de 2015, segundo os últimos números da Secretaria de Segurança Pública (SSP), divulgados na quarta-feira (25).

A queda mais acentuada é observada nas ocorrências que envolvem roubo de veículos na cidade. O índice caiu 46% entre janeiro e outubro deste ano, em comparação com o mesmo período de 2014. Foram 670 casos este ano, contra 1.260 no ano anterior.
Os furtos de veículos também caíram no período: 34%, segundo a SSP. No acumulado de 2015, foram 1.612 casos este ano, contra 2.469 em 2015. As quedas também foram registradas nas ocorrências de estupro (31%), roubo em geral (20%) e homicídio (6,9%).

Entre os casos de estupro, foram 57 denúncias nos 10 primeiros meses de 2014 e 39 este ano. Ainda segundo a SSP, os roubos em geral caíram de 3.765 no ano passado para 2.998 em 2015. Já os homicídios diminuíram de 43 para 40.

Aumento de prisões
Segundo João Osinski Júnior, diretor responsável pelo Departamento de Polícia Judiciária Interior de Ribeirão (Deinter-3), a redução da criminalidade em Ribeirão Preto é motivada principalmente pelo aumento nas prisões.
“Nestes últimos meses o que aconteceu foi que muitos dos criminosos que estavam praticando esses tipos de crimes foram retirados de circulação”, disse. “O ladrão só para quando é preso e houve um aumento de prisão graças ao trabalho de investigação e de preventivas decretadas”, disse Osinski.

De acordo com o delegado, houve um alto índice no esclarecimento de homicídios na cidade. “Quase 100%”, disse. Além disso, segundo ele, houve também um aumento na desarticulação de quadrilhas especializadas em roubos de veículos.

“Conseguimos prender as quadrilhas especializadas em clonagem de veículos, várias quadrilhas encarregadas de furto de veículos que acabaram presas, tudo isso vai desmotivando esse tipo de crime”, afirmou o delegado.

http://g1.globo.com/
 
 
 Ribeirão Preto (SP) recebe as finais dos ralis Mitsubishi neste fim de semana
Última etapa do Mitsubishi Motorsports e do Mitsubishi Outdoor encerram temporada de competições de 2015 no dia 28 de novembro; credenciamento de imprensa está aberto

Diversão, aventura, muita lama e poeira. Os participantes dos ralis Mitsubishi Motorsports e do Mitsubishi Outdoor se reúnem em Ribeirão Preto (SP) neste sábado, dia 28 de novembro, para a última etapa dos ralis em 2015. Mais de 400 carros já estão inscritos para as competições, que desbravarão as trilhas e caminhos off-road nos arredores da cidade paulista.

"Quem gosta de tirar o seu Mitsubishi do asfalto e colocá-lo na lama pode esperar um dia com muita diversão. Ribeirão Preto tem ótimas trilhas, e sempre recebe muito bem a final da temporada", adianta Fernando Julianelli, diretor de Marketing da Mitsubishi Motors do Brasil.

Nos ralis, há espaço para os proprietários se divertirem a bordo dos crossovers ASX e Outlander, dos SUVs Pajero e da picape L200. "Comprei meu carro com a intensão de usá-lo também fora do asfalto. Como em cada etapa o desafio é diferente, sempre aprendemos um pouco mais sobre como usar o 4x4", explica Jorge Chaguri Filho, que participar do Mitsubishi Motorsports.

Mitsubishi Motorsports


Realizado há 21 anos, o rali de regularidade da marca dos três diamantes é uma das competições off-road mais tradicionais do Brasil. Somente em 2015, a prova já passou por 12 cidades, 11 Estados e percorreu mais de 2000 km em todo o País. Nele, o importante é manter-se dentro do tempo e velocidade estipulados pela organização. São três categorias: Graduados, para duplas mais experientes, Turismo, com experiência intermediária, e Turismo Light, para quem nunca teve contato com o rali. Podem participar proprietários de veículos da linha L200 e Pajero nas versões 4x4.

Para esta etapa, os percursos das categorias Graduados e Turismo percorrerão um trajeto de 200 km em meio a fazendas de cana, áreas de reflorestamento, trechos de areia e trilhas com piso bastante escorregadio. "Tanto o piloto quanto o navegador podem esperar uma prova bastante divertida. Teremos elementos ideais para quem busca uma boa aventura off-road", comenta Julianelli.

Já a Turismo Light terá um percurso exclusivo com 150 km em meio a contornos de matas, áreas de reflorestamento e estradas sinuosas na Serra de São Simão, que promete um belo visual da região.

Mitsubishi Outdoor
No Mitsubishi Outdoor, podem participar até 10 pessoas em cada equipe, sempre em dois veículos 4x4. O objetivo é fazer o maior número de atividades, que vão de práticas esportivas, como mountain bike e trekking, a tarefas culturais relacionadas às características da região.

São duas categorias: na categoria Fun, destinada aos iniciantes, e podem participar veículos 4x4 das linhas ASX, Outlander, Pajero e L200. Já na Extreme, para as equipes mais experientes, apenas das linhas Pajero e L200, também com tração nas quatro rodas.

"Neste ano, a prova será feita em uma área inédita com mais de 1.100km², a maior da temporada. Com certeza teremos tarefas bastante divertidas e criativas", explica Julianelli.

A prova será realizada em um verdadeiro labirinto de cana de açúcar, um desafio que exigirá uma navegação atenta e uma estratégia muito bem definida, que deverá aliar a eficiência na escolha dos incontáveis caminhos com a rápida solução das diversas aventuras e tarefas escondidas pelas plantações.

Como itens opcionais, a organização pede que os competidores levem smartphone, mountain bike, capacete, cola escolar e tesoura, que já dão pistas sobre as atividades que serão realizadas.


Como participar
As inscrições são abertas sempre 12 dias antes da competição. Os interessados devem acessar o site www.mitsubishimotors.com.br e preencher o cadastro. As vagas são limitadas.

Na sexta-feira véspera da competição, os participantes se encontram para entregar os alimentos, confirmar a inscrição e adesivar os carros. À noite, há um briefing sobre as trilhas e aula de navegação. No sábado, a partir das 7h, os competidores se reúnem para a largada.


Credenciamento de imprensa
O credenciamento de imprensa está aberto e pode ser feito pelo e-mail: imprensa@mmcb.com.br. Os interessados devem enviar o nome do veículo e os dados completos do jornalista.


Mitsubishi Pró-Brasil - Ação Social
A Nação 4x4 da Mitsubishi também está envolvida no espírito de solidariedade e cidadania com a ação social Mitsubishi Pró-Brasil. Desde 1994, foram arrecadadas mais de 980 toneladas de alimentos, em doações através das inscrições. Para participar das provas, os competidores fazem a doação, por carro, de 30 kg de alimentos não perecíveis e seis produtos de higiene, que serão destinados a associações da cidade.

O Mitsubishi Motorsports tem patrocínio de Petrobras, Itaú, Dalgas, W. Truffi, Transzero, Pirelli, Clarion, Unirios, Embracon, STP, Tecfil, Mapfre, Pilkington, Flamma, Rede, Sky, Sideral, Artfix e Air Etihad.

O Mitsubishi Outdoor tem patrocínio de Petrobras, Mapfre, Transzero, Atlântica Midori, Pirelli, Clarion, Unirios, Pronutri, Brascabos, Cisa Trading, W. Truffi, Pilkington e Artfix.

Acompanhe as novidades dos ralis Mitsubishi através das redes sociais: Twitter.com/nacaomitsubishi, Facebook.com/Mundomit e Instagram @MundoMit. Para mais informações, vídeos, fotos e inscrições, acesse: www.mitsubishimotors.com.br.

Programação - Mitsubishi Motorsports e Mitsubishi Outdoor
27 de novembro - Sexta-feira
Entrega de kits, vistoria, briefing e aula de navegação - das 17h às 22h
Endereço: Centro de Eventos Taiwan - Rodovia Ribeirão Preto - Bonfim Paulista, Km 310 - Royal Park - Ribeirão Preto/ SP

28 de novembro - Sábado
A partir das 8h - Início das largadas
A partir das 14h - Chegada e almoço 
A partir das 17h - Premiação
Endereço: Centro de Eventos Taiwan - Rodovia Ribeirão Preto - Bonfim Paulista, Km 310 - Royal Park - Ribeirão Preto/ SP
David Santos / Mitsubishi


Fonte: maxpressnet.com.br/
 
 
 Com dois títulos, ciclismo de Ribeirão Preto encerra participação na Copa São Paulo
A Equipe de Ciclismo de Ribeirão Preto encerrou a participação da edição de 2015 da Copa São Paulo com dois títulos conquistados. Na categoria juvenil, o troféu foi para Gabriela Martins e na infanto-juvenil o vencedor foi João Henrique Scaranti. A 11ª etapa, realizada em Bauru no último domingo (220, foi a última da temporada.

Na prova, Scaranti e Gabriela ficaram com a prata. O time ribeirão-pretano ainda teve Vítor Tavares (júnior) na quarta posição da etapa e da categoria e Felipe Tetslaff (júnior) em quinto lugar em Bauru e entre os 10 melhores da competição.

O título por equipes da Copa São Paulo ficou com Barra Bonita, seguida de Ibitinga e Santa Bárbara D’Oeste, que somou 25 pontos a mais do que Ribeirão Preto. “Foi uma Copa muito boa. Nossos ciclistas estão de parabéns pelo trabalho. A Gabriela conseguiu chegar ao tricampeonato consecutivo e o João Henrique correu muito bem para a vitória. Por pouco não ficamos no top 3 da classificação geral”, disse o técnico das categorias de base de Ribeirão Preto, Fernando Bassanezi.

Dessa forma, a base do ciclismo ribeirão-pretano encerra a temporada com 32 medalhas conquistadas, sendo 18 de ouro, sete de prata e sete de bronze. Este ano, a equipe disputou, além da Copa São Paulo, as seletivas para os Jogos Escolares e algumas provas e competições em conjunto com os ciclistas de elite.


Fonte: ribeiraopretoonline.com.br/
 
 
 Cai o valor do metro quadrado em Ribeirão Preto
Informações constam no Boletim Construção Civil do Ceper/Fundace

A crise econômica começa a afetar o mercado imobiliário em Ribeirão Preto, já que neste ano o número de lançamentos de empreendimentos imobiliários, de vendas e o preço do metro quadrado caíram. De acordo com o Boletim Construção Civil do Ceper/Fundace, o valor médio do metro quadrado passou de R$ 3.850,00 para R$ 3.800,00.

Segundo os economistas da Fundace, o movimento de queda dos preços, mesmo que suave, ocorreu devido à redução nos lançamentos em Ribeirão Preto e também em outras regiões do Brasil, já que isso também indica uma retração da demanda.

Em outubro, os valores médios do metro quadrado dos imóveis diminuíram 0,7%, sendo o terceiro mês seguido que este índice apresentou retração.

Os empreendimentos com Valor Geral de Vendas (VGV) - que é o valor bruto estimado de venda para ser lançado em um determinado empreendimento – previstos para o ano foram de 600 em 2015, bem menor dos 1,5 mil imóveis lançados no ano passado.

Entretanto, os responsáveis pelo levantamento apontam que o município ainda apresenta imóveis mais baratos do que em outras regiões do Estado de São Paulo, porque existe mais espaço para o crescimento da mancha urbana, e isso também influencia na valorização das regiões mais centralizadas, pois, por esse motivo, a demanda por infraestrutura e centro comerciais nos novos locais é maior, e acaba demorando um pouco mais para serem implantadas.

Foto: Arquivo Revide 
Fonte: revide.com.br
 
 
 Ribeirão Preto terá Dia de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher
Nesta quarta-feira (25), às 9h, no Salão Nobre, a Prefeitura Municipal, Secretaria Municipal de Assistência Social e o Conselho Municipal de Direitos da Mulher iniciam uma série de atividades, que seguem até 10 de dezembro, com a finalidade de promover uma campanha pelo fim da Violência Contra a Mulher.

O objetivo do evento é envolver a sociedade ribeirão-pretana para o Enfrentamento a Violência Contra a Mulher em todos os sentidos.

A campanha será desenvolvida durante 16 dias de ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres, envolvendo toda sociedade para que possa se comprometer com o enfrentamento da barbárie das relações desiguais de gênero, por meio de ações contundentes, pois “Uma vida sem violências é um direito das mulheres”.

A campanha teve origem em 1991, quando 23 mulheres de diferentes países, reunidas pelo Centro de Liderança Global de Mulheres (Center for Women’s Global Leadership - CWGL), lançaram a campanha dos 16 dias de ativismo com o objetivo de promover o debate e denunciar as várias formas de violência contra as mulheres no mundo. As participantes escolheram um período de significativas datas históricas, marcos de luta das mulheres, com a abertura da Campanha no dia 25 de novembro - declarado pelo I Encontro Feminista da América Latina e Caribe (em 1981) como o Dia Internacional de Não Violência Contra as Mulheres - e finalizando no dia 10 de dezembro - Dia Internacional dos Direitos Humanos. Desse modo, a campanha vincula a denúncia e a luta pela não violência contra as mulheres à defesa dos direitos humanos.

Hoje, cerca de 130 países desenvolvem esta Campanha, conclamando a sociedade e seus governos a tomarem atitude frente à violação dos direitos humanos das mulheres.

No Brasil, os 16 dias de ativismo foram assumidos pelo movimento feminista brasileiro, sintonizado com a Campanha Internacional. Conquistou espaço na agenda brasileira e desde 2003 vem sendo coordenado pela organização não governamental Agende (Ações em Gênero, Cidadania e Desenvolvimento), com importantes ações de divulgação, mobilização e organização da campanha. O Brasil antecipou o início desta Campanha para o dia 20 de novembro – Dia Nacional da Consciência Negra - pelo reconhecimento histórico da opressão e discriminação contra a população negra e, especialmente, as mulheres negras brasileiras que têm suas vidas marcadas pela opressão de gênero, raça e classe social.

Programação:

25/11/2015 – Lançamento da Campanha - Salão Nobre da Prefeitura Municipal – 9h;

25/11/2015 – Palestra:  Sistema de Justiça e o Enfrentamento à Violência - Local: UNAERP – Palestrante: Dra. Carolina Moreira Gama – Horário 19h;

30/11/2015– Palestra: Dicotomia entre o Direito da Mulher e Violência - Dra. Rosana Chiavassa - Local: Salão Nobre Prefeitura Municipal-Horário 19h;

2/12/2015- Roda de Debates entre Mulheres: O Empoderamento da mulher através do trabalho, uma forma de Enfrentamento à Violência – Local: Sindicato dos Servidores Municipais – Horário: 14h;

4/12/2015 – Palestra: O perfil psicológico do agressor – Palestrante:    IPEBJ – Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídicos – Local: Centro Cultura Palace – Horário: 9h;

5/12/2015- Evento de Mobilização na Praça XV – Panfletagem e distribuição de laços brancos pelo compromisso de enfretamento à violência. Horário: 9 horas da manhã até 11h;

6/12/2015 - Evento de Mobilização na Ciclofaixa - Panfletagem e distribuição de laços brancos pelo compromisso de enfretamento à violência. Horário: das 9h até 11h;

8/12/2015 – Palestra: Lei Maria da Penha e os Tipos de Violência- Local: Penitenciária Feminina de Ribeirão Preto – Palestrante: Najla Leite Ferraz- Presidente do Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres – Horário: 14h;

9/12/2015- Palestra: Tráfico de Mulheres no Brasil - Desafios e Avanços. Palestrante: Claudia Patrícia de Luna - Presidenta da ONG Elas por Elas - Vozes e Ações das Mulheres de SP. Local: Centro Cultural Palace - Horário: das 8h às 13h.

Programação dos dias livres:

Atividades junto as Secretarias Municipais, Câmara Municipal,   Defensoria Pública, Sociedade Civil “30 minutos de conversa sobre formas de Enfrentamento à Violência” – Divulgação dos serviços disponíveis e telefones para denúncia.

23/11/2015- Programa Mãos Estendidas Mulheres em Ação. Horário: 14h – Local: Rua Eliseu Guilherme 1252;

26/11/2015 – Secretaria Municipal de Assistência Social – Secretaria da Educação;

27/11/2015 – Defensoria Pública – Câmara Municipal;

1/12/2015 – Secretaria de Infraestrutura e Coordenadoria de Limpeza Urbana;

3/12/2015 – Secretaria da Cultura e Centro Cultural Palace;

7/12/2015 – Secretaria de Esportes - Secretaria da Saúde;

10/12/2015 – Calçadão – Esplanada Teatro Pedro II.


Fonte: Prefeitura de Ribeirão Preto
 
 
 Ribeirão Preto participa da Semana Nacional da Conciliação
"O caminho mais curto para resolver seus problemas". Este é o mote da X Semana Nacional da Conciliação promovida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que acontece entre os dias 23 e 27 de novembro em todo o país, com a participação de todos os tribunais brasileiros. Trata-se de um esforço concentrado do Judiciário que tem como objetivo buscar entendimento entre as partes e disseminar a cultura da resolução dos conflitos judiciais por meio de audiências de conciliação.

O Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região está engajado no mutirão, em especial, por intermédio dos Centros Integrados de Conciliação de 1º Grau, instalados nos Fóruns Trabalhistas de Araçatuba, Bauru, Campinas, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, São José dos Campos e São José do Rio Preto, além do CIC de 2º Grau de jurisdição, que funciona na sede administrativa do Tribunal. Os CICs, criados pela Resolução Administrativa 12/2014, pretendem difundir a cultura conciliatória com ênfase ainda maior, incentivando a mediação, na qual empresas e trabalhadores se tornam protagonistas diretos na construção de uma solução para os conflitos.

Os juízes e servidores das 153 varas do trabalho e dos 10 postos avançados da Justiça do Trabalho da 15ª Região que atuam em toda a jurisdição, composta por 599 municípios, também participarão do esforço concentrado de conciliação, com o agendamento de audiências durante a semana. As empresas, os trabalhadores e os escritórios de advocacia interessados em solucionar seus processos mediante proposta de acordo podem solicitar a designação de audiências para tentativa de conciliação na secretaria das varas do trabalho ou através do site http://portal.trt15.jus.br/conciliar. A solicitação também pode ser feita via email: cic@trt15.jus.br.

Iniciativa teve início em 2006

De acordo com o CNJ, a conciliação e a mediação são instrumentos efetivos de pacificação social, solução e prevenção de litígios, e a sua apropriada disciplina nos programas já implementados no país tem reduzido a excessiva judicialização dos conflitos de interesses, a quantidade de recursos e de execução de sentenças. Ao implantar o Movimento pela Conciliação em agosto de 2006, o CNJ teve por objetivo alterar a cultura da litigiosidade e promover a busca de soluções para os conflitos mediante a construção de acordos. O Movimento promoveu encontros e debates sobre o tema e lançou a Semana Nacional da Conciliação, evento anual que abrange todos os tribunais do país.

A Semana Nacional da Conciliação é uma das principais ações institucionais do CNJ, que atua padronizando a campanha, apoiando as ações dos tribunais e promovendo a divulgação. A iniciativa vai ao encontro também da Política Judiciária Nacional de tratamento adequado dos conflitos de interesses no âmbito do Poder Judiciário, prevista na Resolução 125 do CNJ, de 2010.


Fonte: 
- Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região
- ribeiraopretoonline.com.br/
 
 
 PATs oferecem 86 oportunidades de emprego na região de Ribeirão Preto
PATs oferecem 86 oportunidades de emprego na região de Ribeirão Preto

Há vagas para frentista, assistente de loja, fiscal de ônibus e porteiro.
Interessados devem comparecer aos postos com documentos pessoais.


Os Postos de Atendimento ao Trabalhador (PAT) em Sertãozinho (SP), Bebedouro (SP), Barretos (SP) e Ribeirão Preto (SP) estão com 86 vagas de emprego abertas nesta segunda-feira (16). Entre os cargos oferecidos, estão supervisor de lavanderia, farmacêutico, fiscal de ônibus, eletricista industrial, cozinheira, sorveteiro e médico do trabalho.

Os interessados devem comparecer a uma das unidades do PAT portando documentos pessoais como RG e CPF, além de comprovante de residência, carteira de trabalho, PIS/Pase ou NIT e currículo.



Sertãozinho

O PAT está localizado na Rua Epitácio Pessoa, nº 1429, Centro. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (16) 3942-3566.
Confira as vagas disponíveis:
Controlador de acesso (masculino) – Possuir ensino médio completo. O funcionário trabalhará em Ribeirão Preto (SP).

Cozinheira (feminino) – Com experiência na função.

Eletricista de automação (ambos os sexos) – Com experiência em montagens e inversores de frequência.

Eletricista de automóveis (ambos os sexos) – Com experiência em manutenção geral e instalação.

Encarregado de comércio eletrônico (ambos os sexos) – Com experiência em marketing digital e E-commerce.

Mecânico automotivo (masculino) – Com experiência em alinhamento, balanceamento e suspensão.

Mecânico de bombas hidráulicas (masculino) – Com experiência em Imbil e KSB.

Operador de balança eletrônica (masculino) – Com experiência na função.

Operador de britador (masculino) – Com experiência na função.

Operador de perfuratriz de solo (masculino) – Com experiência na função e Carteira Nacional de Habilitação na categoria D.

Operador de triturador (masculino) – Com experiência, para sexo masculino.

Sorveteiro (ambos os sexos) – Com experiência na fabricação de sorvetes e fórmulas.

Técnico de calibração (ambos os sexos) – Com experiência, ensino superior completo e curso de instrumentação e mecatrônica. O funcionário trabalhará em Ribeirão Preto.

Técnico eletromecânico (masculino) – Com experiência em ponte rolante, talhas elétricas e painéis.

Tecnólogo em telecomunicações (masculino) – Com experiência técnica e disponibilidade para viagens.

Vendedor externo (masculino) – Com conhecimento em bombas KSB, Imbil e mecânica. O candidato deve possuir Carteira Nacional de Habilitação nas categorias A e B.

Vendedor externo (masculino) – Com experiência em equipamentos weg motores e carteira Nacional de Habilitação nas categorias A e B.

Vendedor externo (ambos os sexos) – Com experiência em máquina de solda e ferramentas, além de Carteira Nacional de Habilitação na categoria B.

Vendedor interno (ambos os sexos) – Com experiência e curso de automação, mecânica, eletrônica, vendas e licitação. O candidato trabalhará em Ribeirão Preto.
Vendedor interno (ambos os sexos) – Exige experiência em vendas de cursos.


Barretos
O PAT está localizado na Rua 32, 1.243, no Centro de Barretos. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (17) 3322-5544 e (17) 3322-5801.

Confira as vagas disponíveis:
Atendente de balcão - Com experiência na função, possuir ensino médio e disponibilidade de horário
Auxiliar de frota – Com experiência na função, ensino médio completo, conhecimento em informática e Carteira Nacional de Habilitação nas categorias A e B.
Cozinheiro geral  – Com experiência em eventos e disponibilidade de horário.
Decorador de balões – Com experiência em eventos e disponibilidade de horário.
Doméstica – Com experiência na função.
Eletricista industrial - Com experiência na função, possuir curso NR-10 e ensino fundamental.
Farmacêutico - Com experiência na função e disponibilidade de horário
Fiscal de ônibus - Com experiência na função e ensino médio completo.
Frentista - Com experiência na função e disponibilidade de horário
Gerente de lojas - Com experiência na função e curso superior em administração.
Orientador pedagógico – Com experiência na função e curso superior em pedagogia.
Pintor de edifícios - Com experiência na função e ensino fundamental.
Porteiro – Com experiência na função, ensino médio e disponibilidade de horário.
Supervisor de lavanderia – Com experiência em supervisão de pessoal e disponibilidade de horário.
Surfassagista – Com experiência em lentes de óculos e ensino médio completo.
Torrador de café – Com experiência em máquina de torrefação.



Bebedouro

O PAT está localizado na Rua Prudente de Moraes, 700, no Centro, e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (17) 3342-3422. Confira as vagas disponíveis:
Agente de vendas e serviços (1 vaga) - Para candidatos do sexo masculino, com idade entre 20 e 35 anos, e experiência com vendas de móveis.

Auxiliar administrativo (1 vaga) - Para mulheres acima de 20 anos, que esteja cursando o último ano ou sejam formadas em contabilidade, com experiência e referência.

Auxiliar administrativo (1 vaga) - Para candidatos com deficiência, de ambos os sexos e com idade entre 20 e 40 anos.

Auxiliar administrativo (1 vaga) - Para candidatos com deficiência, de ambos os sexos, com idade acima de 18 anos e curso técnico em administração de empresas.

Auxiliar de escritório (1 vaga) – Para candidatos com idade entre 18 e 21 anos, cursando ensino superior em administração e que tenha experiência  em informática. Também é exigido Carteira Nacional de Habilitação nas categorias A e B.

Auxiliar de limpeza (1 vaga) - Para pessoas com deficiência, com idade entre 20 e 40 anos.

Auxiliar de manutenção de ar (1 vaga) - Para homens maiores de idade, com experiência na função e referências.

Auxiliar de pintor de automóveis (1 vaga) - Para maiores de idade, com experiência na função e referências.

Carpinteiro (2 vagas) – Para pessoas com idade entre 25 e 50 anos, com experiência na função e referências.

Caseiro (1 vaga) - Vaga para o casal trabalhar e morar na fazenda.

Consultor de tecnologia da informação (1 vaga) – Candidato deve possuir veiculo próprio e curso superior na área de informática.

Controlador de mão de obra (1 vaga) - Para trabalhar com reagendamento de serviços, baixar ordens de serviço no sistema, com experiência na função e referências.

Cozinheira (1 vaga) - Para mulheres entre 20 e 50 anos de idade, e com experiência na função.

Diarista (1 vaga) - Para mulheres entre 25 e 45 anos, com experiência na função.

Eletricista (1 vaga) - Para candidatos com idade entre 25 e 40 anos, com experiência em eletrônica e referências. 

Encarregado de obras (1 vaga) - Para homens com idade entre 25 e 50 anos, com experiência na função e referências.

Farmacêutico (1 vaga) - Para pessoas com idade acima de 23 anos, com ensino superior completo e referência na função.

Instalador de antenas (1 vaga) - Para homens com idade entre 18 e 35 anos, com experiência na função.

Instrumentista (1 vaga) - Para candidatos com experiência no mínimo de três anos na área de automação elétrica, comprovados em carteira de trabalho, e curso de instrumentista industrial.

Lavador de veículos (1 vaga) – Para homens com idade entre 18 e 45 anos, e experiência na função.

Marceneiro (1 vaga) - Para homens com idade entre 20 e 50 anos, e experiência comprovada em carteira de trabalho.

Mecânico (1 vaga) - Para candidatos acima de 28 anos, com conhecimento de motores a combustão e experiência em motores estacionários.
Médico do trabalho (1 vaga) - Para candidatos graduados, com especialização em medicina do trabalho e registro no Conselho Regional de Medicina.

Montador (1 vaga) - Para candidatos com experiência e referências em marcenaria e montagem.
Operador de telemarketing (1 vaga) - Para mulheres com idade entre 18 e 40 anos, ensino médio completo e experiência em call center.

Pedreiro (3 vagas) - Para homens com idade entre 25 e 50 anos, com experiência na função e referências.

Pintor de automóveis (1 vaga) - Para candidatos acima de 20 anos, com experiência comprovada em carteira de trabalho e referências.

Promotor de vendas (1 vaga) – Para mulheres com idade entre 20 e 28 anos, com experiência na função e referência.

Projetista de móveis (1 vaga) - Para mulheres com idade entre 20 e 35 anos, com experiência na função e referência.

Supervisor comercial (1 vaga) - Para candidatos com idade entre 25 e 50 anos, com   experiência em coordenação de equipe

Supervisor de vendas (1 vaga) - Para candidatos com idade a partir de 30 anos, com experiência em vendas e conhecimento avançado em informática.

Técnico de análise química (1 vaga) - Para maiores de idade, com curso de química, experiência na função e referências.

Técnico em enfermagem (1 vaga) - Para pessoas com idade acima de 25 anos, com curso técnico ou auxiliar de enfermagem e registro no Conselho Regional de Enfermagem (Coren).

Técnico de refrigeração (1 vaga) - Para homens que tenham mais de 25 anos de idade, com experiência e referência em refrigeração de usinas.

Vendedor porta a porta (2 vagas) - Para maiores de idade com disponibilidade de horário.

Vendedor de comércio varejista (1 vaga) - Para pessoas com idade entre 25 e 40 anos, ensino médio completo e experiência na função.



Ribeirão Preto

O PAT Ribeirão Preto está localizado na Avenida Santa Luzia, 203, no bairro Jardim Sumaré. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. A unidade não realiza atendimentos por telefone.
Confira abaixo as vagas disponíveis:
Atendente comercial em agência postal
Atendente de telemarketing
Auxiliar de cozinha
Auxiliar de limpeza
Confeiteiro
Mecânico de manutenção de máquinas agrícolas
Salgadeiro
Supervisor de teleatendimento
Vendedor de serviços
Vigilante




Fonte: g1.globo.com
 
 
 Cinco bairros de Ribeirão Preto recebem consultório de rua nesta semana
A Secretaria da Saúde de Ribeirão Preto divulgou a programação do Dr. Móvel para esta semana, de 16 a 19 de novembro. Nesse período, o Consultório de Rua percorrerá cinco bairros diferentes.

A Comunidade do bairro Jardim Itaú receberá os serviços nesta segunda-feira (16), das 8h às 12h e das 14h às 16h. O equipamento ficará estacionado na Rua Madre Teresa de Calcutá, em frente ao nº 644.

Na terça-feira (17), o Dr. Móvel atenderá os moradores dos bairros Jardim Jockey Club e Jardim Iara. O ônibus ficará na Rua Serra Negra 318, das 8h às 12h. Na quarta-feira (18), o Dr. Móvel estará em Bonfim Paulista, na comunidade Faiane, das 8h às 12h e das 14h às 16h.

Na quinta-feira (19), os serviços de saúde serão levados aos moradores do Jardim Salgado Filho II, na Rua Arealva s/n, em frente da Emei Roberto Afonso Pontes, das 8h às 12h. Na sexta-feira (20), é feriado municipal em razão do Dia da Consciência Negra e não haverá atendimentos.

Fonte: Prefeitura de Ribeirão Preto
 
 
 Presidente vai visitar áreas atingidas por lama de mineradora em MG
Dilma Rousseff deve passar por Mariana e Governador Valadares.
Em BH, ela se reúne com governador e prefeitos de cidades atingidas.

A presidente Dilma Rousseff vem a Minas Gerais nesta quinta-feira (12) visitar áreas atingidas pelo rompimento das barragens do Fundão e Santarém da Samarco Mineradora, em Mariana, na Região Central de Minas Gerais. Conforme a agenda, ela vai passar por Belo Horizonte, Mariana, Governador Valadares, no Leste de Minas, e por Colatina, no Espírito Santo.

Na última quinta-feira (5), as barragens se romperam provocando o despejo de 62 milhões de metros cúbicos de rejeito de minério e água. O “tsunami” de lama devastou o distrito de Bento Rodrigues, em Mariana, atingiu ainda outros distritos da cidade e chegou ao Rio Doce, passando por várias cidades de Minas e do Espírito Santo.
Até a noite desta quarta-feira (11) seis corpos de vítimas da tragédia já haviam sido identificados. Outros dois corpos aguardavam identificação. Dezenove pessoas eram consideradas desaparecidas.
De acordo com a agenda da presidente, pela manhã, ela decola de Brasília para a capital mineira, onde encontra com o prefeito de Mariana, Duarte Júnior (PPS). Eles vão sobrevoar distritos devastados pela lama, como Bento Rodrigues e Paracatu. Inicialmente, em BH, estava prevista uma reunião com prefeitos de cidades atingidas e com o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), o que não foi confirmado na última agenda oficial divulgada.
Na sequência, a presidente segue para Governador Valadares, no Leste de Minas, onde vai sobrevoar o Rio Doce. Na cidade, ela ainda participa de reunião com lideranças locais.
A agenda de Dilma ainda prevê o sobrevoo a Colatina, no Espírito Santo, e uma reunião na cidade.


Fonte: g1.globo.com
 
 
 Ocupação urbana em Ribeirão Preto ameaça recarga do aquífero Guarani
Sorocaba, 05 - A ocupação urbana ameaça a principal área de recarga do aquífero Guarani, segunda maior reserva hídrica subterrânea do mundo, em Ribeirão Preto, interior de São Paulo. O aquífero responde pelo abastecimento dos 660 mil moradores, mas está baixando de um a dois metros por ano na região.

Na área de 65 quilômetros quadrados, equivalente a 7 mil campos de futebol, destinada a recompor o volume de água, avança a ocupação desordenada e há sinais de degradação, como a deposição irregular de esgoto, lixo e entulho, conforme constatou o Ministério Público de São Paulo.

Uma ação do MP local tenta frear a ocupação dessa área, sob forte pressão urbana, na zona leste do município. No dia 30 de setembro, a juíza Lucilene Camilla de Melo deu liminar obrigando a prefeitura a não autorizar novos parcelamentos de solo na região, sob pena de multa diária de R$ 100 mil.

O município entrou com recurso e, em decisão divulgada na terça-feira, 3, o Tribunal de Justiça de São Paulo cassou a liminar, por entender que contraria a legislação municipal. O Plano Diretor do município permite a urbanização de parte da área.

A Procuradoria Geral de Justiça, órgão do MP estadual, vai entrar com novo recurso. De acordo com a promotora Claudia Maria Habib, do Grupo de Atuação Especial para o Meio Ambiente (Gaema) de Ribeirão Preto, a situação é preocupante, pois a cidade tem outros espaços para crescer, mas poucas opções de abastecimento.

Atualmente, Ribeirão capta cerca de 200 mil litros de água por hora em 103 poços perfurados no manancial. "Já há pontos em que o cone de rebaixamento do aquífero chega a 72 metros, o que significa que a água pode acabar em cinco ou dez anos", disse Cláudia. A espessura do aquífero na região varia de 80 a 120 metros.

O desequilíbrio ocorre quando há mais consumo do que reposição da água pelas chuvas. A recarga é feita nos afloramentos porosos localizados nas bordas das formações. A impermeabilização do solo prejudica a capacidade de reposição. "Já temos centenas de ações contra empreendimentos porque afetam as áreas de permeabilidade", disse a promotora.

O município tem projeto de captação no Rio Pardo, mas a obra é de alto custo e a água não tem a mesma qualidade. Será preciso investir em estações de tratamento e novo sistema de distribuição. Para a promotora, o aquífero não pertence apenas a Ribeirão Preto. "É um patrimônio mundial."

A prefeitura informou que não discorda do MP em relação à necessidade de preservar as áreas de recarga do aquífero e está dialogando com a promotoria para que a preservação seja mantida. Informou ainda considerar "fundamental e de extrema importância" a preservação da zona leste, por isso colocou esse item na revisão do plano diretor.

"O plano diretor vigente permite a urbanização de algumas áreas, por isso a prefeitura foi obrigada a entrar com agravo na ação. Ribeirão Preto precisa que a revisão seja aprovada com urgência", afirmou a administração municipal, em nota.

O plano diretor atual, de 2003, vem sendo discutido com os vereadores desde 2011 e a revisão aguarda votação desde o ano passado. A Câmara informou que o projeto do novo plano ainda está em tramitação, não havendo data para a votação final.

O aquífero Guarani se estende do Brasil à Argentina, sendo que dois terços da sua área total, de 1,2 milhão de km2, fica no País, abrangendo os Estados de Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.


Fonte: em.com.br
 
 
 Carateca de Ribeirão Preto conquista medalha de prata no Open de Curaçao
A carateca Maike Steffen, da Equipe de Caratê de Ribeirão Preto, conquistou o segundo lugar no Open de Curaçao pela Seleção Brasileira. A competição foi realizada na ilha da América Central no último final de semana.

Na vice-liderança no ranking nacional, ela, que compete na categoria até 61 kg, disputa o primeiro lugar com Érica Santos, também de Ribeirão, na busca da classificação para o Campeonato Mundial de 2016.

“Esta medalha foi mais um passo dado para o objetivo final, porém tem muita coisa pela frente ainda”, diz Maike que se recuperou de uma cirurgia feita no menisco durante o primeiro semestre para retornar às competições importantes da temporada.

De acordo com Ricardo Aguiar, técnico de Maike e Érica em Ribeirão Preto e, também, na Seleção Brasileira, a disputa entre elas faz com que a equipe nacional chegue forte para o Mundial de Áustria em 2016.

“O mês de novembro será um mês decisivo para a Maike e Érica. A conquista nesse final de semana faz com que a disputa seja mais acirrada elevando o nível das duas atletas. Isto só faz com que o caratê brasileiro e, sobretudo, o de Ribeirão Preto, ganhem”, comenta.

Fonte: Prefeitura de Ribeirão Preto
 
 
 Atrasado há 3 anos em Ribeirão Preto, novo calçadão agora fica para 2016
Obras serão suspensas para festas de fim de ano e retomadas em janeiro.
Pelo 4º ano seguido, lojistas do Centro terão Natal com projeto inacabado.

Depois de três anos adiando a entrega do calçadão no Centro, a Prefeitura de Ribeirão Preto (SP) agora projeta a finalização do projeto para 2016.
Sem definir data, a administração municipal confirmou nesta terça-feira (3) que, mais uma vez, as obras serão interrompidas a partir de 1º de dezembro em função do aumento do fluxo de pessoas para as festas de fim de ano e que os trabalhos somente serão retomados em janeiro.


Desde 2012, quando a revitalização no Centro foi iniciada, quem anda pelo calçadão enfrenta transtornos para se locomover.
O problema tem sido prolongado por sucessivos aditamentos de contrato justificados por questões meteorológicas e burocráticas - chuvas e problemas com a empresa responsável -, além da adição de itens não previstos, como lâmpadas de LED e câmeras "olhos de águia".
Assim, a obra que deveria ter sido concluída em 2013 ao custo de R$ 8 milhões, chegará a 2016 ainda não finalizada custando ao menos R$ 9 milhões.
Obras interrompidas
Após reunião com representantes do comércio, companhias de telefonia e com a empresa responsável pelas obras no calçadão nesta terça-feira, a Prefeitura definiu que vai interromper os trabalhos em 1º de dezembro. A informação já tinha sido adiantada pelo secretário municipal de Obras, Abranche Fuad Abdo.
De acordo com a administração municipal, até 30 de novembro deverá ter sido implantada toda a rede subterrânea de cabos bem como deverá ter sido finalizada a instalação do piso e das tampas das caixas de inspeção.
Até a segunda quinzena do mês, a Prefeitura promete finalizar ainda os serviços de concretagem no trecho da Rua Barão do Amazonas, entre as ruas General Osório e Duque de Caxias.
Depois disso, a próxima etapa será a retirada de postes antigos, a partir de janeiro. Se antecipada para o fim do ano, a ação geraria mais transtornos devido ao uso de máquinas pesadas, informou o Executivo.
Em nota, a Prefeitura garantiu que, com piso nivelado, o calçadão "estará livre e totalmente acessível" aos comerciantes e consumidores durante as compras de fim de ano. Além disso, confirmou que a iluminação deverá estar pronta até 1º de dezembro para ser ligada com a decoração natalina no local.


O caso
Iniciados em abril de 2012, os trabalhos na região central da cidade deveriam ter sido finalizados no segundo semestre de 2013. O atraso, segundo a Prefeitura, ocorreu devido a problemas com a empresa responsável pelo serviço e a questões meteorológicas.
O impasse desencadeou inúmeras reclamações de comerciantes, que relatam que a dificuldade para caminhar pela área e os riscos de queda afastam os clientes.
No ano passado, as obras foram paralisadas em dezembro para não prejudicar o movimento do comércio no Natal e Ano Novo. Na ocasião, a Prefeitura informou que a previsão era de que a revitalização fosse concluída em fevereiro de 2015, o que não ocorreu devido a uma alteração no projeto.
Em fevereiro deste ano, a Prefeitura anunciou que o projeto ficaria R$ 1 milhão mais caro devido à inclusão de itens de iluminação e que as obras seriam adiadas em cinco meses, também por causa das chuvas.


Fonte: g1.globo.com/
 
 
 Exposição “A Boca de Cinema de São Paulo” chega a Ribeirão Preto
Representando o período do cinema nacional conhecido como “Boca do Lixo”, o MIS Ribeirão Preto apresenta a exposição “A Boca de Cinema de São Paulo”, no espaço expositivo do 1º andar do Shopping Santa Úrsula, a partir das 19h desta quinta-feira (5), escolhido por ser o Dia Mundial do Cinema. A curadoria é de José Adalto Cardoso.

O MIS recebeu em 2012 a doação de peças de alguns nomes que passaram pela “Boca”: David Cardoso, Virgílio Roveda e José Adalto Cardoso. Em 2013, oito cineastas da “Boca” se juntaram para fazer um longa sobre os tempos áureos do local, e que foi lançado em setembro de 2015.

A exposição conta com livros sobre os filmes produzidos pela “Boca do Lixo” e sobre o lendário personagem Zé do Caixão, além de cartazes de filmes, quadros com cenas de filme do David Cardoso, encosto da cadeira usada pelo Mazzaropi (que utilizava mão de obra da “Boca do Lixo” nos seus filmes), roteiro de filme escrito por José Adalto, com argumento do Mazzaropi e projetores cinematográficos. Também será feita uma homenagem ao ex-vereador ribeirão-pretano José Velloni, que participou de filmes do Mazzaropi.

Além da exposição, serão exibidos os filmes “Memórias da Boca”, às 10h, no Centro Cultural Palace e “Sem Defesa”, às 15h, seguido por debate com David Cardoso. O filme “Memórias da Boca” tem oito episódios independentes de ficção e documentários, dirigido por cineastas remanescentes, recuperando o espírito da produção cinematográfica realizada entre os anos 1950 e 1990. O filme “Sem Defesa” é o último filme da carreira de David Cardoso. Ele atua, dirige e produz o mesmo.

“Boca do Lixo” era o nome dado à Rua do Triunfo em São Paulo, no bairro da Luz, onde o cinema independente nacional fez grande sucesso entre as décadas de 60 e 80, em plena Ditadura Militar, com produções de terror, ação, faroeste, policial, drama e comédia, com doses de erotismos, que deu origem ao termo pornochanchada.

Serviço

“A Boca de Cinema de São Paulo”

Data: 5 de novembro (quinta-feira)

Horários: Centro Cultural Palace

10h – Exibição do filme “Memórias da Boca”

15h – Exibição do filme “Sem Defesa”

Debate

Shopping Santa Úrsula

19h – Abertura da exposição 1º andar

Informações: (16) 3636-1206


Fonte: Prefeitura de Ribeirão Preto
 
 
 Palocci é condenado por improbidade como prefeito de Ribeirão Preto (SP)
O ex-ministro Antonio Palocci (Governos Lula e Dilma) foi condenado por ato de improbidade administrativa quando exercia o cargo de prefeito do município de Ribeirão Preto (SP), em 2002. Na ocasião, o petista teria contratado uma gráfica sem licitação para fazer o 'Guia da Cidade' contendo publicidade do governo municipal.

O juiz Reginaldo Siqueira, da 1.ª Vara da Fazenda Pública, impôs a Palocci sanções da Lei da Improbidade: suspensão por três anos dos direitos políticos, proibição de contratar direta ou indiretamente com o poder público e multa de R$ 38,7 mil, equivalente a três vezes o contracheque que recebia, na ocasião, como chefe do Executivo municipal.

A defesa de Palocci, sob responsabilidade do advogado José Roberto Manesco, nega que ele tenha cometido irregularidades e informou que vai recorrer.

Também foi condenado à mesma sanção o ex-prefeito Gilberto Maggioni, que sucedeu o petista em 2003 - naquele ano, Palocci assumiu o Ministério da Fazenda no primeiro governo Lula.

Segundo o Ministério Público Estadual, autor da ação civil pública, os pagamentos das gestões Palocci e Maggioni para a editora se prolongaram até 2007. A Promotoria ingressou com duas ações civis. Na primeira, a Justiça já inocentou Palocci.

A condenação do ex-ministro foi publicada dia 16. O juiz Reginaldo Siqueira, da Vara da Fazenda Pública, considerou que ainda que se tratasse de hipótese de dispensa ou inexigibilidade de licitação, "havia a necessidade de formalização do processo, até para justificar a escolha do fornecedor e do preço".

O magistrado destacou que notas fiscais e empenhos "nem ao menos" especificaram o teor da publicidade. Siqueira considera que esse detalhe é fundamental nesse tipo de contratação. O juiz destacou que outras editoras de Ribeirão Preto poderiam fazer o mesmo trabalho.

Defesa
O advogado José Roberto Manesco reagiu enfaticamente à sentença que condena o ex-ministro Antonio Palocci com base na Lei de Improbidade Administrativa. "Esse assunto é antigo, no plano criminal até já foi arquivado pelo Supremo Tribunal Federal."

Manesco observa que o Tribunal de Justiça de São Paulo já inocentou Palocci - e também o sucessor do petista, Gilberto Maggioni - em uma primeira ação civil pública do Ministério Público Estadual sobre o mesmo caso, a contratação da gráfica para fazer o 'Guia da Cidade'.

"Naturalmente, vamos recorrer (da condenação imposta pelo juiz da Vara da Fazenda Pública de Ribeirão Preto). Não houve improbidade nenhuma. A Promotoria dividiu em duas ações um mesmo fato, considerou eventos diferentes. O processo tem que ser único."

Gilberto Maggioni não foi localizado. Sua defesa também vai recorrer.


Fonte: noticias.uol.com.br/
 
 
 Ribeirão Preto, SP, recebe 12ª edição do Dia Internacional da Animação
Exibições gratuitas podem ser conferidas pelo público até 4 de novembro.
Programação do festival conta com animações do Brasil e do mundo

Produções do Brasil e do mundo podem ser conferidas gratuitamente até 4 de novembro em Ribeirão Preto (SP) na 12ª edição do Dia Internacional da Animação (DIA).
Realizado em mais de 200 cidades do país e em 40 países simultaneamente, o evento celebra a primeira projeção pública de imagens animadas do mundo, as pantomimas luminosas, exibidas pelo francês Charles-Émile Reynaud, no Museu Grevin, em Paris, no final do século 19.
Nesta quarta-feira (28), data em que se comemora o Dia Internacional da Animação, o Espaço A Coisa terá exibições da mostra nacional e internacional a partir das 19h30.
A programação de quinta-feira (29) será no Cine Cauim, que receberá a mostra infantil a partir das 14h30 e a mostra nacional, a partir das 19h30.
No dia 3, será a vez do Centro de Artes e Esportes Unificado, no Jardim Florestan Fernandes, na zona leste da cidade, promover sessões da mostra infantil e paulista a partir das 19h. O mesmo local recebe, no dia 4, exibições da mostra nacional e internacional.
Confira abaixo a programação completa do evento:
Locais e datas em Ribeirão Preto

Espaço A Coisa
Data: 28 de outubro
Horário: 19h30
Endereço: Rua João Penteado ,nº 167, bairro Jardim Sumaré

Cineclube Cauim
Data: 29 de outubro
Horário: 14h30 e 19h30
Endereço: Rua São Sebastião, nº 920, Centro.

CEU DAS ARTES - Centro de Artes e Esportes Unificado
Data: 3 e 4 de novembro
Horário: 19h
Endereço: Rua: Benedito Jacinto de Souza, nº 330, bairro Jardim Florestan Fernandes.

Mostra Nacional

O Átomo Brincalhão
Direção: Roberto Miller

Ed
Direção: Gabriel Garcia

Occupation: Animator
Direção: Bruna Berford

Castillo y el Armado
Direção: Pedro Harres

Los Rosales
Direção: Daniel Ferreira

Faroeste: Um autêntico Wstern
Direção Wesley Rodrigues

Mostra Infantil

Miss e Grubs
Direção: Jona Brandão e Camila Kamimura

Voa João
Direção Humberto Avelar

Não Seja Quadrado
Direção: Isaac Braz

Menina Bonita do Laço de Fita
Direção Diego Lopes e Cláudio Bitencourt

Kid Chup
Direção: Carolina Giannini Veirano e Guilherme Ghussn

Batalha de Máscaras
Direção: Iuri Araújo

Hugo, o Monstro
Direção Humberto Avelar

O Fim é o Começo
Direção: Agner Rebouças, Bruno Pere, Rodrigo Eba, OTA e Thiago Vaz

As Pintas de Junior
Direção: Humberto Avelar

Tênis da Hora
Direção: Thomas Larson

Mostra Paulista

Sapo Martelo
Direção: Jonas Brandão

Kid Chup
Direção: Carolina Giannini Veirano e Guilherme Ghussn

O Fim é o Começo
Direção: Agner Rebouças, Bruno Pere, Rodrigo Eba, OTA e Thiago Vaz

Tênis da Hora
Direção: Thomas Larson

Jam – Piscar de Olhos
Direção: César Cabral             

Rái Sossaith – Tostão
Direção: Thomas Larson        

Miss e Grubs
Direção: Jonas Brandão e Camila Kamimura               

Rái Sossaith - Caoduchampignon
Direção: Thomas Larson        

Rainbow: A Story About Life
Direção: Eduardo Wahrhaftig
       
Rái Sossaith – Vegano
Direção: Thomas Larson        

Guida
Direção: Rosana Urbes



Fonte: g1.globo.com/
 
 
 Vendas no comércio em Ribeirão Preto têm pior resultado em 12 anos
Queda de 6,88% em outubro é a 10ª consecutiva registrada pelo Sincovarp.
Apesar de crise, economista diz que cenário deve mudar no final do ano.

As vendas no comércio de Ribeirão Preto (SP) registraram em setembro o pior desempenho dos últimos 12 anos, com redução de 6,88% em comparação com o mesmo período do ano passado, segundo dados do Sindicato do Comércio Varejista (Sincovarp).

Essa é a décima queda consecutiva registrada na cidade: desde dezembro do ano passado, os lojistas vêm amargando resultados negativos. O último e mais forte havia sido em agosto, quando as vendas caíram 5,24%, em comparação com 2014.
Apesar da crise econômica, o economista Marcelo Bosi Rodrigues afirma que a tendência é de que o cenário comece a mudar a partir de novembro, com a aproximação das festas de fim de ano. Isso porque, ele diz não acreditar em um resultado pior que o registrado no ano passado.
Em dezembro, as transações caíram 2,68%, amargando o segundo pior desempenho de 2014. “Nós não acreditamos em uma queda sobre queda. O cenário econômico está pior, mas, o consumidor está calejado. Não estamos falando de crescimento econômico, mas de um pouco mais de vendas”, afirma.


Segmentos
Entre os 18 mil lojistas filiados ao Sincovarp, cerca de 200 são pesquisados todos os meses. A amostra leva em consideração a participação de cada setor. Em setembro, todos registraram queda, mas o pior resultado ficou com o segmento de cine/foto, cujas vendas despencaram 13,35%.
Em segundo lugar no ranking ficou tecidos/enxoval, seguido de livraria/papelaria, com resultados negativos de 10,36% e 8,33%. A venda de móveis e presentes teve queda de 7,10% e 5,18%. A lista termina com redução de 5,06%, 4,32% e 1,05% na comercialização de roupas, calçados e produtos de ótica, respectivamente.
O cenário já era esperado, com base nos dados do mês anterior. Em agosto, apenas o segmento de ótica apresentou resultado positivo: uma modesta alta de 0,63%, em comparação com o levantamento de agosto do ano passado.
O economista explica que a crise econômica nacional está fazendo os consumidores terem receio de gastar. Ainda segundo Rodrigues, produtos não considerados essenciais são os primeiros cortados da lista de compras. Entre os itens básicos, ocorre a substituição por outras marcas, mais baratas.
“O lojista está bem desanimado. Foi um resultado que jogou um balde de água fria nos comerciantes. Isso faz com que os lojistas sejam bastante criativos, tentem fazer promoções, ações no sentido de estimular o consumidor para que ele venha para as lojas”, afirma.


Eletrodomésticos
Única que ainda apresentava crescimento constante, a venda de eletrodomésticos também despencou nos últimos dois meses, com resultado negativo de 8,78% em agosto e de 7,2% em setembro, em comparação com 2014.
A explicação do economista para o desempenho é o mesmo para os demais segmentos: corte de compras de produtos com preços mais elevados. Rodrigues afirma ainda que fatores como a alta do dólar e o fim da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para artigos da chamada linha branca afetaram diretamente as vendas.
“Você tinha um movimento de troca de televisores por smart TVs. Toda essa tecnologia vem trazendo um apelo de consumo de substituição. Talvez, isso tenha perdido o fôlego ou, mais do que isso, perdido os valores. O consumidor, nesse momento em que estamos vivendo, vai segurar a compra do que é mais caro”, diz.


Fonte: g1.globo.com
 
 
 Poupatempo Ribeirão Preto auxilia na inscrição para cursos técnicos
Alunos da Etec farão o atendimento, além de divulgarem cursos da instituição e tirarem dúvidas sobre o programa Acessa SP e e-poupatempo

Com o objetivo de auxiliar jovens na matrícula para cursos técnicos, o Poupatempo Ribeirão Preto recebe até sábado (24) uma equipe da Etec (Escola Técnica Estadual) José Martimiano da Silva, que estará à disposição dos interessados para auxiliar no preenchimento de formulários e da ficha de inscrição.

Além disso, os representantes irão divulgar os cursos da instituição e tirar dúvidas dos interessados nos programas Acessa SP (internet gratuita) e no e-poupatempo (serviços públicos on-line), disponibilizados pelo programa Poupatempo.

SERVIÇO
Auxílio na inscrição de cursos técnicos, ajuda no preenchimento de formulários e da ficha de inscrição - no Poupatempo Ribeirão Preto
Serviço disponibilizado até sábado (24) por alunos da Etec  
Atendimento: de segunda a sexta-feira, das 9h às 19h, e aos sábados, das 9h às 15h
Endereço: Avenida Presidente Kennedy, 1500 – Ribeirão Preto


Fonte: saopaulo.sp.gov.br
 
 
 Ferramenta digital facilita o acesso a pontos turísticos de Ribeirão Preto
Considerada Capital do Agronegócio, Ribeirão Preto recebe a cada ano grandes eventos nos mais diversos segmentos. Saúde, tecnologia e entretenimento são alguns dos atrativos que reúnem anualmente milhares de pessoas no município. Para garantir suporte aos turistas, a Secretaria Municipal de Turismo, tem realizado diversas ações, como a implantação de placas e totens de orientação na cidade e parques públicos, além da criação do guia digital, que traz informações dos principais pontos turísticos do município.

A ferramenta, disponibilizada no mês de julho, pode ser acessada por computador -www.ribeiraoturismo.pmrp.com.br - celular, notebook, iPhone e também pode ser baixada como aplicativo pelo sistema Android. Tótens também foram instalados no Palácio Rio Branco, sede da Prefeitura, Cava do Bosque, Centro Cultural Palace e Secretaria da Fazenda.

A ferramenta traz informações de cada ponto turístico, descrição, endereço, telefone, dia e horário de visitação. No guia estão inseridos os roteiros gastronômico, cultural, parques, compras, esportivo, religioso e roteiro 4C, que inclui café, chope, cerveja e cachaça.

O processo de download é simples e totalmente gratuito. Basta uma conexão com a internet, via Wi-Fi ou 3G.

Confira o passo a passo de sua instalação:

1 - Em seu celular abra um leitor de QR Code de sua preferência.

2 - Em seguida, posicione a câmera no QR Code, que te direcionará até a página do download.

Código que direciona até o download (http://ribeiraoturismo.pmrp.com.br/contato).

3 - Aparecerá na tela de seu celular uma permissão para a realização do download, aceite-a e pronto, o Guia Digital começará a ser instalado em seu celular.

4 - Depois disso, o aplicativo já estará disponível na tela inicial de seu celular.



Fonte: Prefeitura de Ribeirão Preto
 
 
 Ribeirão Preto recebe Villa Mix Festival em sua segunda edição
Conhecida como a ‘Califórnia Brasileira’ por estar no centro de uma das regiões mais prósperas do Estado de São Paulo, Ribeirão Preto se prepara para receber a segunda edição do Villa Mix Festival no dia 24 de outubro, no Parque de Exposições, com abertura dos portões às 15h e mais de oito horas de muita música boa ao vivo.
No casting, artistas que estão estourados por todo o Brasil e pelo mundo: os anfitriões Jorge & Mateus, a rainha do axé, Ivete Sangalo, os irmãos goianos Matheus & Kauan, o jovem e promissor cantor que venceu o quadro ‘Iluminados’ do programa do Faustão, Jefferson Moraes, a dupla Humberto & Ronaldo, o sertanejo universitário de Campo Grande, Bruninho & Davi, os renomados e talentosos, Bruno & Marrone e, claro, muita agitação dos DJs Alok e da Larissa Lahw.

O Villa Mix Festival é considerado um dos maiores e mais conceituados eventos do país e vem se consagrando ainda mais a cada evento, inclusive, na edição de Goiânia em 2015, entrou para o GUINNESS WORLD RECORDS como a maior estrutura de palco do mundo, marca essa que era da banda U2.
Em Ribeirão Preto, a festa conta com quatro setores: Villa VIP, Villa Extra, Villa Prime – todos com praça de alimentação e open bar de água, cerveja e refrigerante; Prime com diferencial de open bar de Whisky; e o setor Backstage Golden Mix, contendo todos os itens anteriores, mais energético, Whisky 12 anos, Espumante, Vodka Premium e Buffet de pratos quentes. Lembrando que a classificação é de 18 anos e obrigatória apresentação de documento oficial com foto para entrar no evento.
Os ingressos podem ser adquiridos através do site www.ticmix.com e os preços podem variar de acordo com os setores.



Fonte: folhageral.com
 
 
 Parques de Ribeirão Preto estendem horário de funcionamento até fevereiro
Espaços passam a funcionar de segunda-feira a domingo, das 6h às 22h.
Parque Tom Jobim, na zona norte, é único que fica aberto 24 horas por dia.

Três parques públicos de Ribeirão Preto (SP) ficarão abertos por mais tempo durante o horário de verão, válido em dez estados brasileiros até 21 de fevereiro do próximo ano. O objetivo da medida é que os moradores possam se exercitar e desfrutar dos espaços durante às noites.
Com exceção do Parque Tom Jobim, que funciona 24 horas por dia, gratuitamente, os parques Doutor Luiz Carlos Raya, Maurílio Biagi e Prefeito Luiz Roberto Jábali, o Curupira, passam a funcionar de segunda a domingo, das 6h às 22h.
Fechado há dois anos, após um deslizamento de pedras, o Parque Roberto de Melo Genaro, entre as avenidas Caramuru e Santa Luzia, permanece interditado. Já o Parque Morro do São Bento, na Avenida Capitão Salomão, continua funcionando apenas de quarta-feira a domingo, das 9h às 15h.
Confira os endereços dos parques com horário diferenciado:
- Parque Doutor Luiz Carlos Raya: Rua Severino Amaro dos Santos, bairro Jardim Botânico;
- Parque Maurílio Biagi: Rua Felipe Camarão, bairro Vila Virgínia (ao lado da rodoviária);
- Parque Prefeito Luiz Roberto Jábali: Avenida Costábile Romano, bairro Ribeirânia.


Fonte: g1.globo.com/
 
 
 Propaganda em imóveis de Ribeirão Preto será proibida nas eleições 2016
Lei sancionada pela Prefeitura veta faixas e placas em terrenos particulares.
Texto já está em vigor, mas precisa ser regulamentado pelo município.

A Prefeitura sancionou uma lei que proíbe qualquer propaganda eleitoral em imóveis de Ribeirão Preto (SP) a partir das eleições de 2016. O texto, aprovado pela Câmara em setembro, foi publicado no Diário Oficial do Município no dia 6 deste mês e já está em vigor, mas precisa ser regulamentado.
A nova legislação limita ainda mais a publicidade dos candidatos no município, que já não podem pintar muros nem colocar cavaletes em áreas públicas.
Em nota, a administração municipal informou que ainda não há prazo para a regulamentação, que diz respeito a providências e fiscalização.

A lei complementar 2.733 estabelece que, visando preservar a estética urbana, estão proibidas faixas, placas, cartazes e demais materiais correlatos previstos na legislação eleitoral em terrenos particulares.
A redação, no entanto, isenta fachadas de imóveis utilizados como sedes de partidos e comitês eleitorais.
Candidatos que descumprirem a lei estarão sujeitos a penalidades previstas no Código Eleitoral, com multas e cassações de registros. Os proprietários dos imóveis que permitirem a publicidade também sofrerão sanções por parte da Prefeitura, mas as penalidades ainda não foram definidas.
O texto acaba com uma isenção deixada pela Lei Cidade Limpa, que em 2012 regulamentou a publicidade visual nas fachadas de estabelecimentos comerciais, mas abria exceção para o período eleitoral.
Na Câmara, a atual proposta foi assinada por dez vereadores e foi aprovada em duas discussões, em substituição a um projeto anterior de Cícero Gomes da Silva (PMDB) que ainda permitiria a colocação de uma placa de até 0,60 metro por 0,80 metro por imóvel.

Fonte: g1.globo.com/
 
 
 Há 50 anos, aposentada de Ribeirão Preto restaura e coleciona bonecas
Becholina do Nascimento estima ter quase 500 brinquedos em casa.
'Eu amo todas, são minhas filhas', afirma a colecionadora de 73 anos.

Desde criança, a aposentada de Ribeirão Preto (SP) Becholina do Nascimento de Paula, de 73 anos, sempre foi apaixonada por bonecas. Sem condições de comprar os brinquedos na infância, foi depois de adulta que sua paixão se transformou em uma coleção de aproximadamente 500 bonecas, em sua maioria restauradas e encontradas na rua.
"Eu amo todas. São minhas filhas", diz a aposentada, que pensa em doar os brinquedos que conseguiu recuperar ao longo de quase 50 anos. Hoje ela os acumula em um cômodo exclusivo para a coleção em sua casa, no Jardim Jandaia, zona norte da cidade.
Becholina conta que, quando tinha apenas 6 anos, ganhou sua primeira boneca de louça de seu pai, mas seu irmão a acabou quebrando em uma brincadeira.

Criada em uma família humilde em São Gotardo (MG), depois do episódio, ela nunca mais ganhou um brinquedo parecido de seus pais. "A gente sofreu muito, eu tinha vontade de brincar e não podia", conta.
Para compensar, reproduzia com frutas e legumes as partes do corpo dos brinquedos tão sonhados ou então fazia objetos de pano.
"Eu pegava o milho e trançava o cabelo da boneca. Pegava chuchu e colocava pauzinho de bambu, fazia boca e olho. Essas eram as minhas bonecas", diz.
Mas o desejo de criança não ficou limitado ao passado e passou a fazer parte de sua vida adulta. Algo que teve início quando, ainda jovem, ela ganhou da vizinha de sua cunhada, em São Paulo, uma boneca prestes a ser descartada. Becholinha aproveitou a oportunidade para pegar o objeto e restaurá-lo por conta própria.
"Eu desmontei e lavei por dentro. Ela era toda de plástico e fui arrumando", explica a aposentada, sobre Isi, o primeiro item de sua coleção.

O fato a motivou a continuar colecionando diferentes exemplares, especialmente aqueles não desejados pelos outros e achados no lixo. Não demorou muito para que familiares, amigos, vizinhos e catadores de lixo começassem a ver em dona Becholina uma referência quando o assunto é restauração de bonecas, principalmente depois que ela comprou uma máquina de costura.
"Eu falo assim: se você achar um braço você traz pra mim que estou precisando de uma doação. Aí eles [as pessoas] trazem."
O motorista Manoel Messias, irmão que na infância quebrou a primeira boneca de louça de dona Becholina, hoje é uma das pessoas que mais a ajudam. "Eu faço os gostos dela. Toda vez que acho uma boneca na rua, vejo um braço, eu trago para ela", afirma.

Hoje, aos 73 anos, a aposentada diz ter 471 bonecas, em sua maioria recuperadas graças à junção de reciclagem e capricho. O apreço é percebido em detalhes, como o cuidado com as roupas, lavadas regularmente, e no modo familiar com que ela se refere aos brinquedos, todos com nome próprio, desde Gabriel e Zezinho a Isabela Chorona e Ana Cristina.
"Quando acordo de manhã é o primeiro lugar que eu vou [o quarto das bonecas]. 'Bom dia, crianças! Como vocês passaram?'", afirma a aposentada ao reproduzir a conversa que estabelece diariamente no quarto de suas bonecas.
Diante do que considera uma conquista pessoal, a aposentada pensa em dar um destino para ao menos parte de sua coleção. Ela gostaria de doar suas bonecas para uma instituição filantrópica e, assim, presentear crianças que realmente valorizem o brinquedo. "Vou fazer essa doação com amor", diz.


Fonte: g1.globo.com/
 
 
 Câmara de Ribeirão Preto aprova em primeira discussão orçamento de 2016
Câmara de Ribeirão Preto aprova em 1ª discussão orçamento de 2016
Projeto prevê receita de R$ 2,8 bilhões; plenário aprovou 579 emendas.
Mudança por menor margem de remanejamento do Executivo foi vetada.

A Câmara aprovou em primeira discussão nesta terça-feira (8) o projeto de lei que estipula em R$ 2,8 bilhões o orçamento de Ribeirão Preto (SP) para 2016.
Além do texto da Lei Orçamentária Anual (LOA) encaminhado pelo Executivo, foram aprovadas 579 das 590 emendas parlamentares apresentadas inicialmente.
Seis delas foram rejeitadas e tratavam principalmente da redução da margem livre para remanejamento de recursos municipais de 20% para 10%, percentual sancionado pela Prefeitura na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que orienta a elaboração da LOA.

Outras cinco, de autoria Bertinho Scandiuzzi (PSDB), foram retiradas pelo próprio vereador, sob a alegação de que a receita prevista para o ano que vem está superestimada.
A segunda votação do projeto acontece em sessão na próxima quinta-feira (10).


Orçamento 2016
Projetado em R$ 2,886 bilhões, o orçamento de 2016 é 13,14% maior em relação ao que foi apresentado para 2015 e conta com altas na arrecadação em itens como "outras receitas correntes" (106%), receita patrimonial (63,16%), receita de serviços (33,33%), além de altas no IPTU (14%) e do Fundo de Participação dos Municípios (8,77%).
Da receita total, R$ 2,169 bilhões são da administração direta e R$ 697 milhões da administração indireta.
Primeiro a ser discutido na sessão extraordinária, o texto apresentado pela Prefeitura teve 17 votos favoráveis.

Emendas rejeitadas
Na sequência, os vereadores discutiram as emendas. Das 590, seis foram rejeitadas pela Comissão de Finanças sob o argumento de que implicariam em ilegalidade e alterariam o texto original.
Essas foram votadas separadamente das outras e rejeitadas, devido a uma votação empatada com dez votos favoráveis e dez contrários e uma abstenção - quando precisavam de ao menos 12 votos.
Dois itens pediam a redução de 20% para 10% a margem para créditos suplementares, ou seja, de recursos que poderiam ser remanejados dentro do orçamento pela Prefeitura sem autorização da Câmara.

Além de argumentar que os 10% já estavam previstos na LDO, vereadores favoráveis à emenda criticaram o descontrole das contas da administração municipal. "Se nós damos essa liberdade de 20%, estamos contribuindo para o endividamento da cidade", afirmou a Gláucia Berenice (PSDB).

Uma das emendas também solicitava a mudança em um artigo que permite à Prefeitura abrir créditos suplementares para dotações de pessoal e de recursos de outras fontes sem prejuízo ao limite de 20% já permitido.

Mais duas emendas pediam alterações de valores e de nomenclatura em uma seção que classifica as despesas e outra solicitava a supressão de um artigo que prevê o parcelamento de precatórios judiciais pagos pelo município por meio de um acordo judicial firmado com o Sindicato dos Servidores Públicos.

Segundo Marcos Papa, autor dessa emenda, a manutenção desse acordo fere uma decisão do Supremo Tribunal Federal. "Se não suprimirmos estaremos abrindo espaço para que o orçamento seja contestado, porque é inconstitucional", disse.


Fonte: g1.globo.com
 
 
 Ribeirão Preto sedia VI Encontro Brasileiro de Coro Cênico
O Coro Cênico Bossa Nossa promove mais uma vez, em Ribeirão Preto, o Encontro Brasileiro de Coro Cênico, entre os dias 8 a 12 de outubro, no Teatro Municipal, Centro Cultural Palace e Cineclube Cauim. Esta é a 6ª edição do evento, que conta com cinco espetáculos de produções de corais brasileiros, sendo um de Ribeirão Preto (Bossa Nossa), um de Jundiaí (Astra), o Canarinhos da Terra (de Campinas) e um de Goiânia (Último Tipo).

Durante o evento será realizada uma agenda paralela de formação com espaço para reflexão teórica sobre esta modalidade artística, que engloba teatro e canto coral. Serão debates, encontros e vivências com regentes de corais e diretores cênicos, entre eles o maestro italiano, Antônio Pantaneschi, que será responsável pela Aula Magna do evento. Segundo Odônio dos Anjos, integrante do grupo Bossa Nossa e um dos organizadores do encontro, o objetivo é mapear e cadastrar grupos que defendem esta prática artística no país e formar plateia para a modalidade artística coro cênico.

De acordo com levantamentos não oficiais, há no Brasil cerca de 40 grupos que desenvolvem o trabalho cênico e musical de forma simultânea. São linhas de trabalho distintas, que valorizam desde a prática do cantar com movimentação, passando pela ilustração da música até a formação cênica mais elaborada. Em todas as produções existentes no país a qualidade musical é o ponto forte de valorização. “São manifestações artísticas com identidades próprias e estilos que preservam as raízes regionais em contraponto com as tendências mundiais para a atuação de coralistas”, explica Odônio.

Para Magno Bucci, um dos organizadores do encontro e diretor cênico do grupo Bossa Nossa, o Brasil produz um trabalho com corais que difere da proposta comum de coro em todo o mundo. “Aquele formato da grande maioria dos corais, identificado por um grupo de cantores estáticos, com vestes próprias e postura formal, já não é mais um traço cultural do Brasil”.  Magno esclarece ainda que o coro cênico é uma ideia em processo de elaboração. “Trata-se de uma definição em progresso, uma modalidade que arrisca conceituações destinadas a buscar fundamentos no estudo da evolução do coro, dos gregos aos nossos dias”, comenta.

O evento é uma iniciativa do Coro Cênico Bossa Nossa e da Secretaria Estadual de Cultura, através de edital do ProAC, com apoio da ONG Cineclube Cauim, Secretaria Municipal da Cultura, Teatro Municipal, Centro Cultural Palace, Toka Produtora de Áudio e Rádio USP.   Todas as atividades são gratuitas. A retirada de ingressos nos locais deve ser feita por interessados uma hora antes das atividades.

Atrações

O Coro Cênico Bossa Nova fará duas apresentações no encontro. A primeira é uma homenagem a Adoniran Barbosa com o espetáculo “Nóis ganha poco, mais nóis si diverti” no dia 8 de outubro, às 21h, além da esperada estreia do espetáculo “Se não for para me fazer voar bem alto nem tire meus pés do chão” no dia 9 de outubro, às 21h – uma produção da música popular brasileira que aponta um panorama das relações entre homem e mulher, especificamente no campo afetivo.

Criado em 1991, o Bossa Nossa reúne hoje oito cantores / atores para a encenação – que interpretarão músicas de Chico Buarque, Itamar Assumpção, João Bosco e Aldir Blanc, Pedro Luís e Carlos Rennó, Lupicínio Rodrigues, Lenine, Paulinho Moska, Francisco Alves e Nilton Barros, Dolores Duran, entre outros.

Também serão destaques as apresentações dos corais Astra (Jundiaí/SP), dia 10/10 – sábado e Canarinhos da Terra (Campinas/SP), 11/10 – domingo. Na segunda-feira, 12 de outubro, Dia da Criança, o VI Encontro trará para a cidade o espetáculo infantil “Circo de Latão” do grupo Último Tipo, de Goiânia (GO)

Agenda: 8 de outubro

21h – Apresentação Artística do Coro Cênico Bossa Nossa (Ribeirão Preto), espetáculo “Nóis ganha poco mais nóis si diverti” – Tributo a Adoniran Barbosa

9 de outubro

21h – Apresentação Artística do Coro Cênico Bossa Nossa (Ribeirão Preto/SP), com o novo espetáculo “Se não for para me fazer voar bem alto nem tire meus pés do chão”

10 de outubro

9h – Atividades de Formação – Aula Magna com o maestro Italiano Antônio Pantaneschi

21h – Apresentação Artística do Coral Astra (Jundiaí/SP), espetáculo “Música e cinema”

11 de outubro

9h – Atividades de Formação – Prática de Coro Cênico com Marcelo Peroni e Vastí Atique

19h – Apresentação Artística do Coral Canarinhos da Terra (Campinas/SP), espetáculo “Qual é?”

12 de outubro

16h – Apresentação Artística com o grupo Último Tipo (Goiânia/GO), espetáculo “Circo de latão”

Serviço

VI Encontro Brasileiro de Coro Cênico

Data: de 8 a 12 de outubro

Locais:

– Apresentações de coros cênicos: Teatro Municipal (Praça Alto do Morro do São Bento, s/ nº)

– Mostra Virtual: apresentação dos grupos brasileiros que enviarem seus trabalhos. Cineclube Cauim (Rua São Sebastião, 920). Todos os dias, das 16 às 19 horas.

– Atividades de formação: com a participação de todos os grupos e dos convidados. Centro Cultural Palace (Duque de Caxias esquina com Álvares Cabral)

Inscrições gratuitas e abertas a todos os interessados através do e-mail producaobossanossa@gmail.com

Fonte: Prefeitura de Ribeirão Preto
 
 
 Ribeirão Preto terá Semana do Empreendedor
Nessa segunda-feira (5), celebrou-se o Dia do Empreendedor. Para comemorar  a data, o Sebrae realiza a Semana do Empreendedor, com ações de orientação e capacitação para empresários de micro e pequenas empresas, além dos MEIs. A abertura do evento aconteceu no período da manhã.

A Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto, por meio da Sala do Microempreendedor Individual, é parceira da ação. A Semana do Empreendedor vai até o próximo sábado (10), com uma tenda instalada na Praça Carlos Gomes, com uma programação de oficinas, palestras e uma equipe mobilizada para dar orientações.

A semana começa com o “Movimento Compre do Pequeno Negócio”, lançado em agosto para estimular a sociedade a consumir produtos e serviços fornecidos por micro e pequenas empresas. A ação pretende usar a força dos pequenos negócios.

Fonte: Prefeitura de Ribeirão Preto
 
 
 Museu de Ribeirão Preto expõe fotos de 'cemitério' de alegorias de carnaval
Ensaio retrata a fragilidade das criações, feitas para 'brilhar' por 80 minutos.
Jornalista Gabriel Quintão registrou imagens na zona norte de São Paulo.

O Museu de Arte de Ribeirão Preto (Marp) expõe até o dia 1º de novembro o ensaio fotográfico “As Cinzas da Quarta”, do jornalista Gabriel Quintão. O trabalho mostra uma espécie de cemitério de carros alegóricos e fantasias, retratando a fragilidade das criações artísticas de carnaval. A entrada é gratuita.

As imagens foram registradas em 2013 e 2014, em um terreno público no bairro Vila Guilherme, na zona norte da capital paulista, usado pelas escolas de samba para descarte das criações. No ensaio é possível ver grandes alegorias, que fizeram a alegria dos foliões no sambódromo, apodrecendo em meio à sujeira.

“Eu sempre via um pedaço dessas alegorias por cima do muro desse terreno. Então, fiquei instigado em entrar para fotografar”, diz Quintão, destacando que a intenção do projeto é demonstrar o que resta do esforço dos carnavalescos, que passam o ano todo elaborando figurinos e carros alegóricos. "A ideia é fazer o lado B, mostrar o que ninguém vê”, completa.

Nascido em Araraquara (SP), Quintão é formado em jornalismo e, atualmente, trabalha em São Paulo. Os primeiros cliques feitos por ele aconteceram há nove anos. Tempos depois, estudou fotografia na Escola Panamericana de Artes e passou a se dedicar exclusivamente a essa arte.

Serviço - Exposição "As Cinzas da Quarta"
Quando: até 1º de novembro
Onde: Rua Barão do Amazonas, nº 323, Centro
Funcionamento: de terça a sexta-feira, das 9h às 18h, e aos sábados, domingos e feriados, das 12h às 18h
Informações: (16) 3635-2421 ou (16) 3491-0089
 
 
 Agências do INSS voltam a funcionar em Ribeirão Preto com 30% de peritos
Servidores retomaram atividades nesta quinta, mas médicos mantém greve.
Orientação é para que segurados confirmem agendamento das perícias.

Após uma greve de quase três meses, os funcionários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) voltaram a trabalhar normalmente nesta quinta-feira (1º) em Ribeirão Preto (SP). Nas duas agências da cidade, o movimento é tranquilo e não houve formação de filas do lado de fora dos prédios, na Avenida Coronel Quito Junqueira e na Rua Amador Bueno.

Apesar da retomada dos serviços administrativos, os médicos peritos do instituto continuam em greve. De acordo com o gerente executivo da regional de Ribeirão Preto, Rui Brunini Júnior, as 14 unidades da região mantém 30% do quadro de peritos prestando atendimento.

A orientação, segundo ele, é que os segurados que dependem de perícia liguem para o número 153 para verificar se há necessidade de reagendamento da consulta. "Estamos fazendo a remarcação antecipada das perícias quando sabemos que o perito não vai estar presente. Tomamos o cuidado de já deixar disponível a informação para evitar o deslocamento desnecessário do segurado", afirma.

Brunini também garantiu que os segurados terão o benefício garantido até a data agendada para a perícia. "Não vai haver cessação de benefício", diz.

A prioridade nos atendimentos, além de usuários que ainda aguardam por perícia, é para aqueles que tiveram problemas com a liberação de benefícios. "Estamos priorizando o atendimento das pessoas que tiveram os seus benefícios bloqueados. A entrega de procurações e diversos documentos foram prorrogadas até o dia 31 de outubro", afirma.

A greve
A greve dos servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) foi encerrada no dia 25 de setembro, após 78 dias de paralisação dos funcionários em todo o país. Os servidores aceitaram a proposta de aumento do governo de 10,8%. Uma parte será paga em agosto do ano que vem, e outra em janeiro de 2017.

No início da greve, os funcionários pediam reajuste salarial de 27,5%, a incorporação das gratificações, 30 horas de trabalho semanal para todos os funcionários, realização de concurso público e melhoria das condições de trabalho.
Segundo o sindicato que representa os funcionários, 15 milhões de pessoas deixaram de ser atendidas em todo o país durante a greve.

Peritos
Além dos funcionários administrativos, os médicos peritos do INSS também entraram em greve. A categoria deu início à paralisação no dia 4 de setembro. Entre as reivindicações da categoria, os médicos peritos pedem aumento de 27% e incorporação das 30 horas semanais.
Segundo a Associação Nacional dos Médicos Peritos em Previdência Social, ainda não há previsão de fim do movimento, tampouco qualquer negociação com o governo.

Fonte: http://g1.globo.com/
 
 
 Corte em calçada provoca vazamento de água potável em Ribeirão Preto, SP
‘Chafariz’ se formou enquanto empresa fazia reparo em linha de transmissão.
Daerp informou que equipe dará prioridade ao conserto do vazamento.

Um “chafariz” se formou em uma calçada e causou transtornos no Centro de Ribeirão Preto (SP) na tarde desta segunda-feira (28) depois que funcionários de uma empresa de telefonia cortaram o concreto para realizar um serviço na Rua Cerqueira César.

O vazamento de água potável, que ainda não tinha sido controlado até o início da noite, começou enquanto uma equipe da Vivo fazia um reparo em linhas de transmissão, de acordo com o Departamento de Água e Esgoto de Ribeirão Preto (Daerp).

A autarquia municipal informou ter enviado uma equipe ainda nesta segunda-feira e que daria prioridade ao conserto.
Em nota, a Telefônica Vivo lamentou o problema e informou estar acompanhando o caso para adotar todas as providências necessárias.

Transtorno
O empresário Robson Zioti disse que avisou os técnicos da empresa sobre a presença de tubulações sob a calçada antes que eles começassem a realizar os cortes, mas que não foi ouvido.

"Eu disse: vocês vão quebrar a calçada, têm vários canos aqui. Por favor, tomem cuidado. Mas não estão nem aí", afirmou o empresário.

Reclamando dos transtornos causados pelo vazamento, ele disse ter entrado em contato com a Prefeitura assim que o problema começou.

"Imagine um cidadão como eu, que falta água na minha casa, ter que enfrentar isso. Imagine um empresário, como eu,  ter que enfrentar isso aqui. Como uma pessoa vai passar aqui? Quando é um acidente a gente tem que entender. Mas foi avisado várias vezes."

Daerp
O Daerp confirmou ter enviado uma equipe ao local para consertar o encanamento com prioridade.

Vivo
Em nota, a Telefônica Vivo informou ter comunicadoo Daerp assim que soube do problema.

"A Telefônica Vivo lamenta o problema e informa que imediatamente acionou a companhia de abastecimento local e está acompanhando o caso para adotar todas as providências necessárias à normalização da situação", anunciou o departamento de comunicação da empresa.
 
 
 Banco do Povo de Ribeirão Preto é o 1º em volume de negócios no ranking do Estado
Em 2014, o Banco do Povo de Ribeirão Preto ficou em 1° lugar no ranking estadual, com a realização de 684 negociações efetuando o empréstimo de mais de R$ 4,44 milhões. É o sexto ano consecutivo que a unidade de Ribeirão aparece entre as três primeiras do ranking.

O Banco do Povo tem o objetivo de garantir mais oportunidades de negócios, de fomentar o desenvolvimento socioeconômico, e permitir que os empreendedores formais e informais conquistem, cada vez mais, espaço no mercado e por isso oferece uma linha de crédito com a menor taxa de juros do país, 0,35% ao mês.

Atualmente, 535 cidades paulistas são parceiras do programa Banco do Povo Paulista. Este ano, a unidade do município realizou um volume de empréstimo 62% maior do que as unidades segunda e terceira colocadas, a saber: Franca, que emprestou quase R$ 2,75 milhões, e Sorocaba com empréstimo de cerca de R$ 2,4 milhões, respectivamente.

Para o secretário da Casa Civil, Layr Luchesi Junior, este resultado é significativo e mostra que os ribeirão-pretanos são empreendedores e estão buscando alternativas para a geração de emprego e renda. “Esses empreendedores estimulam nossa economia e mostra a força da nossa cidade, principalmente nos setores de comércio e serviços”, afirmou Luchesi.

Sandra Kioko Takahashi, representante executiva da Prefeitura e Banco do Povo no Poupatempo, explica que a cada ano a procura é maior e esclarece que os empréstimos  também são destinados a cooperativas ou formas associativas de produção ou trabalho.

Exigências aos candidatos  – Desenvolver atividade produtiva (formal ou informal) há mais de seis meses; residir há mais de dois anos no município e ter endereço fixo; ter nome limpo no Cadin, Scpc e Serasa; ter o total de vendas de até R$ 240 mil nos últimos 12 meses; tomador maior de idade ou emancipado legalmente; e alienação fiduciária dos bens financiados.

Além dos microempreendedores, o Banco também disponibiliza linhas de créditos especiais destinadas a mutuários da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) que desejam reformar ou ampliar o imóvel, a motofretistas que precisam se adequar à nova regulamentação do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), e a taxistas que queiram investir na profissão e produtores rurais.

 
 
 Novo Mercadão da Cidade
Uma nova proposta de centro de compras, lazer e gastronomia.
 
 
 Iguatemi Shopping
Somos uma das principais empresas full-service de shopping centers do país, em termos de ABL, e os detentores da marca mais reconhecida do setor (a “Iguatemi”), de acordo com estudos da BrandAnalytics entre os anos de 2008 a 2012. Possuímos participações em 16 shopping centers e um outlet (dos quais 15 shopping centers e um outlet está sobre nossa administração) e 3 torres comerciais, que totalizam aproximadamente 613 mil metros quadrados de ABL Total. Nossos shoppings estão voltados para o público de classes “A” e “B” e estão inseridos nos centros comerciais mais desenvolvidos do Brasil (regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste), em localizações privilegiadas nas principais cidades do país. Atuamos também no desenvolvimento de projetos multiuso, no entorno dos shopping centers, a fim de capturar as sinergias entre os shopping centers e tais empreendimentos.

Nossos principais shopping centers, Iguatemi São Paulo, JK Iguatemi e Iguatemi Porto Alegre, estão entre os dez maiores aluguéis por metro quadrado do Brasil, entre os concorrentes com capital aberto, sendo que o Iguatemi São Paulo possui o aluguel por metro quadrado mais elevado da América Latina, segundo dados da Cushman & Wakefield em 2012 e dados de companhias abertas do setor. Nossa carteira de shopping centers e a consistência dos serviços que prestamos aos nossos lojistas e consumidores nos permitiram criar a marca de shopping centers mais reconhecidas do Brasil, pelo 7° ano consecutivo foi eleita entre as 50 marcas mais valiosas e no ano de 2014 está na 22ª posição segundo pesquisa realizada pela BrandAnalytics.

A Companhia é a empresa do Grupo Jereissati para o segmento de shopping centers, grupo esse que segundo o Anuário do Jornal Valor Econômico, está entre as 500 maiores empresas da América Latina, em termos de receita bruta. O Grupo Jereissati iniciou suas atividades na área têxtil e, posteriormente, diversificou seus investimentos, passando a atuar no ramo imobiliário e na metalurgia. Atualmente, o Grupo Jereissati, por meio de sua holding Jereissati Participações, atua nas áreas de telecomunicações, serviços e alimentos, o que tem possibilitado à Iguatemi estabelecer um extenso leque de parceiros em seus negócios.
 
 
 Sustentabilidade
Sustentabilidade é um conceito sistêmico relacionado com a continuidade dos aspectos econômicos, sociais, culturais e ambientais da sociedade humana.
   
Propõe-se ser um meio de configurar a civilização e as atividades humanas de tal forma que a sociedade, os seus membros e as suas economias possam preencher suas necessidades e expressar o seu maior potencial e, ao mesmo tempo, preservar a biodiversidade e os ecossistemas naturais, planejando e agindo de forma a atingir pró-eficiência na manutenção indefinida desses ideais.
 
 
 Banco do Povo
 O Banco do Povo é um Programa de Crédito Produtivo Popular, desenvolvido por meio da parceria entre Prefeitura de Ribeirão Preto, gerenciado através da Coderp, e o Governo do Estado de São Paulo.

O Banco do Povo facilita o acesso ao crédito aos empreendedores de pequenos negócios, formais ou informais, para contribuir na geração de emprego e renda do município.

Através da atuação dos agentes de crédito as informações e necessidades dos clientes são coletadas e encaminhadas para um Comitê de Crédito operacional que deverá ou não aprovar as solicitações, de acordo com critérios técnicos.

 
Para quem se destina o crédito?

Pequenas empresas e pessoas físicas que trabalhem por conta própria podem solicitar o empréstimo ao Banco do Povo, assim como cooperativas e outras formas de associações de produção que sejam legalmente constituídas.

 
Exigências

- Produzir no município há mais de 6 meses com firma aberta ou não;
- Possuir endereço fixo ou possuir negócio há mais de dois anos no município;
- Estar em dia nº Serviço de Proteção ao Crédito (SCPC), SERASA e CADIN;
- Ter total de vendas até R$ 360.000,00 nos últimos 12 meses.


Localização

O Banco do Povo de Ribeirão Preto está localizado no Poupatempo, na Avenida Presidente Kennedy, 1500, Novo Shopping.
 
 
 Portfolio de Serviços e Soluções
Call Center

Responsável pela cobrança da Dívida Ativa de Ribeirão Preto, o Call Center faz parte de um projeto criado pela Prefeitura de Ribeirão Preto com objetivo de criar um canal de relacionamento direto com os munícipes.

Tem como finalidade modificar o conceito dos contribuintes sobre inadimplência dos tributos municipais e, através desta ação, alavancar a receita do município e controlar a inadimplência.



Central de Monitoramento

Após constatar a necessidade  da ampliação e modernização das câmeras de segurança da cidade de Ribeirao Preto, foi criada a Central de Monitoramento.

Contamos com profissionais treinados que monitoram durante 24 horas as câmeras do Projeto Olhos de Águia 2, espalhadas pela cidade. Um guarda civil municipal fica em contato da central direto com a guarda civil apontado as ocorrências, criando agilidade no processo de combate a furtos, crimes e outros acidentes.



Desenvolvimento de Sistemas

No mundo corporativo, o desenvolvimento de sistemas que agilizem a execução dos processos organizacionais e concomitantemente facilite a vida dos usuários, é de extrema importância.

Um Sistema bem construído pode alcançar um fluxo mais organizado, confiável e ágil das informações.

A qualidade no fluxo das informações contribuem para que o Gestor Público possa tomar decisões, de forma rápida, consistente e confiável.



Fábrica de Software

Os projetos são executados com metodologia própria e os sistemas desenvolvidos utilizam recursos modernos da tecnologia Web: geração de relatórios PDF, controle biométrico, armazenamento de fotos on-line e documentos.

Hoje disponibilizamos cerca de 90 sistemas, inclusive a criação de portal, como pode ser visto em mais detalhes no portfolio.

Outro ponto importante é o fato que os softwares utilizados para o desenvolvimento não precisam de licença, e o manual de ajuda está disponível para consulta on-line, garantindo a comodidade e facilidade para o usuário.



GED

O Setor de GED (Gerenciamento Eletrônico de Documentos) tem como objetivo implantar a tecnologia para secretarias, autarquias e empresas particulares.

Desde que foi criado o serviço na Coderp, já foram indexados e disponibilizados para consulta 4.229.078 imagens.

Todas as imagens captadas são disponibilizadas via internet ou gravadas em mídia quando for contratado.



Imprensa Oficial

Impressão de formulários, carnês, boletos, contas, holerites, correspondências, em impressoras a laser. Envelopamento e desenvolvimento de “lay-out” de formulários. 

Edição e impressão de Diários Oficiais dos Municípios.

Comercialização de assinatura e de espaço nas edições do Diário Oficial da Prefeitura de Ribeirão Preto.



Infraestrutura e Suporte

O modelo da Coderp é baseado em “Soluções”, conceito que proporciona a integração de todos os recursos necessários para atender a uma determinada demanda do cliente, tais como: software, equipamentos, serviços de instalação, suporte, treinamento, consultoria e mão-de-obra especializada.

Oferecemos uma gama completa de recursos projetados para melhorar a qualidade e aumentar o retorno sobre os investimentos em TI.

Dentre os vários serviços oferecidos, destacamos nosso Data

Center com avançada estrutura, service desk, administração e implantação de redes, análise e gerenciamento estrutural técnico de comunicação de acesso a internet via rádio e fibra óptica.



Microfilmagem

Para possibilitar consultas em  documentos arquivados e que possuem um uso frequente, a Coderp implantou há mais de 30 anos os serviços de  microfilmagem analógica em três modalidades.

A única mídia legal considerada pelos organismos normativos internacionais que oferece aos documentos a maior segurança possível e durabilidade, a microfilmagem é um processo de transformação do documento papel em fotografias, armazenados em rolos de filmes, com diâmetro próximo de 10 cm.



SAM

Serviço de Atendimento ao Munícipe é o canal de comunicação entre a população e a Prefeitura, responsável pelo atendimento de solicitações, sugestões e esclarecimento de dúvidas relacionadas às secretarias e autarquias municipais. Com um canal direto, o SAM atende pelo fone 156, de segunda a sexta-feira das 7h às 19h.
 
 
 Ribeirão Digital - Internet Gratuita (Wi Fi)
 A Prefeitura da Cidade de Ribeirão Preto em parceria com a CODERP oferecem o projeto "Ribeirão Digital", fornecendo internet gratuita e ilimitada à população em vários pontos da cidade

Em nossa cidade, o futuro está bem mais perto de você.

Para poder utilizar a Conexão Internet Gratuita, oferecida pela Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto, o cidadão deve possuir um aparelho que permita a conexão às Redes Wireless (como por exemplo, Notebook, Tablet ou Celulares com Wi-Fi). 
Para ter acesso a Rede do Ribeirão Digital, o cidadão deverá seguir os seguintes passos:

Se cadastrar junto ao portal da Rede “Ribeirão Digital” preenchendo um formulário on-line. Este cadastro pode ser feito de maneira prévia através do link https://ribeiraodigital.coderp.com.br ou caso a pessoa não possua conexão com a internet, se dirigir até um dos locais descritos abaixo e se conectar na rede wireless denominada de “RIBEIRAODIGITAL_XXX” onde este XXX faz referencia ao local onde a pessoa esta conectada, como por exemplo, “RIBEIRAODIGITAL_CODERP”, que é o nome que ira aparecer para quem for utilizar o sinal propagado na recepção do prédio da Coderp.

Uma vez feito o cadastro, o usuário deverá validá-lo clicando no link que foi enviado para ele no e-mail informado durante o cadastro. Esta validação tem que ser feita em no máximo 48 horas após o cadastramento, caso contrário o cadastro será cancelado automaticamente pelo sistema.

Após o cadastro o cidadão poderá acessar a internet em qualquer um dos pontos disponíveis.

 
Onde Encontrar:  


- Administração Regional Campos Elíseos

- Bosque/Zoológico Municipal “Dr. Fábio Barreto”  
- Câmara Municipal

- Cava do Bosque    
- Centro Popular Compras

- Coderp - Recepção  
- COHAB - Companhia Habitacional Regional  
- Fortec
- Infraestrutura  
- IPM  
- Justiça Eleitoral

- Mercado Municipal  
- Palácio Municipal  
 
- Praça 7 de setembro  
- Praça Barão do Rio Branco  
- Praça Coração de Maria  
 
- Praça da Bandeira  
 
- Praça dos Expedicionários  
- Praça Matheus Nader Nemer
- Praça Pedro Biagi  
- Praça Rita Santos Jucatelli
 
- Praça Romulo Morandi  
 
- Praça XV Novembro
 
- Secretaria da Cultura

- Secretaria de Educação
- Secretaria da Educação - Almoxarifado

- Secretaria da Fazenda

- Secretaria de Planejamento

- Terminal Rodoviário  
- Studio Kaiser

 
Nos Parques Municipais “Prefeito Luiz Roberto Jábali” (Curupira) e “Dr. Luis Carlos Raya” existe acesso gratuito a internet, oferecido pela Prefeitura de Ribeirão Preto, no entanto ainda não estão integrados à Rede de Autenticação do Projeto “Ribeirão Digital”. Nestes locais o usuário e senha são alterados diariamente e são informados por funcionários dos locais para todos que desejaram acessar a internet.

Parques:

- Parque Prefeito Luiz Roberto Jábali "Curupira" 

- Parque Municipal Dr. Luiz Carlos Raya 

- Parque Maurilio Biagi
 
 
 Shopping Santa Úrsula
O Shopping Santa Úrsula conta com localização privilegiada, no bairro Higienópolis, no coração de Ribeirão Preto. Suas características únicas, que se destacam pela facilidade de acesso e pela relação afetiva estabelecida com a comunidade, fazem do empreendimento um local repleto de charme, familiaridade e sofisticação.

O Santa Úrsula combina luxo e simplicidade e harmoniza espaços com conforto. Com um diferenciado mix de lojas, o centro de compras alia entretenimento, gastronomia e uma variedade de estilos, gostos e preços.

Com um fluxo estimado de 8 milhões de pessoas ao ano, o Shopping Santa Úrsula possui lojas exclusivas e diferenciadas, alameda de serviços, Praça de Alimentação com opções variadas, além dos restaurantes Pinguim Grill e Mousse Cake.

A fácil localização do empreendimento atrai milhares de moradores e frequentadores da área central da cidade todos os dias, além dos moradores das cidades vizinhas, que vêm a Ribeirão para fazer compras aos fins de semana.

Além de lojas de moda, calçados e bolsas, livraria, eletrônicos, utilidades e decoração, o empreendimento possui cinco salas de cinema, e três salas 3D, fraldário, salão de beleza, pet shop, spa urbano, academia de ginástica, entre outros. Essa combinação de consumo e conveniência e praticidade reforça o que o Shopping Santa Úrsula tem de mais especial: o envolvimento com você.
 
 
 Novo Shopping
Em 11 de novembro de 1999, Ribeirão Preto ganhou um dos mais modernos e completos centro de compras, prestação de serviços e lazer da região, o Novo Shopping, um empreendimento que nasceu para oferecer inúmeras opções de serviços e entretenimento para pessoas de toda a região.
Todos os meses, o Novo Shopping atrai, aproximadamente, 1,8 milhão de pessoas, que encontram no mesmo local um mix de mais de 270 lojas de roupas, sapatos, acessórios, brinquedos, alimentos e móveis, passando por lazer e beleza.

Ao longo da última década, o Novo Shopping construiu seu sucesso e conquistou espaço na lembrança da população, pois, ano a ano, as principais âncoras do país se instalaram nos seus corredores.

Só no segmento varejista de móveis, eletrodomésticos, eletroeletrônicos e cama, mesa e banho, o empreendimento comporta as maiores e mais conhecidas redes, como Casas Bahia, Fast Shop, Leroy Merlin, Lojas Americanas, Magazine Luiza, Pernambucanas, Ponto Frio, entre outras importantes marcas.

Além das grandes cadeias brasileiras, o mall ainda conta com o Interlar, um ambiente totalmente voltado para lojas de móveis e decoração, composto por 17 estabelecimentos dedicados a artigos dos estilos clássico, moderno, contemporâneo e rústico.

Também fazem parte do composto de redes do Novo Shopping, a C&A, a Lojas Marisa, a Renner e a Riachuelo, que dividem espaço com conhecidas marcas de moda unissex locais e nacionais. Já no segmento esportivo, estão presentes as lojas Centauro, All Sport Di Gaspi e a francesa Decathlon, com inúmeros artigos para os apaixonados por esporte e competição.

A maior rede de supermercados do mundo também se encontra no centro de compras. Desde 1997, o Wal-Mart recebe clientes que aproveitam o passeio no mall para também abastecer suas despensas. Em 2010, o Sam’s Club, bandeira do Wal-Mart, chegou ao centro comercial, oferecendo um serviço inédito na cidade, o clube de vantagens.

A Praça de Alimentação é um atrativo à parte do Novo Shopping. O espaço abriga inúmeras empresas que oferecem refeições a la carte, self-service e também fast-food. São conhecidas marcas nacionais e internacionais, que abrangem a culinária árabe, chinesa, japonesa, italiana, pratos light, com frutos do mar, lanches e salgados. Além dos restaurantes, os clientes também encontram cafeterias, docerias, quiosques com diversas delicatesses e choperias.

Opções para presentes não faltam no mall. Para quem busca cultura, a Saraiva Mega Store disponibiliza um catálogo repleto de livros, filmes, CDs e revistas. Já a Francói oferece os melhores utensílios para decoração de todos os ambientes da casa. E, para as crianças, a B Mart possui brinquedos infantis para todas as idades, que vão de jogos educativos, bichos de pelúcia a jogos eletrônicos.

O Novo Shopping também é conhecido por estimular o desenvolvimento da consciência cultural da região. Ao longo dos seus corredores e na praça central, é possível encontrar exposições de artes plásticas, artesanato, fotografia, desenhos, e muitos outros objetos artísticos produzidos por cidadãos locais. A Feira de Artes e Antiguidades, por exemplo, tem espaço mensal garantido para a compra, venda e troca de artigos raros.

No Novo Shopping, o cliente tem acesso a um grande leque de serviços, como, por exemplo, hospedagem no Hotel Sleep Inn, da rede Atlantica Hotels; abastecimento nos postos de gasolina BR I e BR II; diversão para crianças e adolescentes no Parks & Games e no Coney Island Park, conhecido como "Parque do Gorilão"; recentes lançamentos em filmes nas salas do Cinemark; atendimento para animais domésticos no Bicho Sem Grilos; agilidade para resolver questões do dia a dia no Poupatempo; serviços financeiros nos diversos bancos e caixas eletrônicos; esporte e saúde na Wellness Sport Club; aulas de culinária na Central de Curso; um fraldário para atender mães com seus bebês; e até um helicentro, primeiro estabelecimento instalado em shopping center com completa infraestrutura para pousos e decolagens, abastecimento e manutenção de helicópteros.

Compras, cultura, lazer e negócios. O cliente encontra tudo isso no Novo Shopping. São mais de dez anos de sucesso e crescimento, comemorados cada vez mais com a chegada de lojas que agregam valor ao centro comercial. O Novo Shopping é, sem dúvida, o mais completo da cidade e região.
 
 
 Ribeirão Shopping
Moda, lazer e gastronomia em um só lugar 

“Só existe um lugar, onde tudo se transforma, onde o mundo ganha mais cor e o sonho ganha forma.” Assim começa a letra do jingle do RibeirãoShopping, centro de compras que em 5 de maio de 1981 iniciou suas atividades. Nestas mais de três décadas, o empreendimento se transformou em referência sobre moda, lazer e gastronomia para seus mais de 12,5 milhões de frequentadores anuais, trabalhando sempre para dar mais cor à vida de muitas pessoas e transformando sonhos em realidade.

Esses trinta anos de muitas atividades foram marcados por uma trajetória pioneira que tem influenciado algumas das mais importantes transformações econômicas, sociais, culturais e urbanísticas pelas quais passaram Ribeirão Preto e região.

Ao abrir suas portas para a população, o primeiro shopping center de Ribeirão Preto e um dos primeiros empreendimentos do gênero no Brasil, abriu também um enorme leque de oportunidades de desenvolvimento econômico para a região. Atualmente, gera mais de 5 mil empregos incluindo funcionários de lojas, da administração e que atuam na operação do shopping. Em 2012, suas lojas concretizaram mais de R$ 576,3 milhões em vendas em produtos e serviços.
 
 
 Missão
"Oferecer serviços de tecnologia da informação e comunicação com modernidade, sustentabilidade e eficiência, estimulando e fortalecendo o desenvolvimento econômico e qualidade de vida do município de Ribeirão Preto e região.”

Ao fornecer soluções tecnológicas, a CODERP inclui, também, a capacidade de integrar e inovar proporcionando ao mercado maior customização dos serviços além de agilidade no atendimento das necessidades e expectativas da comunidade.
 
 
 PMRP Poupatempo - Serviços
O Posto Avançado de Atendimento da Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto, administrado pela Coderp, compõe as seguintes Secretarias e Autarquias:Secretaria da Administração – Protocolo, Secretaria da Infra – Estrutura, Daerp, COHAB, Secretaria da Fazenda, Secretaria da Saúde, Transerp – Jarí, Junta Militar, Coderp – Triagem, além dos convênios com a ACIRP / SCPC, Prourbano e uma unidade do Banco do Povo Paulista.

Confira abaixo a relação dos serviços municipais disponíveis no Posto Avançado de Atendimento de Ribeirão Preto e quais os pré-requisitos para atendimento como documentos necessários, taxas e outras informações acesse: Posto Poupatempo Ribeirão Preto. 

http://www.poupatempo.sp.gov.br/posto_ribeirao/index.asp
 
 
 Prefeitura no Poupatempo
 A Coderp gerencia e desenvolve estratégias de atuação para o Posto Avançado de Atendimento da Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto, instalado no Poupatempo.

Implantado através de convenio firmado entre a Prefeitura e Governo do Estado de São Paulo (lei municipal 9.963 de 25/11/03 e Portaria 1.681 de 06/07/05, e a de nº 682 de 02/03/05), o Poupatempo tem como objetivo reunir num mesmo local  vários órgãos prestadores de serviços públicos, entidades da sociedade civil e empresas prestadoras de serviços de natureza pública, facilitando a vida do cidadão.

Estabelecer um novo paradigma no serviço público, no que diz respeito ao padrão de atendimento ao cidadão, oferecendo serviços públicos com eficiência, qualidade e rapidez, é a meta da prestação deste serviço. 

Posto Avançado de Atendimento de Ribeirão Preto atende de segunda a sexta-feira, das 9h às 19h e aos sábados, das 9h às 15h. O atendimento pode ser realizado também pelo Disk Poupatempo no telefone 0800 772 36 33.
 
 
 PMRP Poupatempo - Localização
 O Posto Avançado de Atendimento de Ribeirão Preto está localizado na sede do Poupatempo, na Avenida Presidente Kennedy, 1500, Novo Shopping. 
 
 
 Programa É Prá Já
 O ônibus itinerante “É Pra Já” é um programa itinerante, criado em março de 2012  para  circular pelos bairros de Ribeirão Preto. Os profissionais envolvidos no atendimento ao público estão disponíveis para emitir cartão do SUS, 2ª via de boleto da Cohab, processos, 2ª via e certidões do Daerp, consultas, comunicado de perda e roubo de documentos do SCPC, abertura de empresa para microempreendedor individual, informar pontuação de multas, recursos de multas da Transerp, linhas de crédito do Banco do Povo, IPTU, ISS, protocolo municipal, alistamento militar, Carteira de Trabalho. Cursos Pronatec, Programa Casa Paulista, Triagem do Procon, entre outros.

Recentemente, o Projeto “É Pra Já” conta com alguns serviços da CPFL tais como:

• Solicitação de Alteração de Carga – Baixa Tensão,
• Solicitação de Alteração de endereço para entrega de conta,
• Consulta de débitos,
• Consulta de S.A / Protocolo/ Atividade/ Nota de Serviço,
• Solicitação de Correção de Nome,
• Solicitação de Desligamento de Instalação,
• Emissão de 2ª via de conta,
• Solicitação de Ligação Nova – Baixa Tensão,
• Localizar Instalação,
• Solicitação de Reforma de Padrão (sem alteração de fornecimento),
• Solicitação de Religação e Corte por Falta de Pagamento (Normal e Urgente),
• Solicitação de Reparos de Iluminação Pública,
• Solicitação de Serviços não estruturados,
• Solicitação de Transferência de Nome.
Iniciativa do atual governo, o programa descentraliza o atendimento, garantindo facilidade e rapidez em mais de 200 variados serviços públicos, além de participar de eventos comemorativos.

O funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 9h às 17 h.
 
 
 Ribeirão Rodeo Music
Realizado desde 2005, o Ribeirão Rodeo Music está entre os principais eventos do gênero no país.

Promovido sempre no segundo trimestre do ano, reúne rodeio de elite, com uma etapa oficial do Circuito Brahma de Rodeio, cujo campeão garante uma vaga para a final do maior rodeio da América Latina, de Barretos.

Música

Com a realização de grandes shows que incluem os maiores sucessos sertanejos durante as noites do evento, resgata também a verdadeira tradição sertaneja através de atrações como violeiros, grupos de catira, espaço raiz, berranteiros, cavalgada e queima do alho.

Após o show, o público encontra diversão ainda em tendas temáticas, boates e na Praça de alimentação.
 
 
 Exposição Nacional do Cavalo Árabe
No Parque Permanente de Exposições acontece anualmente o maior evento da raça no Hemisfério Sul e um dos mais importantes eventos do cavalo Árabe no cenário mundial, organizado e promovido pela Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA). 

A mostra reúne cerca de 800 animais de criadores de todo o País, além de estrangeiros de diferentes nacionalidades que participam também como animais em pista. 

Responsável pela formação da maioria das raças eqüinas contemporâneas, o Árabe é criado em praticamente todos os países do mundo. Versátil, belo e dono de uma movimentação exuberante, o Árabe é o mais antigo cavalo de sela do mundo. 

Os cavalos produzidos no Brasil conquistaram status de excelência por suas qualidades genética e funcional e é um dos mais cobiçados do mercado internacional. A Exposição Nacional é a “vitrine” deste trabalho que vem sendo desenvolvido desde os anos 30 do século passado. 
 
 
 Feitrans - Feira de Negócios, Tecnologia e Logística do Transporte
 A Feitrans, realizada no Parque Permanente de Exposições, é uma excelente oportunidade para negócios, com o objetivo de proporcionar aos profissionais da área maior proximidade com novas tecnologias, uma integração de informações, reciclagem profissional, contato com os mais recentes lançamentos da indústria e uma grande perspectiva de ampliar seus negócios. 

 
 
 Companhia de Desenvolvimento Econômico de Ribeirão Preto

 A Coderp (Companhia de Desenvolvimento Econômico de Ribeirão Preto) é uma empresa de economia mista, cujo principal acionista é a Prefeitura Municipal da cidade de Ribeirão Preto.

A empresa foi criada em 1972, e traz inovações em sistemas de informação, tecnologia de comunicação e soluções ao município; porém, sua atuação não se restringe à área tecnológica, cabendo-lhe também a gestão e administração do Cemitério Bom Pastor, Mercado Municipal, Parque de Exposições, PMRP no Poupatempo, Banco do Povo e Ônibus É Pra Já.

 
 
 Carnabeirão
 O Carnabeirão é a maior micareta do estado de São Paulo e está entre as cinco maiores do país.

Realizado no Parque Permanente de Exposições, o evento recebe durante três dias milhares de micareteiros de todo país que assistem aos shows dos maiores artistas do axé na atualidade.

No Parque, é montado um circuito exclusivo de 2,4 quilômetros para ser percorrido pelos trios elétricos, que são seguidos pelos foliões, vestidos a caráter com abadás de seus blocos. Além disso, o evento também conta com a Praça da Alegria e o setor de Camarotes.

Por sua grande projeção nacional, o Carnabeirão atrai turistas e oportunidades de negócios, aquecendo a economia local e regional.
 
 
 Praça Alto do São Bento
 A Praça Alto do São Bento, fica no ponto mais alto da cidade, localizada a 518 metros de altitude. No centro da praça, com face voltada para a região central de Ribeirão Preto, está a escultura de bronze do Sagrado Coração de Jesus, idealizado pelo Monge Beneditino D. Casimiro Mazetti, e inaugurada em 1952. A estátua tem 10 metros e, contada da base de granito, soma-se 20 metros de altura total.
 
 
 2001 - 2010
2005

– É assinado o convênio entre a Coderp, Poupa Tempo e Banco do Povo. 
- A Coderp passa a ser responsável pela limpeza e manutenção dos parques “Luis Roberto Jábali” e “Luís Carlos Raya”.



2009

– Implantação do projeto “Ribeirão Digital” – Fibra ótica. 
- A Coderp trabalha na modernização dos equipamentos do Palácio Municipal. 
- Implantação de rede Wirelles em diversos locais públicos, tais como Parque Roberto Jábali (Curupira), Parque Raya, praça XV de novembro, 7 de setembro, Catedral e algumas praças da periferia de Ribeirão Preto. 
- É implantada fibra óptica para interligar a Coderp ao Mercado Municipal, através do acesso à Internet via Wireless para todos os Boxes.
- Implantação do GED - Gerenciamento Eletrônico de Documentos.



2010 - Mudança de Prédio

- O Centro Administrativo da Companhia de Desenvolvimento de Ribeirão Preto – Coderp – inaugura a nova sede localizada na Rua Saldanha Marinho 834.
 
 
 1972 - 1980
1972

– É criada a primeira sociedade de economia mista da região nordeste do Estado de São Paulo – Coderp - Companhia de Desenvolvimento Econômico de Ribeirão Preto. 
- Neste mesmo ano, a Companhia investe em serviços que não existiam na região. São projetados serviços de processamento de dados, microfilmagem e gráfica, com o objetivo inicial de imprimir e administrar o Diário Oficial do município, e a Coderp passa a disponibilizar, aos órgãos públicos e entidades privadas, assessoria técnica em informática. 
- A Coderp recebe a incumbência de projetar, construir e administrar um cemitério. Para elaborar o projeto, a equipe do Departamento Técnico visita vários cemitérios, entre eles o “Morumbi”, “Gethsemoni”, “Alvorada”, as unidades de Campinas e Piracicaba.



1973

– O Ministro do Planejamento e Coordenação Geral afirma que Ribeirão Preto é um dos pólos de melhor perspectiva de descentralização de atividades industriais do interior de São Paulo.

- O Presidente Emílio Médici autoriza destacar parte da verba do Fundo Social dos Planos Nacionais de Desenvolvimento para capacitar e instalar a Coderp. É investido cerca de CR$ 1 milhão (cruzeiros) na Companhia. 
- O Departamento de Planejamento e Engenharia cria a sistemática para o desenvolvimento do município e implantação do Distrito Industrial. 
- É realizado o levantamento econômico do município. Neste período, a prioridade da Coderp está no desenvolvimento agrícola, industrial e comercial. 
- Para atender as necessidades não só da Companhia como também das futuras empresas instaladas no Distrito Industrial, a Coderp passa a oferecer serviços de programação, computação, microfilmagem e gráfica (off-set). 
- É implantado o Departamento de Processamento de Dados da Coderp. 
- As obras do cemitério Bom Pastor são executadas.



1975

– Iniciam as obras do “Parque Presidente Emílio Garrastazu Médici”, atual Parque Permanente de Exposições.



1976

– Em 27 de maio as obras do “Parque Presidente Emílio Garrastazu Médici” são entregues. 
– Reforma do salão térreo do prédio situado na Rua Álvares Cabral, 629 para instalar o novo Centro de Processamento de Dados. 
- O departamento de microfilmagem começa a funcionar. 
- Implanta-se o sistema da folha de pagamento da prefeitura feito através do computador.



1977

- O conselho administrativo da CODERP propõe a organização de uma exposição agropecuária no Parque Permanente de Exposição por ser a única área coberta da cidade que comportaria a implantação e desenvolvimento regional de uma exposição de âmbito nacional. 
- É realizada a primeira edição da Feapam - Feira Agropecuária da Alta Mogiana - no Parque Permanente de Exposições.
 
 
 1981-1990
1981

– A CODERP apresenta um projeto a SEI – Secretaria Especial de Informática – para instalação de equipamento para suprir as necessidades das Secretarias municipais.



1982

– O projeto da CODERP apresentado a SEI – Secretaria Especial de Informática – é aprovado e um novo equipamento é instalado – o IBM 4341 – que permite a implantação de terminais em diversos órgãos públicos. Esta nova máquina permite a agilidade e economia no Daerp – Departamento de Água e Esgoto, COHAB – Companhia Habitacional, ACI – Associação Comercial e Industrial, Dursarp – Departamento de Urbanização e Saneamento e Transerp – Transportes Urbanos de Ribeirão Preto. 
– É instalado um equipamento IBM / 370, modelo 135 na Secretaria da Fazenda de Ribeirão Preto para implantação de terminais de vídeo para consulta dos usuários.



1984

– Construção da “Casa do Criador” no Parque Permanente de Exposição.



1989

– É realizado o desfile das escolas de samba de Ribeirão Preto “Carnaval do Coração”, na passarela do Samba, sob a administração da Coderp.
 
 
 Teatro Municipal
 O TEATRO MUNICIPAL inaugurado em 1969 com linhas modernas, tem capacidade para 515 pessoas. O estacionamento fica localizado ao lado do teatro e tem capacidade de aproximadamente 40 carros. Por ser um lugar arborizado e amplo, é usado também para eventos culturais.

Praça Alto do São Bento s/nº
CEP: 14085-450 - Ribeirão Preto
Fone: (16) 3625-6841
 
 
 Teatro Pedro II
História

Memória - Durante cinco décadas, o Pedro II foi a principal referência cultural de Ribeirão Preto. Foi o centro de acontecimentos políticos e sociais, recebendo grandes companhias teatrais e operísticas do exterior.

Veja os Wallpapers do Theatro Pedro IICinema - Na década de 1960, o prédio passou por reforma que o descaracterizou. Vários elementos decorativos foram destruídos, a plateia foi reduzida e placas de madeira encobriram camarotes, frisas e galerias laterais para transformá-lo em cinema.

Os sinais da decadência na década de 1960 levaram o Pedro II a mudar de proprietários. A Companhia Cervejaria Antarctica adquiriu a Companhia Cervejaria Paulista, antiga proprietária.

“Caverna do Diabo” - Entre as décadas de 1950 e 70, o subsolo do teatro foi transformado em salão de bailes de carnaval. Fora do período carnavalesco, era transformado em sala de jogos. O local ficou conhecido como “Caverna do Diabo”.

Tombamento - Artistas, intelectuais, cidadãos e políticos realizaram campanhas pela preservação do prédio e pelo resgate de sua função cultural. No dia 7 de maio de 1982, os defensores conseguiram uma vitória: o prédio foi tombado pelo Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico Artístico, Arqueológico e Turístico do Estado de São Paulo).

Restauração - Em maio de 1991 teve início a primeira etapa de restauração e modernização do teatro. Em janeiro de 1993 começou a segunda etapa. Um concerto de música erudita em abril de 1994 arrecadou US$ 10 mil para a recuperação. Em 1996, o Theatro Pedro II foi reinaugurado.

O incêndio - Em 15 de julho de 1980 o Theatro Pedro II viveu sua tragédia com o incêndio que destruiu a cobertura, o forro do palco e grande parte do interior. O fogo comprometeu a estrutura.

Reconstrução - A reforma durou cinco anos. O restauro das características arquitetônicas originais recuperaram o Pedro II e ampliaram suas funções, transformando-o no segundo maior teatro de ópera do país em capacidade de público. O Pedro II fica atrás apenas do Teatro Municipal de São Paulo.

A reforma - Na fase de reforma, a cúpula metálica da plateia principal foi reconstruída e a caixa cênica rebaixada em seis metros. Foi criado um subsolo com mais dois níveis: espaços para serviços de apoio artístico, oficina de cenário, carpintaria e almoxarifado técnico.

Auditório Meira Junior - O prédio possui um teatro de câmara no subsolo com capacidade para 200 pessoas. O Teatro Meira Júnior tem porte para espetáculos ou palestras.

Sala de balé - O quarto pavimento foi adaptado para abrigar uma sala com infraestrutura para ensaios.

Modernização - As obras ofereceram novos recursos ao teatro, como mecânica cênica e infraestrutura de serviços, como elevadores especiais, painéis acústicos, sistema computadorizado de iluminação e de climatização, camarins e mecanismos de combate a incêndio.

Cúpula - O projeto da cúpula foi assinado por Tomie Ohtake. Para cobri-la foram feitas duas cúpulas de gesso estrutural, uma delas recortada. Entre elas foram afixadas lâmpadas especiais, que fazem varar luz por entre os recortes, criando um efeito escultural. Um lustre de cristal de 1.400 quilos, com 2,70 metros de altura por 2,2 metros de largura completa a obra.

Restauro - Uma equipe de aproximadamente dez especialistas procedentes da região de Ouro Preto e Belo Horizonte (MG) recorreram a plantas do projeto original, fotos de época, documentos textuais e até entrevistaram antigos moradores da cidade para levantar informações para o restauro.

Sala dos Espelhos - O foyer, também conhecido como Sala dos Espelhos, foi recuperado. Ela comporta três lustres de cristal em estilo art déco. Das seis fiadas de espelhos que recobrem as paredes, três foram preservadas e restauradas por serem de cristal bisotê italiano. As demais permanecem em vidro nacional, como à época da construção do teatro.

Uma descoberta na Sala dos Espelhos foi a da extinta técnica do spolvero - considerada uma raridade arquitetônica - na pintura decorativa que emoldura todo o espaço.

A Sala dos Espelhos pode receber apresentações de música de câmara, solos instrumentais e recitais de canto lírico.

Fundação Dom Pedro II - Foi criada para administrar o Pedro II, no dia 19 de julho de 1995 pelas leis complementares nº 465 e 503. Denominada Fundação D. Pedro II, tem como tarefa principal definir a forma de ocupação do teatro.

A Fundação D. Pedro II tem a finalidade de:

orientar, incentivar e patrocinar atividades artísticas e culturais,
promover a defesa do patrimônio histórico-cultural do município e em especial do Theatro Pedro II,
promover cursos, reuniões e congressos visando a realização de objetivos artísticos, culturais e educacionais da cidade e região, atendendo também eventos sem cobrança de ingressos para a população carente.

A Fundação D. Pedro II é constituída por:
Conselho Curador
Conselho Fiscal
Diretoria Executiva
 
 
 Museu do Café Francisco Schmidt
Construído no início da década de 50, o Museu do Café é conhecido por guardar a mais importante coleção de peças do Estado de São Paulo sobre a História do Café. Seu acervo é formado por grandes esculturas, carros de boi, troles, máquinas de beneficiar café, além de fotos do período áureo do café na região de Ribeirão Preto.

Com o objetivo de contar a história do Ciclo do Café em Ribeirão Preto e no Brasil, Plínio Travassos dos Santos começou a recolher e colecionar objetos alusivos a cultura do "ouro verde". No princípio estas peças foram guardadas no Museu Histórico. Em 20 de janeiro de 1955, já com um número significativo de objetos, foi inaugurado o Museu do Café de Ribeirão Preto, instalado provisoriamente, em 3 salas e 3 corpos das varandas que circundam o edifício do Museu Histórico.

O prédio do Museu do Café Cel. Francisco Schmidt, construído próximo ao Museu Histórico, foi inaugurado oficialmente em 26 de janeiro de 1957. A construção do prédio foi uma iniciativa da Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto e contou com a colaboração financeira do Instituto Brasileiro do Café – IBC e do Comendador Geremia Lunardelli (3.º Rei do Café).
 
 
 Pinguim Choperia
Em meados da década de 30, Ribeirão Preto, interior de São Paulo, diversificava suas atividades e já mostrava vigor após o crash da Bolsa de Nova York, em 1929, que tirara poder político, mas não o charme da capital do café. Um imponente prédio, o Edifício Diederichsen, um dos principais do interior do Brasil, estava sendo construído no coração da cidade. Antes da inauguração oficial deste marco arquitetônico de Ribeirão, em 1937, um misto de bar com chopperia abria sua portas no térreo do edifício em acabamento, no dia 29 de agosto de 1936, sem grande alvoroço, bem na esquina das tradicionais ruas Álvares Cabral com General Osório.

Nascia naquele momento o Pinguim, uma marca fadada a fazer sucesso e hoje associada em todo o Brasil, e em muitos países, com a arte de se tirar e beber um bom chopp. Aos poucos, o Pinguim foi crescendo e tornando-se conhecido pela qualidade do líquido servido, pelo bom atendimento, por seus pratos especiais, por lendas e pelos personagens que o freqüentavam e ainda o freqüentam. Administrado inicialmente por Clementino, conhecido como Alemão, já em 1943 a chopperia passou para o comando do sr. Nicola de Miranda, que ficou cerca de 20 anos à frente da casa, passando depois o bastão para Albano Celini.

Desde o início, muitos mitos já cercavam o Pinguim, o novo ponto turístico da cidade, que recebia desde artistas e esportistas a políticos e presidentes da República. A marca ampliou seus horizontes passando a ser conhecida também no exterior, difundindo a famosa história do “chopeduto” que ligava a casa até a cervejaria localizada a algumas quadras. Em 1977, nascia a segunda casa, o Pinguim II, localizado na esquina em frente, bem ao lado do majestoso Theatro Pedro II, no chamado “Quarteirão Paulista”.

Em 1984, o Grupo que administra o Pinguim até hoje, com atuação no Brasil e no exterior, comprou as duas chopperias e adotou um modelo mais profissional de gestão. A casa firmou-se também como restaurante e consolidou sua fama como uma das chopperias mais famosas do Brasil, bem como o grande embaixador de Ribeirão Preto para o país e o mundo. Na segunda metade dos anos 90, o Pinguim alçou novos vôos e inaugurou, em 1997, sua unidade no RibeirãoShopping e, em 1999, a casa no Santa Úrsula Shopping, ambas em Ribeirão Preto.

As mudanças não pararam por aí. O Pinguim reformou sua antiga unidade II em 2001, dando a ela os ares das décadas de 30 e 40. Já o Pinguim I, o original, passou por obras em 2002 e foi reaberto em 2003 como Empório, um misto de loja e bar, comercializando desde então centenas de diferentes produtos, entre roupas, presentes, jogos e objetos de decoração, todos com a marca Pinguim. O cliente também ganhou a opção de levar a chopperia para sua casa, festa ou evento através Pingüim Fest, um serviço dinâmico e personalizado.

Expandir para fora de Ribeirão Preto era um antigo sonho. E bons sonhos sempre têm belos horizontes em perspectiva! Foi assim que, no primeiro semestre de 2006, o Pingüim inaugurou uma unidade na vigorosa e charmosa capital mineira, região do tradicional bairro da Savassi, na rua Grão Mogol. A casa logo se transformou em referência em Belo Horizonte, atraindo diariamente centenas de clientes interessados na qualidade do chopp, no cardápio diferenciado, no atendimento exclusivo e no ambiente sofisticado.

Com mais de sete décadas de história, o Pinguim atualmente recebe cerca de 1,5 milhão de clientes por ano e vende neste período aproximadamente 4 milhões de tulipas de chopp. Ontem, hoje e amanhã. O Pinguim continua fazendo verão, agora não somente em Ribeirão Preto, mas também em Belo Horizonte, habitando a memória e o coração de seus clientes.
 
 
 Visão
“Ser a empresa líder em geração de valores de recursos (sistemas, comunicação global, internet, entre outros) para os nossos clientes públicos e privados e aumentar a oferta de produtos dentro da área de segurança eletrônica e monitoramento.”

A CODERP, em constante processo de aquisição e desenvolvimento de novas tecnologias da informação, busca o aprimoramento dos serviços prestados à municipalidade, agregando-lhes maior celeridade e eficiência, com sensível benefício no atendimento das necessidades da população e contribuição aos padrões de qualidade de vida e desenvolvimento do município.
 
 
 Ponto turístico de Ribeirão - Mercado Municipal
O Mercado Municipal começou a ser construído em 1899. 
Inaugurado em 1900, o prédio do Mercadão estava localizado no quadrilátero entre as ruas São Sebastião, José Bonifácio, Américo Brasiliense e avenida Jerônimo Gonçalves.

Exibia uma arquitetura grandiosa para a década. Alto, cobertura envidraçada, feito de tijolos de barro, o prédio original do Mercado Municipal difere muito do Mercado Municipal de hoje.

Assim que passou a funcionar, tornou-se um marco para a cidade. Abastecia muitas famílias de todas as classes sociais da cidade e região. 
No Mercado Municipal encontrava-se de tudo, alimentos, suprimentos, calçados, roupas, tecidos até ferramentas.

Durante oito anos o grupo Folena & Cia, concessionário do imóvel, explorou o local, até que a Prefeitura indenizando o grupo em "120 contos de reis" e tomou posse do imóvel.



Reconstrução

O antigo prédio foi atingido pelas enchentes, características da cidade, mas em 7 outubro de 1942, durante a Segunda Guerra Mundial, um curto circuito foi o motivo do grande incêndio que destruiu o prédio, tornando-o inabitável.

Comerciantes que atuavam no Mercado, viram-se obrigados a se mudarem para barracas na Av. Francisco Junqueira. O mau cheiro e a falta de higiene eram constantes e por isto foram obrigados a desativar seus comércios por falta de espaço adequado ao tipo de serviço.
   
Em 1956, surgiu a proposta da construção de um novo Mercado Municipal. 
Após 16 anos da tragédia, o então prefeito, Constábile Romano inaugura o prédio. A partir do dia 28 de setembro de 1958 o novo prédio do Mercado Municipal retomou impulso econômico e até então se mantém, apesar de desgastado e envelhecido.

Projetado pelo engenheiro Jaime Zeiger, o novo prédio passou a exibir uma arquitetura moderna, inovadora para época. Com 4.150 metros quadrados divididos por um corredor principal, cinco corredores secundários, a parte externa, revestida por pastilhas foi presenteada com a obra do artista Bassano Vaccarini..

Na década de 90, o Mercado Municipal passa a ser responsabilidade da Coderp - Companhia de Desenvolvimento Econômico de Ribeirão Preto.

Conta atualmente com 152 boxes que oferecem os mais diversificados produtos nos
4.150 metros quadrados de área construída. Tombado pelo Condephaat (Conselho de
Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo) em 1993 como Patrimônio Histórico através da lei Municipal nº 6.597 e em 08 de novembro de 2004 a lei municipal 
nº 10.250, declara o Mercado Municipal ponto turístico do município.


Localização

O Mercado Municipal de Ribeirão Preto está localizado na Rua São Sebastião, 130, no centro da cidade, em frente à rodoviária
 
 
 Bosque e Zoológico Fábio Barreto
Inaugurado em 1941, o zoológico ocupa uma área de 19.000 metros quadrados do Parque do Morro de São Bento, com área total de 218.000 metros quadrados. Conta com 120 espécies de animais. Entre elas, algumas encontram-se ameaçadas de extinção, como o tamanduá-bandeira, o lobo-guará, o jacaré-do-papo-amarelo  e a onça pintada.

Entre as espécies da flora representadas no bosque estão perobas centenárias, jequitibás, ipês e jatobás, todas nativas. Mas há também espécies exóticas que foram introduzidas para compor a paisagem.
 
 
 Catedral Metropolitana
A Catedral Metropolitana, tendo como padroeiro São Sebastião, teve a pedra fundamental lançada em 3 de março de 1904. A benção e o término da construção foram em 1920. 

Em estilo romântico e linhas góticas, destacam-se os vitrais coloridos no seu interior, os afrescos pintados por Benedito Calixto que datam de 1917. A Catedral Metropolitana de São Sebastião de Ribeirão Preto está localizada na Praça das Bandeiras, região central da cidade.

Fone: (16) 3625-0007

 
 
 Campus da USP
O CAMPUS da USP é um complexo situado em área da antiga fazenda Monte Alegre, formado pelas faculdades de Odontologia, Farmácia, Enfermagem, Administração, Ciências Contábeis, Filosofia, Biologia, Psicologia, Química e de Medicina, que se destaca mundialmente pelas pesquisas.

Fone: (16) 3602-4000

O Campus acomoda também o Hospital das Clínicas, um dos centros de pesquisa mais avançados da América Latina. Um Hemocentro, um lago, conjunto de residências para professores, alojamento para estudantes, agência bancária, pista de atletismo, biblioteca, assessoria cultural, restaurantes, ginásio de esportes, piscina olímpica, agência de correio, editora e parque botânico integram o Campus, além da preservação da colônia de imigrantes italianos do início do século, que integrava a fazenda.

 
 
 Dicas de Sustentabilidade
Economizar papel:

Imprima no modo “rascunho” ou “econômico” quando não for necessária grande qualidade na impressão.

Economize papel. Imprima somente o necessário. A produção de papel implica a destruição de recursos naturais, o aumento dos resíduos e da poluição.

Imprima dos dois lados da folha. A maioria das impressoras disponibiliza esta opção.

Reaproveite papéis de fotocópias como rascunho, utilizando o verso para escrita.

Reaproveite os envelopes usados.
 
 
 Parque de Exposições - Localização
Localizado junto à principal via expressa de Ribeirão Preto que dá acesso à rodovia Anhanguera, o parque também possui facilidade de acesso ao aeroporto Leite Lopes, proporcionando maior segurança para autoridades, executivos e artistas. 
 
 
 Política Ambiental
 A Companhia de Desenvolvimento Econômico de Ribeirão Preto - CODERP, sociedade de economia mista, acredita na preservação do meio ambiente como um dos fatores de sua estratégia corporativa. 
O desenvolvimento ambiental da empresa está baseado nos seguintes pontos:

- Compromisso com a melhoria contínua ambiental;
- Compromisso com a prevenção a poluição;
- Compromisso com o atendimento aos requisitos legais e outros requisitos subscritos por esta organização;
- Gestão adequada de resíduos associados à natureza dos nossos negócios; 
- Conscientização ambiental dos nossos colaboradores.
 
 
 Ações de Sustentabilidade
 A Coderp vem aplicando algumas ações para que todos entendam a importância de se tornar uma empresa sustentável!

 
Lâmpadas Fluorescentes

As lâmpadas fluorescentes não podem ser descartadas junto aos resíduos comuns, porque contém mercúrio, um metal reconhecidamente tóxico. O processo de tratamento de tais lâmpa¬das possibilita a separação e o reaproveitamento de todos os seus componentes.

Após a implantação do ECODERP, todas as lâmpadas substituídas no Centro Administrativo Coderp estão armazenadas em um suporte, instalado no estacionamento, conforme mostra a imagem abaixo. Após acumular uma determinada quantidade será realizado o descarte correto destas lâmpadas. Uma ação simples que colabora com o meio ambiente.

* a1;- Suporte para lâmpadas fluorescentes de 16W e 32W, as mais utilizadas no
Centro Administrativo Coderp.





Lâmpadas LED

A CODERP iniciou, no mês de abril de 2013, a substituição das lâmpadas tubulares fluorescentes por lâmpadas tubulares do tipo LED. 
O principal objetivo desta troca é aplicar o desenvolvimento sustentável dentro da empresa. Além de ser ecologicamente correta, são inúmeras as vantagens da tecnologia LED. Confira abaixo as principais características:

Economia financeira, pois consome menos energia;
Não utiliza reatores;
Menor geração de carga térmica;
Não é nocivo ao ser humano;
Alta longevidade, dura aproximadamente cinco vezes mais;
Alta eficiência;
Ausência de metais pesados, que podem contaminar o solo;

As três primeiras salas escolhidas pela diretoria para implantação das lâmpadas foram as que funcionam 24 horas por dia. São elas: Sala de Monitoramento, Sala de Impressão e o NOC (Network Operation Center).

Devido ao alto valor de investimento, as lâmpadas serão substituídas gradativamente.





Arejadores para torneiras

Os arejadores conseguem diminuir a vazão de água nas torneiras, isto acontece porque uma parte do diâmetro de saída da água é tampada por uma peça plástica. Este tipo de produto é muito utilizado, pois diminui o consumo de água sem perder o conforto. No mês de dezembro/2012 foram instalados arejadores em mais de 30 torneiras do Centro Administrativo Coderp. A redução do consumo de água será analisada ao longo dos próximos meses. Uma atitude simples, que além de economizar recursos financeiros da empresa, economizará recursos hídricos e, consequentemente, contribuirá para o meio ambiente.





Descargas "dual flush".

A descarga dual flush consiste em uma descarga de duplo acionamento, ou seja, permite que o usuário escolha, de acordo com a necessidade, o volume de água a ser utilizado na descarga sanitária.

O sistema é silencioso e permite o controle entre a vazão econômica e de maior consumo, permitindo economizar até 60% de água em relação às descargas tradicionais.

O principal objetivo da implantação deste mecanismo é evitar o desperdício de recursos hídricos e, consequentemente, gerar economia financeira para a empresa.

A CODERP investiu na compra de 21 unidades de descargas “dual flush”, que estão sendo instaladas nos principais banheiros do Centro Administrativo Coderp.

Em todos os vasos sanitários que receberam tal mecanismo serão anexados informativos, instruindo os funcionários com a maneira correta de utilizar a nova descarga.





Reciclagem e economia de papel

Após a instalação dos “Ecopontos” em todas as salas do Centro Administrativo Coderp, os papéis que iriam para o lixo comum agora são fragmentados e vendidos para posterior processo de reciclagem.

Motivos para reciclar papel:
Para fazer uma tonelada de papel são derrubados 20 eucaliptos, que levam, em média, sete anos para crescer. Pense na quantidade de papel que você já jogou fora até hoje e imagine quantas árvores você poderia ter ajudado a preservar.

Cada 50 quilos de papel usado transformado em papel novo evita que uma árvore seja cortada.
 
 
 Calçadão – Quarteirão Paulista
Inaugurado no início da década de 30, o Theatro Pedro II era o retrato dos bons momentos vividos no auge do café. Não seria este, no entanto, o único marco da época na cidade. Em plena crise, o imigrante alemão Antonio Diederichsen construiu em Ribeirão Preto o primeiro edifício da cidade, o Prédio Diederichsen. Com cinco andares reservados a escritórios, consultórios, apartamentos, cinema e hotel, o prédio reanimou a economia e definiu a nova vocação de Ribeirão Preto – comércio e prestação de serviços.

O Quarteirão Paulista, tradicionalmente conhecido, é formado pelo conjunto arquitetônico que abrange o Theatro Pedro II, o prédio do antigo Palace Hotel, o Edifício Meira Júnior e o Pingüim , que tem a tradição de oferecer o melhor chopp do país.

O Calçadão, que abrange o Quarteirão Paulista e imediações, vem contemplar o comércio central, resgatar a tradição dos prédios históricos , além de funcionar como referência local para milhares de ribeirãopretanos e visitantes.
 
 
 
Categorias
0
Cemitérios
Cidades
Ciência
Cultura e Lazer
Dicas
Economia
Educação
Esporte
Gastronomia
Iphone
Meio Ambiente
Moda
Mundo
Natureza
Notícias
Parques
Planeta Bizarro
Política
Prefeituras
Saúde
Tecnologia
windows 10
posts bloguei Posts
Setembro de 2010 5  postagens    
Fevereiro de 2011 5  postagens    
Março de 2011 26  postagens    
Maio de 2011 19  postagens    
Julho de 2011 11  postagens    
Agosto de 2011 11  postagens    
Janeiro de 2012 19  postagens    
Julho de 2012 8  postagens    
Outubro de 2012 1  postagens    
Novembro de 2012 8  postagens    
Maio de 2013 4  postagens    
Junho de 2013 16  postagens    
Outubro de 2013 1  postagens    
Novembro de 2013 1  postagens    
Dezembro de 2013 1  postagens    
Janeiro de 2014 4  postagens    
Junho de 2014 9  postagens    
Agosto de 2014 1  postagens    
Setembro de 2014 1  postagens    
Novembro de 2014 1  postagens    
Dezembro de 2014 5  postagens    
Janeiro de 2015 7  postagens    
Fevereiro de 2015 36  postagens    
Março de 2015 19  postagens    
Abril de 2015 17  postagens    
Maio de 2015 29  postagens    
Junho de 2015 16  postagens    
Julho de 2015 44  postagens    
Agosto de 2015 73  postagens    
Setembro de 2015 214  postagens    
Outubro de 2015 238  postagens    
Novembro de 2015 198  postagens    
Dezembro de 2015 125  postagens    
Janeiro de 2016 70  postagens    
Fevereiro de 2016 125  postagens    
Março de 2016 126  postagens    
Abril de 2016 28  postagens    
Junho de 2016 1  postagens    
Todos os Posts
 
Untitled Document