bloguei
  Eu blogo, tu blogas, ele bloga, nós blogamos e todos dão opinião.
bloguei Ribeirão Preto Dicas, Notícias e Muito mais...
 
 Ribeirão Preto tem projeto para substituir 40 mil placas em ruas e avenidas.
Um projeto para substituir as 40 mil placas toponímicas, com nomes de ruas e avenidas, está em estudo pela prefeita de Ribeirão Preto, Dárcy Vera (PSD).

De acordo com o projeto, as placas do quadrilátero central serão diferenciadas das placas dos demais bairros da cidade. A intenção é que no quadrilátero as placas tenham fundo preto com letras brancas, enquanto que no restante da cidade as placas tenham fundo azul, como é atualmente, com letras brancas.

Outra novidade será para as placas das principais avenidas de Ribeirão Preto, totalizando 11 vias. Nessas avenidas as placas serão contempladas por cores, o que facilitará a identificação de algumas vias que ao longo de sua extensão mudam de nome.

“O projeto está ficando excelente. É moderno e muito eficiente”, afirmou a prefeita.



Fonte: Prefeitura de Ribeirão Preto
 
 
 Prefeitura vai à Justiça para renegociar dívida da Cohab de Ribeirão Preto
Reunida com diretores da Cohab-RP e representantes da Caixa Econômica  Federal, a prefeita de Ribeirão Preto, Dárcy Vera (PSD), anunciou que o Departamento Jurídico da Cia Habitacional fornecerá subsídios para que a Secretaria Municipal dos Negócios Jurídicos, entre com uma ação, junto à Justiça Federal, visando a renegociação de dois acordos de pagamentos de débitos da Cohab-RP junto à Caixa Econômica Federal, acumulados nos anos de 2006, 2007 e 2008 e que resultam em prejuízo para o município, já que o FPM (Fundo de Participação dos Municípios) consta como garantia desses contratos.

Os acordos foram assinados em 2007 e 2008 e correspondiam, na época, a 
aproximadamente R$ 225 milhões referentes a 96 contratos de financiamento da casa própria, sendo que desse total apenas 13 são de Ribeirão Preto. Do valor total da dívida, R$ 100 milhões são de outros municípios.

A dívida, parcelada em 216 meses, previa o pagamento da primeira parcela em janeiro de 2009. “São valores que resultam do decurso de prazo, fim do contrato de financiamento, cuja cobertura do FCVS (Fundo de Compensação das Variações Salariais) não acompanha os juros do acordo para pagamento da dívida, resultando num descompasso no fluxo de caixa da Cohab-RP, que não consegue pagar as parcelas há 21 meses. Desde então, a Prefeitura de Ribeirão Preto teve que assumir esse pagamento. Isso significa que o FPM não é contabilizado para os cofres da Prefeitura por constar como garantia no contrato”, explicou a prefeita.

Para ela, não é justo pagar por dívida de casas populares que foram construídas em outros municípios da região. A área de atuação da Cohab-RP tem 83 municípios, entre eles Sertãozinho, Cajuru, Cravinhos, Altinópolis e até santa Fé do Sul e Americana. “Ribeirão Preto deixou de receber, nesse período de inadimplência da Cohab-RP, cerca de R$ 30 milhões do Fundo de Participação dos Municípios. Com esse dinheiro, a Prefeitura já teria pago pelo menos a metade de seus fornecedores”, acrescentou Dárcy.

A iniciativa de buscar uma solução no Judiciário leva em conta a necessidade da manutenção dos serviços essenciais, atentando para o fato de que muitos deles dependem da pontualidade no pagamento de fornecedores.

 
 
 Prefeitura abre licitações para execução das obras do PAC
A Prefeitura de Ribeirão Preto publicou nesta sexta-feira, dia 23, no Diário Oficial do Município, dois avisos de licitação em regime diferenciado de contratação para execução das obras do PAC II da mobilidade.

As licitações com abertura dos envelopes marcada para o dia 19 de fevereiro serão para as obras dos corredores estruturais norte-sul e leste-oeste.

No total, as obras estão divididas em três licitações, uma para o corredor estrutural norte-sul, orçado em R$ 153,7 milhões; a outra para o corredor estrutural leste-oeste no valor de R$ 100,6 milhões; e a terceira no valor de R$ 24,3 milhões para elaboração e substituição de toda a sinalização ao longo dos corredores estruturais.

Os corredores estruturais que integram as obras de mobilidade em Ribeirão Preto trarão mais velocidade e melhor desempenho ao transporte urbano, além de mais conforto aos usuários de ônibus.

Serão 56 quilômetros de corredores estruturais sendo quatro eixos, Norte/Sul 1 e 2, Leste/Oeste 1 e 2, operados com ônibus tipo padron.

No corredor Norte/Sul 1 o trajeto será avenida Mugnatto Marincek, avenida Thomaz Alberto Whately, aeroporto, avenida Brasil, avenida Saudade, Centro, rodoviária, avenida Independência, avenida Presidente Vargas, RibeirãoShopping e Unip.

No corredor estrutural Norte/Sul 2 o trajeto será: avenida Brasil, avenida Mogiana, avenida Paschoal Inecchi, avenida Meira Júnior, avenida Independência, Unip e RibeirãoShopping.

O corredor Leste/Oeste 1 sairá da região do bairro José Sampaio, na rotatória da avenida Luiz Galvão César com Otávio Golfeto, avenida D. Pedro, Amim Calil, avenida Jerônimo Gonçalves, rodoviária, praça das Bandeiras, Visconde de Inhaúma, avenida Nove de Julho, avenida Costábile Romano, Novo Shopping, avenida Presidente Kennedy, rotatória Wiston Churchil.

E o corredor Leste/Oeste 2 sairá do Novo Shopping, avenida Castelo Branco, rua Henrique Dumont, avenida Treze de Maio, avenida Capitão Salomão, avenida Saudade, rodoviária, avenida Café, rotatória da USP e Hospital das Clínicas.

Os corredores estruturais serão dotados de toda a infraestrutura necessária, como por exemplo, pavimento em concreto no ponto de parada, recapeamento, tratamento das valetas, reposicionamento dos locais de embarque e desembarque, implantação de abrigos padronizados, padronização do piso da calçada no local do abrigo, implantação de painel de informação com relação de linhas e horários de passagem previstos e mapa dos arredores.

Além dos corredores estruturais, a cidade contará com as seguintes obras viárias:

- Viaduto avenida Brasil / avenida Thomaz Alberto Whately

- Viaduto avenida Brasil / avenida Mogiana

- Trincheira avenida Independência / avenida Presidente Vargas

- Ponte avenida Antônia Mugnatto Marincek

- Viaduto avenida Maria de Jesus Condeixa / avenida Antônio Diederichsen

- Trincheira avenida Antônio Diederichsen / avenida Presidente Vargas

- Adequação Viária avenida Nove de Julho / avenida Portugal

- Viaduto avenida Jerônimo Gonçalves / avenida Francisco Junqueira

- Ponte avenida Francisco Junqueira / rua José Bonifácio

- Ponte avenida Francisco Junqueira / rua Visconde de Inhaúma

- Ponte avenida Francisco Junqueira / rua Barão do Amazonas

- Passarela Rodoviária / Mercado Municipal

- Ciclovias

Os editais podem ser retirados no Departamento de Materiais e Licitações, Divisão de Compras, no Jardim Mosteiro, na via São Bento, s/nº, das 8h às 17h, apresentando mídia - pen drive ou CD - para gravação; ou acessando o item Licitações, Prefeitura e, depois, Regime Diferenciado de Contratações.

Fonte: Jornal A Cidade.

 
 
 Preços dos combustíveis aumenta R$ 0,10 em Ribeirão Preto
O preço dos combustíveis aumentou em Ribeirão Preto na última semana. Antes do reajuste, o valor médio do litro do etanol era vendido a R$ 1,97 e o da gasolina era de R$ 2,97.

A maior parte dos postos bandeirados vendem o litro do etanol a R$ 2,07 e o da gasolina a R$ 3,07. O aumento do etanol representa 5,07%. Já o reajuste da gasolina representa 3,36%, aproximadamente.

Etanol ou gasolina

Mesmo com os reajustes, o etanol continua a ser vantajoso. A paridade entre eles, que segundo a média de preços (R$ 1,97 e R$ 2,97) estava em 66,32% pulou para 67,42% com os novos valores (R$ 2,07 e R$ 3,07).

Vale lembrar que é mais vantajoso abastecer com etanol quando o preço do produto é inferior a 70% ao cobrado pela gasolina.
 
 
 Nota Fiscal Ribeirãopretana já distribuiu mais de 5 mil prêmios
Com cerca de 9 mil consumidores cadastrados, a Nota Fiscal Ribeirãopretana já é considerada um dos programas de nota fiscal eletrônica mais completo do país, com a marca de mais de 5 mil prêmios já distribuídos. Na cidade mais de 40 mil estabelecimentos, que possuem a autorização para a emissão da Nota Fiscal Ribeirãopretana, já estão cadastrados na Secretaria da Fazenda.

O programa já emitiu mais de R$ 15 milhões de notas na cidade. No ano de 2014, Ribeirão Preto saiu na frente e foi a primeira cidade do interior a entregar um veículo 0 km no valor de R$ 50 mil, como premiação a consumidores cadastrados no programa.

Implantado no município em 2013, quando a prefeita Dárcy Vera (PSD) e o secretário da Fazenda, Sérgio Nalini, participaram de reuniões conhecendo os moldes da Nota Fiscal Paulistana e obteve subsídios técnicos para que a iniciativa fosse desenvolvida na cidade. Atualmente a Nota Fiscal Ribeirãopretana é referência para diversos municípios do país, como Pelotas (RS) e Jundiaí (SP) que, por intermédio de seus representantes, visitam Ribeirão Preto buscando informações sobre o funcionamento do programa, utilizado como modelo.

Como se cadastrar?

Para participar do programa, os consumidores podem se cadastrar no –www.ribeiraopreto.so.gov.br – e solicitar a nota fiscal aos prestadores de serviços, como academias de ginástica, cinema, centros de estética, hotéis, muitos outros.

Aderindo ao programa Nota Fiscal Ribeirãopretana o consumidor pode receber o retorno em dinheiro de até 10% do ISS pago. O repasse pode ser feito através de abatimento do valor do IPTU (Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana), depósito em conta corrente e destinação às entidades ribeirão-pretanas sem fins lucrativos.

Fonte: Ribeirão Preto Online
 
 
 Cemitério da Consolação de São Paulo
O Cemitério da Consolação está situado em local anteriormente cercado de chácaras, no alto da Consolação. O local se transformou numa das áreas mais valorizadas da cidade - o Bairro de Higienópolis. O cemitério conta com aproximadamente 77 mil m², são 8.200 túmulos de tamanhos diversos. Pela Avenida Consolação fica a sua entrada principal, um portão neoclássico construído pela empresa Ramos de Azevedo em 1902. 

nicialmente o Cemitério da Consolação era para receber mortos advindos de todos os segmentos sociais. Aos poucos se tornou um cemitério representativo da elite paulistana. Hoje abriga em sua maioria jazigos suntuosos dos industriais e de famílias de paulistas quatrocentos. Atualmente os visitantes e turistas vão visitar o local em busca dos jazigos de valor histórico e artístico. Destacamos os túmulos de: Ademar Pereira Barros (Governador de São Paulo - 1847 – 51); Antonio da Silva Prado (Prefeito de São Paulo – 1899 – 1911); Armando de Salles Oliveira (Governador de SP – 1931 – 1935); Conde Francisco Matarazzo (Industrial); Francisco de Paula Ramos de Azevedo (Engenheiro e arquiteto); Francisco Schimidt (Cafeicultor); Geremia Lunardelli (Cafeicultor); Guiomar Novaes (Pianista); José de Freitas Valle (Mecenas e político); Luiz Pereira Barreto (Cientista); Mário de Andrade (Escritor); Marquesa de Santos (Benemérita); Manoel Ferraz de Campos Salles (Presidente da República - 1898 – 1902); Oswald de Andrade (Escritor); Tarsila do Amaral (Pintora); Washington Luis Pereira de Souza (Presidente da República - 1926 – 1930). 

O Cemitério da Consolação é um dos “Museus a céu aberto” mais importantes do Brasil. Isso se deve a quantidade de obras funerárias construídas por marmoristas e escultores europeus e brasileiros. Ali contem obras de Luigi Brizzolara; Victor Brecheret; Francisco Leopoldo e Silva; Ricardo Pavone; Amadeo Zani; Nicola Rollo; Antelo Del Débbio; Galileo Emendábili. Cada um, a sua maneira configuraram o local com monumentos ecléticos, art nouveau, art déco, e modernos, afinados com o que se fazia na Europa no início do século XX. Ali estão enterrados pessoas que contribuíram na construção da história paulistana e brasileira. Local de Memória, pesquisado por historiadores sociais, geógrafos e historiadores da Arte. Daí o motivo de ser um ponto turístico importante da cidade de São Paulo. 
 
 
 Empreendedores elogiam serviços do Banco do Povo de Ribeirão Preto
Banco do Povo oferece uma linha de crédito com a menor taxa de juros do país, 0,35% ao mês 

O Banco do Povo Paulista, unidade de Ribeirão Preto, desenvolve um trabalho de apoio e orientação aos empreendedores formais e informais. Entre os serviços prestados, o órgão oferece uma linha de crédito com a menor taxa de juros do país, 0,35 % ao mês. Empreendedores aprovam e utilizam a linha de financiamento do Banco do Povo de Ribeirão Preto. O resultado deste trabalho colocou a unidade do município em primeiro lugar no ranking Estadual em volume de negócios. Em 2014, a unidade de Ribeirão Preto realizou 684 operações, com o empréstimo de quase R$ 4.447.660,00.

Para dentista Ana Claudia Lopes Rubio, cliente do Banco há seis anos, o financiamento disponibilizado pelo órgão traz muitos benefícios. “Este financiamento possibilita a aquisição de equipamentos, de material para marketing, e mesmo a compra de material de consumo com juros e condição de pagamento acessível. De forma rápida e pouco burocrática o financiamento fica pronto! A atenção dos funcionários também é muito importante. Existe transparência nos termos do financiamento, boa vontade no atendimento e interesse dos funcionários”, elogia Ana Claudia.

O Banco do Povo de Ribeirão Preto alcançou o 1° lugar no ranking estadual, com a realização de 684 negociações efetuando o empréstimo de mais de R$ 4,44 milhões. É o sexto ano consecutivo que a unidade de Ribeirão aparece entre as três primeiras do ranking.

O secretário da Casa Civil, Layr Luchesi Junior, explica que o objetivo é garantir oportunidades de negócios, de fomentar o desenvolvimento socioeconômico, e permitir que os empreendedores formais e informais conquistem mais espaço.

O padeiro João José de Jesus Filho agora tem seu próprio negócio. Ele fala da experiência de não ter mais padrão. “Eu e minha família trabalhamos muito aqui na nossa padaria, mas é compensador. Eu acreditei no meu sonho e com o financiamento do Banco do Povo, tudo se transformou em realidade. O objetivo agora é ampliar meu espaço para poder produzir cada vez mais” afirmou João.

Os empréstimos do Banco do Povo no Poupatempo também são destinados a cooperativas ou formas associativas de produção ou trabalho.

Exigências aos candidatos  – Desenvolver atividade produtiva (formal ou informal) há mais de seis meses; residir há mais de dois anos no município e ter endereço fixo; ter nome limpo no Cadin, Scpc e Serasa; ter o total de vendas de até R$ 240 mil nos últimos 12 meses; tomador maior de idade ou emancipado legalmente; e alienação fiduciária dos bens financiados.

Além dos microempreendedores, o Banco também disponibiliza linhas de créditos especiais destinadas a mutuários da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) que desejam reformar ou ampliar o imóvel, a motofretistas que precisam se adequar à nova regulamentação do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), e a taxistas que queiram investir na profissão e produtores rurais.
 
 
 
Categorias
0
Cemitérios
Cidades
Ciência
Cultura e Lazer
Dicas
Economia
Educação
Esporte
Gastronomia
Iphone
Meio Ambiente
Moda
Mundo
Natureza
Notícias
Parques
Planeta Bizarro
Política
Prefeituras
Saúde
Tecnologia
windows 10
posts bloguei Posts
Setembro de 2010 5  postagens    
Fevereiro de 2011 5  postagens    
Março de 2011 26  postagens    
Maio de 2011 19  postagens    
Julho de 2011 11  postagens    
Agosto de 2011 11  postagens    
Janeiro de 2012 19  postagens    
Julho de 2012 8  postagens    
Outubro de 2012 1  postagens    
Novembro de 2012 8  postagens    
Maio de 2013 4  postagens    
Junho de 2013 16  postagens    
Outubro de 2013 1  postagens    
Novembro de 2013 1  postagens    
Dezembro de 2013 1  postagens    
Janeiro de 2014 4  postagens    
Junho de 2014 9  postagens    
Agosto de 2014 1  postagens    
Setembro de 2014 1  postagens    
Novembro de 2014 1  postagens    
Dezembro de 2014 5  postagens    
Janeiro de 2015 7  postagens    
Fevereiro de 2015 36  postagens    
Março de 2015 19  postagens    
Abril de 2015 17  postagens    
Maio de 2015 29  postagens    
Junho de 2015 16  postagens    
Julho de 2015 44  postagens    
Agosto de 2015 73  postagens    
Setembro de 2015 214  postagens    
Outubro de 2015 238  postagens    
Novembro de 2015 198  postagens    
Dezembro de 2015 125  postagens    
Janeiro de 2016 70  postagens    
Fevereiro de 2016 125  postagens    
Março de 2016 126  postagens    
Abril de 2016 28  postagens    
Junho de 2016 1  postagens    
Todos os Posts
 
Untitled Document